Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89782
Title: Avaliação da gravidade de lesões coronárias intermédias por guia de pressão em doentes transplantados cardíacos: tão precisa como nas lesões em coração nativo?
Other Titles: Invasive functional assessment of intermediate severity coronary lesions in patients with heart transplantation: is it such acurate as in native heart lesions?
Authors: Ribeiro, Márcia Isabel Cardoso
Orientador: Jorge, Elisabete Sofia Azenha Balhau
Alves, Patrícia Marques
Keywords: Lesões coronárias intermédias; Reserva de fluxo fraccionada; Avaliação funcional invasiva; Transplante cardíaco; Vasculopatia do enxerto cardíaco; Intermediate coronary lesions; Fractional flow reserve; Invasive functional evaluation; Heart transplantation; Cardiac allograft vasculopathy
Issue Date: 6-Jun-2019
Serial title, monograph or event: Avaliação da gravidade de lesões coronárias intermédias por guia de pressão em doentes transplantados cardíacos: tão precisa como nas lesões em coração nativo?
Place of publication or event: Laboratório de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Abstract: Introdução e objetivosA doença coronária é a causa mais importante de morbimortalidade após o transplante cardíaco. A avaliação funcional invasiva tem revelado maior precisão na classificação das lesões coronárias, comparativamente com a avaliação baseada apenas na angiografia coronária e encontra-se bem validada na população de não transplantados cardíacos. Contudo, na população de transplantados cardíacos, a evidência científica relativa à avaliação funcional invasiva de lesões coronárias intermédias limita-se à publicação de casos clínicos isolados.Este estudo tem dois objetivos principais: 1) análise retrospetiva de todos os casos em que foi utilizada avaliação funcional em doentes transplantados cardíacos no nosso centro e 2) criação de um protocolo prospetivo para avaliação por iFR da gravidade de lesões intermédias em doentes transplantados cardíacos.MétodosFoi analisada retrospetivamente uma base de dados, previamente anonimizada, que inclui doentes transplantados cardíacos em seguimento angiográfico no Laboratório de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra – Hospitais da Universidade de Coimbra. Este estudo analisou os doentes com pelo menos uma lesão coronária submetida a avaliação funcional por FFR ou iFR desde janeiro de 2014 até abril de 2018. Foi criado um protocolo de avaliação funcional de lesões coronárias intermédias em doentes transplantados cardíacos, com vista ao desenvolvimento de um estudo prospetivo e multicêntrico.ResultadosA prevalência de doença coronária na nossa população de doentes transplantados cardíacos foi de 32%. Dos 39 doentes com doença coronária identificada por angiografia, 9 foram submetidos a avaliação funcional por FFR/iFR. Este procedimento decorreu com sucesso e sem complicações em todos os casos. Obtiveram-se resultados positivos para isquémia em 5 das lesões avaliadas, tendo sido estas submetidas a angioplastia coronária. Cinco doentes tinham lesões funcionalmente não significativas, tendo sido orientados para tratamento conservador. Durante o seguimento clínico destes doentes, não ocorreu nenhuma morte de causa cardiovascular nem nenhuma síndrome coronária aguda.Construímos um protocolo prospetivo para avaliação por iFR da gravidade de lesões intermédias em doentes transplantados cardíacos, com o objetivo de validar a utilização desta técnica e o respetivo limiar de deteção nesta população específica de doentes.ConclusõesNesta população específica de doentes transplantados cardíacos, a avaliação funcional invasiva decorreu com sucesso e sem complicações em todos os casos. As lesões funcionalmente significativas foram tratadas por angioplastia e as negativas foram orientados para terapêutica médica otimizada. Durante o seguimento clínico destes doentes, não se verificou nenhuma síndrome coronária aguda nem nenhuma morte de causa cardiovascular, evidenciando a segurança da avaliação funcional invasiva neste contexto. Estes resultados necessitam de validação por um estudo prospetivo de dimensão adequada.
Introduction and objectivesCoronary artery disease is the most significant cause of morbidity and mortality after cardiac transplantation. Invasive functional evaluation has revealed a greater precision in the classification of coronary lesions compared to the evaluation based on coronary angiography alone, and is well validated in the non-transplanted cardiac population. However, in the cardiac transplant population, the scientific evidence regarding the invasive functional evaluation of intermediate coronary lesions is limited to the publication of isolated clinical cases.This study has two main objectives: 1) retrospective analysis of all cases where functional evaluation was used in cardiac transplant patients at our center and 2) creation of a prospective protocol for iFR assessment of the severity of intermediate lesions in cardiac transplant patients.MethodsWe retrospectively analyzed a database, previously anonymized, that included transplanted cardiac patients in an angiographic follow-up at the Laboratory of Hemodynamics and Interventional Cardiology of the University Hospital Center of Coimbra – University Hospitals of Coimbra. This study looked at patients with at least one coronary lesion undergoing functional evaluation by FFR or iFR from January 2014 to April 2018. A protocol for the functional evaluation of intermediate coronary lesions in cardiac transplant patients was designed for the development of a prospective and multicenter study.ResultsThe prevalence of coronary artery disease in our population of cardiac transplant patients was 32%. Of the 39 patients with coronary disease identified by angiography, nine underwent FFR/iFR functional evaluation. This procedure was successful and uncomplicated in all cases. Positive ischemia results were obtained in 5 of the lesions evaluated, and these were submitted to coronary angioplasty. Five patients had functionally insignificant lesions and were assigned conservative treatment. During the clinical follow-up of these patients, no cardiovascular death or acute coronary syndrome occurred.We constructed a prospective protocol for iFR assessment of the severity of intermediate lesions in cardiac transplant recipients in order to validate the use of this technique and its detection threshold in this specific population of patients.ConclusionsIn this specific population of cardiac transplant patients, invasive functional evaluation was successful and uncomplicated in all cases. Functionally significant lesions were treated by angioplasty; insignificant lesions were treated with and optimized medical therapy. Invasive functional evaluation was found to be safe in this context, as demonstrated by the fact that no patient was found to have acute coronary syndrome or cardiovascular death during follow up. These results will need validation by a prospective study of adequate size.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89782
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese_Márcia Ribeiro.pdf749.17 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

2
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

1
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons