Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89604
Title: Autonegligência no Idoso
Other Titles: Elder Self-Neglect
Authors: Lagoa, Marta Celestina Grácio
Orientador: Mateus, José Eduardo Granada
Verissimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: idosos; autonegligência; autocuidado; elderly; self-neglect; self-care
Issue Date: 6-Jun-2019
Serial title, monograph or event: Autonegligência no Idoso
Place of publication or event: FMUC
Abstract: Introdução: A autonegligência apresenta-se como um sério e crescente problema de saúde pública que ameaça a saúde e segurança das pessoas idosas. Caracteriza-se por ser uma entidade de definição imprecisa, com múltiplas manifestações e consequências adversas associadas, especialmente para o idoso. Objetivos: Esta revisão da literatura sobre o tema da autonegligência nos idosos, surge com o objetivo de abordar a falta de consenso quanto à definição deste conceito, a multiplicidade de manifestações que dele podem advir, os vários modelos explicativos existentes, a sua prevalência e os diferentes fatores de risco e consequências associadas. Destacam-se, também, dilemas éticos com que os profissionais de saúde se deparam, muitas vezes, quando confrontados com esta problemática, bem como questões relacionadas com o papel dos mesmos no seu diagnóstico e prevenção, abordando, assim, diversas estratégias de avaliação da autonegligência e potenciais medidas de intervenção. Materiais e Métodos: Para o efeito, reviu-se e analisou-se a literatura médica sobre a autonegligência nos idosos, através de uma pesquisa na base de dados PubMed, com a finalidade de encontrar estudos e artigos de revisão acerca do tema da autonegligência nos idosos, para fazer uma análise crítica do mesmo.Resultados: Como o número e proporção de pessoas idosas está a aumentar cada vez mais, também o número de casos de autonegligência nesta população tem vindo a aumentar. Constatou-se que este tema se apresenta como um grande desafio quer ao nível da identificação quer ao nível da intervenção médica aquando da suspeita de autonegligência no idoso. Apesar disso, uma abordagem multidisciplinar nestas situações tem-se demonstrado eficaz. Porém, há evidências de que estes profissionais apresentam falta de treino e conhecimento nesta área. Acresce a isso a falta de protocolos com diretrizes específicas que permitam um diagnóstico, orientação e relato destas situações. O facto de não existir uma definição universal para este conceito, assim como, a inconsistência metodológica nas várias pesquisas, também dificulta a sua compreensão, investigação e mensuração.Conclusão: Mais estudos devem ser realizados para aumentar os conhecimentos médicos sobre este tema, de modo a poder incentivar a uma melhor consciencialização e formação destes profissionais bem como dos demais envolvidos, para que, deste modo, possam estar mais aptos e capazes de identificar, reconhecer e atuar nestas situações. Palavras-chave: “idosos”; “autonegligência”; “autocuidado”
Introduction: Self-neglect presents itself as a serious and growing public health problem that threatens older people’s health and safety. Its definition is unclear, because of its multiple manifestations and because it is related to adverse consequences, especially for the elderly.Objectives: This review on the literature that theorizes elder self-neglect intends to reflect about the lack of consensus on the definition of this concept. It also intends to systematize the several manifestations related to self-neglect, the known explaining models as well as the risk factors and consequences associated to it. This study will highlight ethical dilemmas with which health professionals often have to deal with, as well as issues related to their role in its diagnosis and prevention. Different self-neglect evaluation strategies and potential intervention measures will also be taken into account throughout the review.Material and Methods: Keeping these purposes in mind, medical literature about elder self-neglect will be reviewed and analyzed through a research in the PubMed database. This strategy will help one to find studies and review articles on the subject of elder self-neglect, in order to develop the aimed critical analysis on the theme.Results: The number of elderly people is increasing everyday as well as the number of self-neglect cases in this age group. It was concluded that this theme presents itself as a huge challenge in what regards the medical intervention when the professional suspects that she/he is facing a case of elder self-neglect. Nevertheless, a multidisciplinary approach in these situations has been shown to be effective. However, it is also clear that these professionals have lack of training and knowledge in this area and that there is lack of protocols with specific guidelines to allow a diagnosis, guidance and reporting of these situations. The inexistence of a universal definition for this concept, as well as the methodological inconsistency in different surveys also makes it difficult to understand research and measure it.Conclusion: More studies should be developed to increase medical knowledge on this topic, in order to promote a better awareness and training of these professionals and other people involved. This way it would be easier to identify, recognize and act in these situations.Key-words: “elderly”; “self-neglect”; “self-care”.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89604
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Autonegligência no Idoso.pdf602.77 kBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

15
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

1
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons