Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89788
Title: Nutrição e Úlceras de Pressão em Idosos
Other Titles: Nutrition and Pressure Ulcers in Geriatric Patients
Authors: Godinho, Inês Tavares
Orientador: Ferreira, Mafalda de Fátima Alves
Verissimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: úlcera de pressão; envelhecimento; nutrição; prevenção; tratamento; pressure ulcer; elderly; nutrition; prevention; treatment
Issue Date: 12-Jun-2019
Serial title, monograph or event: Nutrição e Úlceras de Pressão em Idosos
Place of publication or event: FMUC
Abstract: As úlceras de pressão definem-se como lesões localizadas da pele podendo atingir os tecidos subjacentes em resultado da pressão ou da conjugação desta e outras forças de torção, normalmente sobre uma proeminência óssea. Apesar de as úlceras de pressão ocorrerem em todos os grupos etários, os idosos apresentam um maior risco no seu desenvolvimento. Com o envelhecimento da população, associado a uma maior procura de cuidados de saúde e maior prevalência de períodos de imobilidade prolongados, assiste-se a um aumento das comorbilidades, descompensação de doenças crónicas e desenvolvimento de novas patologias, entre as quais as úlceras de pressão. As úlceras de pressão representam um importante factor de deterioração da qualidade de vida do idoso, tornando-se essencial garantir a implementação de estratégias de tratamento eficaz, bem como programas de prevenção, tendo em conta as limitações e necessidades específicas deste grupo etário. Esta intervenção deve ser multifactorial e adequada à realidade particular de cada individuo. A evidência científica demonstra que o estado nutricional do idoso se constitui como um dos principais factores de risco para o desenvolvimento de úlceras de pressão, e, portanto, a avaliação nutricional e um adequado aporte de nutrientes devem ser instituídas como medidas preventivas e terapêuticas importantes. Constata-se ainda, que a prevalência da desnutrição nas pessoas idosas é elevada, devido a uma ingestão alimentar inadequada, contribuindo de forma significativa para o aumento de co-morbilidades e mortalidade. As estratégias nutricionais assumem um papel fundamental na orientação do idoso com úlceras de pressão ou com elevado risco, apresentando-se como uma forma de tratamento custo-efectiva.Estas estratégias devem ter em consideração as particularidades clínicas e fisiológicas inerentes ao processo de envelhecimento e as diferentes necessidades nutricionais daí decorrentes. Neste trabalho apresenta-se uma revisão bibliográfica da literatura existente, abordando vários aspetos relacionados com esta temática, incluindo a sua definição, epidemiologia, fisiopatologia e fatores de risco, de forma a sistematizar a forma como a como a nutrição pode influenciar a evolução, prognóstico e a prevenção de úlceras de pressão no idoso.  Foi realizada uma pesquisa bibliográfica relativa aos últimos 10 anos na base de dados PubMed.
Pressure ulcers are defined as localized lesions of the skin that can reach underlying tissues as a result of pressure, shear force, friction, moisture, and/or a combination of these factors, usually on a bone prominence. Although pressure ulcers occur in all age groups, the elderly present a higher risk in their development. With the aging of the population, associated with a greater demand for health care and a higher prevalence of prolonged periods of immobility, there is an increase in comorbidities, decompensation of chronic diseases and development of other conditions, among which pressure ulcers.Pressure ulcers have the potential to worsen the quality of life of the elderly, making it essential to ensure the implementation of effective treatment strategies as well as prevention programs, taking into account the limitations and specific needs of this age group. This intervention must be multifactorial and appropriate to the individuality of each patient. Scientific evidence shows that a poor nutritional status is one of the main risk factors for the development of pressure ulcers, and therefore nutritional assessment and adequate nutrient intake should be instituted as important preventive and therapeutic measures. It is also observed that the prevalence of malnutrition in the elderly is high due to inadequate food intake, contributing significantly to the increase in comorbidities and mortality. Nutritional strategies play a key role in the treatment of the elderly with pressure or high-risk ulcers, presenting as a form of cost-effective treatment.These strategies should take into account the clinical and physiological changes inherent to the aging process and the different nutritional needs resulting therefrom.This paper aims review the current literature, addressing several aspects related to this topic, including its definition, epidemiology, pathophysiology and risk factors, in order to systematize the way nutrition can influence the prevention, prognosis and the treatment of pressure ulcers in the elderly.A literature search was performed in PubMed database regarding the last 10 years.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89788
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
TESE - Inês Godinho.pdf3.92 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

33
checked on Oct 1, 2020

Download(s)

6
checked on Oct 1, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons