Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89759
Title: "Effect of ultrasound tooth preparation in micro-tensile bond strength using different adhesive strategies"
Other Titles: "Efeito da preparação dentária ultrassónica na resistência adesiva por microtração utilizando diferentes estratégias adesivas"
Authors: Carneiro, Elsa Cristina Reis
Orientador: Guerra, Fernando Alberto Deométrio Rodrigues Alves
Almeida, Rui Isidro Falacho da Fonseca
Keywords: Preparo da Cavidade Dentária; Camada de Esfregaço; Ultrassom; Colagem Dentária; Resistência à Tração; Dental Cavity Preparation; Smear Layer; Ultrasonics; Dental Bonding; Tensile Strength
Issue Date: 17-Jul-2019
Serial title, monograph or event: "Effect of ultrasound tooth preparation in micro-tensile bond strength using different adhesive strategies"
Place of publication or event: Área de Medicina Dentária da FMUC
Abstract: Introdução: Preparações dentárias intracoronárias ou extracoronárias são convencionalmente realizadas com brocas diamantadas. No entanto, esses instrumentos possuem algumas limitações, daí novos dispositivos terem sido propostos, tal como instrumentos ultrassónicos. Esta nova tecnologia parece ser vantajosa, à luz da literatura atual, no que concerne à morfologia da superfície dentária, embora a sua influência nos procedimentos adesivos ainda precise de mais estudos. O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar duas técnicas distintas de preparação dentária (pontas diamantadas CVD vs brocas diamantadas convencionais), quanto à adesão dentinária obtida com duas estratégias distintas (autocondicionamento vs condicionamento total), por meio de um teste de resistência adesiva por microtração (μTBS).Materiais e métodos: Um total de 16 molares permanentes intactos foram recolhidos e divididos em duas metades com um disco de diamante. Em seguida, foram distribuídos em quatro grupos, de acordo com o método de preparação e o sistema adesivo utilizado. Depois, uma metade foi preparada com a ponta CVD e a outra com uma broca diamantada. Um único operador realizou todas as preparações dentárias e todos os procedimentos restauradores. Em seguida, os dentes foram seccionados para obtenção de bastonetes uniformes que foram então submetidos ao teste de microtração (μTBS), utilizando uma máquina de testes universal. A análise estatística dos valores obtidos foi realizada pelos testes Shapiro-Wilk e Leven. A influência de ambas as variáveis foi analisada utilizando Two-way ANOVA. Resultados: Não houve diferenças estatisticamente significativas entre os valores médios de força de adesão no que toca ao sistema adesivo (F (1,24) = 1,004, p = 0,326), nem quanto ao tipo de corte (F (1,24) = 2,505, p = 0,127), nem no que diz respeito à interação entre os dois fatores (F (1,24) = 0,040, p = 0,840). Conclusão: Ambas as estratégias adesivas apresentaram valores similares de μTBS, portanto podem ser igualmente eficazes independentemente da técnica de preparação. Em relação ao método de preparação, os grupos em que foram utilizados instrumentos ultrassónicos apresentaram os maiores valores de força de adesão, independentemente da estratégia adesiva, embora sem significância estatística. É imprescindível a realização de mais estudos, com aplicação de metodologias standard, para clarificar as relações entre as variáveis testadas.
Introduction: Intracoronal or extracoronal tooth preparations are conventionally performed with diamond burs. However, these instruments have some limitations, thus new devices have been suggested, such as ultrasonic instruments. This new technology seems advantageous throughout the available literature regarding tooth surface morphology, yet its influence on bonding procedures still needs further research. The aim of this study was to evaluate and compare two different tooth preparation techniques (CVD diamond ultrasound tips vs conventional diamond burs) regarding the dentin adhesion obtained with two different strategies (self-etch vs etch-and-rinse) by means of micro-tensile bond strength testing (μTBS). Materials and Methods: A total of 16 intact permanent molars were collected and divided into two halves by a diamond disk. Then they were distributed into four groups, according to the preparation method and adhesive system used. Afterwards, one half of each tooth was prepared with the CVD tip and the other with a diamond bur. A single operator carried out all tooth preparations, as well as all restoration procedures. Then, the teeth were sectioned to obtain uniform sticks that were then submitted to micro-tensile testing (μTBS) using a universal testing machine. Data statistical analysis was performed using Shapiro-Wilk and Leven test. The influence of both variables was analyzed using Two-way ANOVA. Results: There were no statistically significant differences between the means of micro-tensile bond strength concerning the adhesive system (F (1,24) = 1.004, p = 0.326), nor regarding the type of cut (F (1,24) = 2,505, p = 0.127), neither in what concerns to the interaction between both factors (F (1,24) = 0.040, p = 0.840). Conclusions: Both adhesive strategies presented similar μTBS values and therefore might be equally effective regardless the preparation technique. Concerning the preparation method, ultrasound groups showed the highest values of micro-tensile bond strength independently of the adhesive strategy, although not statistically significant. Further studies in this line of research are needed with standardized experimental protocols to establish clear relations between the evaluated parameters.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89759
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
FINAL.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

6
checked on Sep 17, 2020

Download(s)

6
checked on Sep 17, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons