Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89969
Title: Desprescrição de Benzodiazepinas- Adaptação de um algoritmo para a língua Portuguesa
Other Titles: Deprescribing Benzodiazepines- Adapting an algorithm to the Portuguese language
Authors: Barreira, Viviana Teresa da Silva
Orientador: Caetano, Inês Rosendo Carvalho e Silva
Keywords: Benzodiazepinas; Desprescrições; Cuidados Primários; Tradução; Algoritmo; Benzodiazepines; Deprescriptions; Primary Health Care; Translation; Algorithm
Issue Date: 23-May-2019
Serial title, monograph or event: Desprescrição de Benzodiazepinas- Adaptação de um algoritmo para a língua Portuguesa
Place of publication or event: FMUC- Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Benzodiazepines are currently one of the most prescribed pharmacological classes inPortugal, mainly by primary care professionals. Side effects associated with these drugs arewidely known, namely the higher risk of falls in the elderly, which brings up the followingquestion: is it possible to reduce the number of Benzodiazepines currently prescribed?As a solution to this question, it is proposed that a deprescribing algorithm can be usedfor this purpose after being translated and validated into Portuguese to help family doctorspromote drug withdrawal. A Canadian deprescribing algorithm was selected to perform aforward and backward translation and later on sent out to family doctors in order to understandthe level of applicability in Portugal. It was shown that 71% of the questioned doctors firmlyagree that the algorithm is useful and see a need for it to exist. 58% of doctors also stated thatthey would strongly consider using it in the future.By providing a method that can be easily interpreted and applied, that is also costfriendly,it is possible to ensure the removal of these drugs with potentially harmful side effects,especially in patients suffering from polypharmacy .
As Benzodiazepinas representam uma das classes farmacológicas mais prescritasem Portugal atualmente, sendo uma grande fração desta prescrição feita a nível dos cuidadosprimários. São largamente conhecidos os efeitos adversos associados a estes fármacos,nomeadamente o maior risco de quedas na população mais idosa, levantando então aseguinte questão: será possível reduzir a quantidade de benzodiazepinas prescritas?Como resposta a esta pergunta propõe-se a utilização de um algoritmo dedesprescrição de BZD traduzido e validado para a língua portuguesa com vista a auxiliarespecialistas de MGF a promover a suspensão destes fármacos. Selecionou-se, para o efeito,um algoritmo Canadiano que almeja a desprescrição de BZD. Alvo de tradução e retroversãoe validação pela organização, foi, posteriormente, enviado a especialistas da área de MGFpara verificar o seu nível de aplicabilidade em Portugal. Constatou-se, por fim, que 71% dosmédicos intervenientes concordam plenamente com a utilidade e necessidade deimplementação deste protocolo, sendo que 58% afirmam, inclusivamente, que ponderamutilizar futuramente, no contexto da sua prática clínica, o algoritmo aqui demonstrado.Ao criar um método de fácil interpretação, aplicação e que tenha um baixo custo, épossível facilitar a suspensão destes fármacos com efeitos secundários potencialmentenocivos, especialmente para doentes polimedicados .
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89969
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Trabalho_Final_MIM- Viviana Barreira.pdf1.17 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

9
checked on Sep 24, 2020

Download(s)

1
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons