Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89660
Title: As Doenças Neuromusculares nas Publicações oficiais dos Congressos da Sociedade Portuguesa de Neurologia (Sinapse) e da Sociedade Portuguesa de Estudos de Doenças Neuromusculares
Other Titles: Neuromuscular Diseases in the official publications of the Portuguese Society of Neurology Meetings(Sinapse) and of the Portuguese Society for the Study of Neuromuscular Diseases
Authors: Miranda, Gonçalo Nuno Rei
Orientador: Negrão, Luís Jorge Mendonça Peres
Keywords: Sociedade Portuguesa de Neurologia; Sociedade Portuguesa de Estudos de Doenças Neuromusculares; Revista Sinapse; Doenças neuromusculares; Neuropatias; Portuguese Society of Neurology; Portuguese Society for the Study of Neuromuscular Diseases; Sinapse journal; Neuromuscular diseases; Nneuropathies
Issue Date: 23-May-2019
Serial title, monograph or event: As Doenças Neuromusculares nas Publicações oficiais dos Congressos da Sociedade Portuguesa de Neurologia (Sinapse) e da Sociedade Portuguesa de Estudos de Doenças Neuromusculares
Place of publication or event: Portugal, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Faculdade de Medicina
Abstract: Introduction: Neuromuscular diseases are a major cause of diminished quality of life and some of them have a direct impact on life expectancy. Despite a better understanding of neuromuscular diseases and of their pathophysiological mechanisms, treatment possibilities are often reduced and limited to conservative measures.In recent years, an increasing interest in neuromuscular diseases has developed. Following this interest, the number of scientific journals and meetings dedicated exclusively to neuromuscular diseases has grown exponentially.The interest in knowing how, how often and which neuromuscular diseases are reported in neurological meetings dedicated exclusively to neuromuscular diseases, such as the congresses of Portuguese Society for the Study of Neuromuscular Diseases (SPEDNM), or in the more general meetings of neurological societies, such as the Portuguese Society of Neurology (SPN), prompt to the development of this project.Material and Methods: Analysis and accounting of the scientific communications published in Sinapse, official publication of the SPN, from its first number (number 0) in 2001, and in the Books of the Congress of the SPEDNM, since 2000, date of the first meeting.Results: At SPN meetings, neuromuscular diseases were the second most frequently reported theme, with a total of 526 scientific communications (13.22% of a total value of 3980). The scientific communications were presented as posters 324 times (62%), as oral communications 169 times (32.13%) and as a scientific article 33 times (6.27%). Peripheral neuropathies were the most frequently reported type of neuromuscular disease with a total of 260 scientific communications (47.7%).The evolution of the number of scientific communications on neuromuscular diseases has followed the general trend of a progressive increase in the number of publications from 2001 to to the present (169 communications in 2001 and 244 communications in 2018).In the SPEDNM Congresses, only posters presentations of the scientific communications were admitted. The total number of posters was 143 and muscle diseases were the most frequently type reported (n=61). The number of posters in each of the six congresses did not show significant variations, not being observed the tendency of increase that occurred in the last years of the SPN meetings.Conclusion: Scientific communications on neuromuscular diseases have contributed significantly to the scientific quality of the SPN meetings, not only in terms of numbers but also in terms of their scientific quality.
Introdução: As doenças neuromusculares são uma causa importante de diminuição da qualidade de vida dos doentes e algumas doenças têm um impacto direto na esperança de vida. Apesar de um melhor conhecimento das doenças neuromusculares e dos seus mecanismos fisiopatológicos, as possibilidades de tratamento são, em muitos casos, reduzidas e limitadas a medidas conservadoras.Nos últimos anos, tem-se observado um interesse crescente sobre as doenças neuromusculares e o número de revistas e reuniões científicas dedicadas exclusivamente às doenças neuromusculares têm crescido de forma exponencial.O interesse em saber quais são, como são e com que frequência são comunicadas as doenças neuromusculares nos fóruns nacionais de neurologia, como são as reuniões da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN), e naquelas dedicadas exclusivamente às doenças neuromusculares, como é o caso dos congressos da Sociedade Portuguesa de Estudos de Doenças Neuromusculares (SPEDNM), levaram à realização deste trabalho.Material e Métodos: Análise e contabilização das comunicações científicas publicadas na Sinapse, órgão oficial da SPN, a partir do seu primeiro número (número 0) em 2001, e nos Livros do Congresso da SPEDNM, desde a realização do primeiro congresso em 2000, e, em ambos os casos, até à atualidade.Resultados: Nas reuniões da SPN (Congressos e Fóruns), as doenças neuromusculares foram o segundo tema mais frequentemente comunicado, com um total de 526 comunicações científicas (13,22% de um valor total de 3980). As comunicações científicas foram apresentadas em cartaz 324 vezes (62%), como comunicação oral 169 vezes (32,13%) e como artigo científico 33 vezes (6,27%). As neuropatias periféricas foram o tipo de patologia mais frequentemente publicado, num total de 260 vezes (47,7%).A evolução do número de comunicações científicas sobre doenças neuromusculares acompanhou a tendência geral de aumento progressivo do número de publicações desde 2001 até à atualidade, 169 comunicações em 2001 e 244 comunicações em 2018.Nos Congressos da SPEDNM só é admitida a apresentação das comunicações científicas na forma de cartaz. Nos 6 congressos realizados, o número total de cartazes foi de 143 e o tema doenças musculares foi o mais frequente (n=61). O número de cartazes em cada um dos seis congressos não apresentou variações significativas, não se observando a tendência de aumento que se verificou nas reuniões da SPN.Conclusão: As comunicações científicas sobre as doenças neuromusculares têm contribuído de forma significativa para a qualidade científicas das reuniões da SPN, não só pelo seu número, mas também pela sua qualidade científica.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89660
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho Final MIM.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

28
checked on Nov 23, 2020

Download(s)

7
checked on Nov 23, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons