Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/88401
Title: Fitoterapia no tratamento e como potencial terapêutico da psoríase em placas
Other Titles: Phytotherapy in the treatment of plaque psoriasis and its therapeutic potencial
Authors: Gomes, Mariana Fontana Marques
Orientador: Carrondo, Ana Paula
Gonçalves, Carla Antunes Lopes
Gonçalves, Maria José de Pinho Ferreira Miguel
Keywords: Psoríase; Citocinas; Gestão; Fitoterapia; Plantas medicinais; Psoriasis; Cytokines; Management; Phytotherapy; Medical herbs
Issue Date: 11-Sep-2019
Serial title, monograph or event: Fitoterapia no tratamento e como potencial terapêutico da psoríase em placas
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra; Farmácia Holon Campo Grande; Centro Hospitalar Lisboa Norte
Abstract: The skin is the major portion of the human body and it occupies an area of about 2 m2. This organ plays many vital functions for the body and it has three layers (epidermis, dermis and hypodermis). Psoriasis, one of the five most common worldwide skin illnesses, is a chronic systemic and inflammatory disease, whose development occurs on the epidermis (most superficial layer of the skin) and it is characterised by an abnormal epidermis cells proliferation. The etiology of this illness is uncertain, but there are many scientific evidences that proves the influence of environmental and genetic factors on the onset and worsening of psoriasis. Psoriasis may manifest itself in different ways, but, in all cases, the lesions have a negative physical and psychological burden on the patient, which forces health professionals to take a proactive attitude on the holistic analysis of each patient. Through pharmacological and non-pharmacological therapies, clinicians can do their best to manage this illness and all its comorbidities. This procedure may be essential for the life quality of patients. However, for many reasons, a big number of patients don’t feel satisfied with the results obtain by the traditional therapies and, because of this, they use phytotherapy as an alternative therapy for the management of psoriasis. Phytotherapy and the use of medical herbs for the treatment of diseases are practices with thousands of years of history. Nowadays, this practice has becoming very popular. Medical herbs have many compounds (secondary metabolites) with therapeutic activity. These molecules act in a synergistic way and in different therapeutic targets. Salicylic acid and psoralen are two active substances that are already use in conventional psoriasis treatment. On the other hand, Mahonia aquifolium P., Baphicacanthus cusia (Nees) Bremek and Aloe vera L. are three medical herbs that have been shown to have an effective role in the treatment of plaque psoriasis.
A pele corresponde à maior porção do corpo humano e ocupa uma área de cerca de 2 m2. Este órgão desempenha várias funções vitais para o organismo e é constituído por três camadas (epiderme, derme e hipoderme). A psoríase, uma das cinco doenças mais comuns da pele com impacto mundial, é uma doença inflamatória crónica sistémica, que se desenvolve ao nível da epiderme (camada mais superficial da pele) e caracteriza-se por uma proliferação anormal das células que constituem esta camada. A etiologia da doença é incerta, mas existe evidência científica que comprova a influência de fatores ambientais e genéticos na indução e/ou exacerbação da psoríase. A doença psoriática pode manifestar-se de diferentes formas, mas, em todos os casos, as lesões incutem na psoríase uma carga física e psicológica negativa para o doente, o que obriga os profissionais de saúde a adotar uma postura pró-ativa na análise holística de cada doente. Através de medidas farmacológicas e não farmacológicas, esta postura permitirá gerir a patologia e todas as comorbidades associadas da melhor forma e garantir a máxima qualidade de vida para o doente com psoríase. No entanto, um grande número de doentes, por diversas razões, sente-se insatisfeito com os resultados obtidos através destas estratégias terapêuticas e recorrem à fitoterapia com o objetivo de tentar gerir a sua patologia. A fitoterapia e o uso de plantas medicinais para o tratamento de doenças são práticas com milhares de anos e a sua utilização têm-se tornado cada vez mais popular. As plantas medicinais são constituídas por um grande número de componentes (metabolitos secundários) com atividade terapêutica. Estas moléculas atuam de forma sinérgica e em diferentes alvos terapêuticos. O ácido salicílico e o psoraleno são duas substâncias ativas já utilizadas no tratamento convencional da psoríase e, por outro lado¸ as plantas Mahonia aquifolium P., Baphicacanthus cusia (Nees) Bremek e Aloe vera L. mostraram ter potencial para o tratamento eficaz da psoríase em placas.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/88401
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Mariana Fontana- Relatórios de estágio e Monografia v. FINAL.pdf3.34 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

982
checked on Oct 21, 2021

Download(s) 50

537
checked on Oct 21, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons