Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89785
Title: Pediatric multiple sclerosis lesion burden and activity on magnetic resonance imaging: a retrospective and comparative study with a population of adult patients (COMPARE-MS)
Other Titles: Atividade e carga lesional em ressonância magnética na Esclerose Múltipla pediátrica: estudo retrospetivo e comparativo com uma população de doentes adultos (COMPARE-MS)
Authors: Carvalho, Sara Ferreira de
Orientador: Palavra, Filipe Manuel Farto
Keywords: Esclerose múltipla pediátrica; Ressonância magnética; Carga lesional; Ausência de evidência de atividade da doença; Terapêuticas modificadoras de doença; Pediatric multiple sclerosis; Magnetic resonance imaging; Lesion burden; No evidence disease activity; Disease modifying therapy
Issue Date: 4-Jun-2019
Serial title, monograph or event: Pediatric multiple sclerosis lesion burden and activity on magnetic resonance imaging: a retrospective and comparative study with a population of adult patients (COMPARE-MS)
Place of publication or event: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Abstract: Background: Pediatric-onset Multiple Sclerosis (POMS) may contrast with adult-onset MS (AOMS), mostly due to its more prominent inflammatory character. With the development of new effective disease modifying therapies (DMT) for relapsing-remitting multiple sclerosis (RRMS), which target the peripheral immune system, the No Evidence of Disease Activity (NEDA-3) status is being beheld as an outcome measure/overall goal for treatment.Objective: We aimed to determine differentiating features between POMS and AOMS, at diagnosis and after 1 year under DMT, and compare between these two groups the proportion of patients reaching the NEDA-3 status, the relative contribution of each NEDA parameter and NEDA baseline predictors.Methods: We analyzed and compared medical data regarding 15 POMS patients ≥8 and <18 years old with 15 AOMS patients ≥18 and <55 years, with the diagnosis of RRMS established at the Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), according to the McDonald’s 2010 criteria, with ≥1 year under DMT and with available magnetic resonance imaging (MRI) scans at diagnosis and 1 year after DMT initiation. Patients were paired according to gender and DMT in use. Demographical, laboratorial, clinical and imaging features were collected, and the NEDA-3 status was assessed. Logistic regression was carried out to determine which baseline characteristics were associated with NEDA-3 status after 1 year under DMT. We considered statistically significant a value of p<0.05.Results: We found a statistically significant difference between groups in the number of T2 weighted image (T2 WI) diffuse lesions/with poorly defined borders (p=0.015). The mean Expanded Disability Status Scale (EDSS) score after 1 year under DMT was lower in the POMS group (1.6±0,8) compared to the AOMS group (2.3±0.8; p=0.032). Compared to patients under Natalizumab, patients under Interferons as DMT of choice presented a 12 time-fold higher probability of not achieving the NEDA-3 status (p=0.029). Conclusion: Our findings support the need for an aggressive treatment approach in POMS patients, inclusively with 2nd line DMT, since this group is prone to experience long-term high disability levels.
Introdução: A Esclerose Múltipla de início em idade pediátrica (POMS) pode contrastar com a Esclerose Múltipla de início na idade adulta (AOMS), principalmente devido ao seu caráter inflamatório mais proeminente. Com o desenvolvimento de novas terapêuticas modificadoras de doença (DMT) eficazes no tratamento da Esclerose Múltipla tipo Surto-Remissão (RRMS), que têm como alvo o sistema imunitário periférico, o estado de ausência de evidência de atividade de doença (NEDA-3) tem sido visto como uma meta/objetivo global no tratamento.Objetivo: Determinar caraterísticas diferenciadoras entre a POMS e AOMS ao diagnóstico e 1 ano após o início de DMT e comparar entre estes dois grupos de doentes a proporção que atinge o estado de NEDA-3, a contribuição relativa de cada parâmetro constituinte do NEDA e quais as variáveis ao diagnóstico que predizem este estado.Métodos: Analisámos e comparámos os dados de 15 doentes com POMS com ≥8 e <18 de idade e 15 doentes com AOMS com ≥18 e <55 anos de idade, com diagnóstico de RRMS estabelecido no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), de acordo com os critérios de McDonald’s 2010, com ≥1 ano sob DMT e com Ressonância Magnética disponível ao momento do diagnóstico e 1 ano após o início de DMT. Os doentes foram emparelhados de acordo com o género e tipo de tratamento em curso. Foram colhidas as caraterísticas demográficas, laboratoriais, clínicas e imagiológicas e foi avaliado o atingimento ou não do estado de NEDA-3. Foi usada a regressão logística para determinar quais as caraterísticas ao momento do diagnóstico que se associaram ao estado de NEDA-3 após 1 ano sob DMT. Consideramos estatisticamente significativo um valor de p<0.05.Resultados: Foi encontrada uma diferença estatisticamente significativa entre grupos no número de lesões difusas com bordos mal definidos ponderadas em T2 (T2 WI) (p=0.015). A média da pontuação na Expanded Disability Status Scale (EDSS) após 1 ano sob DMT foi mais baixa nos doentes com POMS (1.6±0.8) comparativamente aos doentes com AOMS (2.3±0.8; p=0.032). Comparativamente aos doentes sob tratamento com Natalizumab, os doentes sob interferão beta apresentaram uma probabilidade 12 vezes superior de não atingir o estado de NEDA-3 ao fim de 1 ano (p=0.029).Conclusão: Os resultados deste estudo reforçam a necessidade de uma abordagem terapêutica agressiva em doentes com POMS, podendo tal inclusivamente cursar com a prescrição de fármacos de 2ª linha, tendo em conta que este grupo de doentes está propenso a atingir altos níveis de incapacidade a longo prazo.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89785
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese FINAL Sara Carvalho (REV FP + JP + FP).pdf1.37 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Oct 1, 2020

Download(s)

1
checked on Oct 1, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons