Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89532
Title: Malnutrição e anemia em crianças dos 6 aos 59 meses na Região Autónoma do Príncipe e sua relação com a saúde materna
Other Titles: Malnutrition and anemia in children aged 6 to 59 months in the Autonomous Region of Príncipe and its relation to maternal health
Authors: Silva, Carina Daniela Castro e
Orientador: Santos, Lélita Conceição
Keywords: Malnutrição; Anemia; Crianças; Saúde Materna; Região Autónoma do Príncipe; Malnutrition; Anemia; Children; Maternal Health; Autonomous Region of Príncipe
Issue Date: 17-May-2019
Serial title, monograph or event: Malnutrição e anemia em crianças dos 6 aos 59 meses na Região Autónoma do Príncipe e sua relação com a saúde materna
Place of publication or event: Região Autónoma do Príncipe
Abstract: Introdução: A malnutrição e anemia são fatores preponderantes para a morbilidade em crianças em todo o mundo, especialmente nos países com baixos rendimentos. Um dos principais objetivos deste estudo foi determinar os diferentes tipos de malnutrição e anemia nas crianças dos 6 aos 59 meses na Região Autónoma do Príncipe e, ainda, explorar a sua associação com a saúde materna.Métodos: Estudo transversal realizado em agosto de 2018, incluindo 218 crianças dos 6 aos 59 meses que recorreram aos serviços de saúde. O estado nutricional foi avaliado usando os z-scores do peso para estatura/comprimento, peso para idade e estatura/comprimento para a idade, e a concentração de hemoglobina foi determinada usando um sistema portátil de análise de hemoglobina.Resultados: A prevalência de desnutrição aguda foi de 3,7%, desnutrição crónica de 12,8%, baixo peso de 6%, excesso de peso 3,7% e obesidade 0,9%. A prevalência de anemia foi de 83%, sendo o grau moderado o mais frequente. A desnutrição aguda foi mais frequente nas roças (p<0,01, OR=6,3), quando se efetuou menos consultas no período pré-natal (p<0,01, OR=7,9) e consumo de álcool durante a gravidez (p<0,05 OR=4,4). O baixo peso ao nascer foi significativamente associado à desnutrição crónica (p<0,01, OR=5,7) e baixo peso (p<0,01, OR=11.0). A idade das crianças, ter tido tosse e febre nas últimas duas semanas, desparasitação nos últimos seis meses, literacia das mães e a não existência de instalações sanitárias foram significativamente associados à anemia das crianças em estudo.Discussão/Conclusão: A prevalência da anemia da Região Autónoma do Príncipe é muito elevada, destacando-se a importância da suplementação vitamínicas das crianças dos 6 aos 59 meses. Além disso, o presente trabalho destaca a importância da educação materna de forma a melhorar as condições nutricionais e da anemia, tanto das mães como das crianças.
Introduction: Malnutrition and anemia are major factors in morbidity in children worldwide, especially in low-income countries. The main objective of this study was to determine the different types of malnutrition and anemia among children aged 6 to 59 months in the Autonomous Region of Príncipe and to explore their association with maternal health.Methods: A cross-sectional study was conducted in August 2018, including 218 children aged 6 to 59 months who used health services. Nutritional status was assessed using z- scores of weight for height/length, weight for age and height/length for age, and hemoglobin concentration was determined using a portable hemoglobin analysis system.Results: The prevalence of acute malnutrition was 3.7%, chronic malnutrition 12.8%, low weight 6%, overweight 3.7% and obesity 0.9%. The prevalence of anemia was 83%, with a moderate degree being the most frequent. Acute malnutrition was more frequent in rural areas (p<0.01, OR=6.3), when there were fewer visits in the prenatal period (p<0.01, OR=7.9) and when there was alcohol consumption during pregnancy (p<0.05 OR=4.4). Low birth weight was significantly associated with chronic malnutrition (p<0.01, OR=5.7) and low weight (p<0.01, OR=11.0). The anemia of the children under study was significantly associated with the children’s age, having had a cough and a fever in the last two weeks, deworming in the last six months, the level of literacy of their mothers and the lack of sanitary facilities.Discussion/Conclusion: The prevalence of anemia in Autonomous Region of Príncipe is very high, highlighting the importance of vitamin supplementation in children aged 6 to 59 months. In addition, the present study emphasizes the importance of maternal education in order to improve nutritional and anemia conditions for both mothers and children.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/89532
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese_Carina_Silva.pdf858.15 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

10
checked on Nov 24, 2020

Download(s)

1
checked on Nov 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons