Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/88345
Title: Microbioma Associado às Doenças Intestinais
Other Titles: Microbiome Associated with Bowel Diseases
Authors: Leal, Melany Pereira
Orientador: Ramos, Joana Anastácio
Cardoso, Olga Maria Antunes Rodrigues Carvalho
Monteiro, Paulo Jorge da Silva
Keywords: Microbioma; Doença Inflamatória Intestinal; Doença de Crohn; Colite Ulcerosa; Disbiose; Microbiome; Inflammatory Bowel Disease; Crohn´s Disease; Ulcerative Colitis; Dysbiosis
Issue Date: 17-Sep-2019
Serial title, monograph or event: Microbioma Associado às Doenças Intestinais
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra; Farmácia S. José e BASI
Abstract: Durante todo o ciclo de vida o Homem é colonizado por diversos microrganismos comensais os quais, em conjunto com os seus genes, constituem o microbioma. As funções e vias metabólicas codificadas pelo core do microbioma são essenciais na manutenção da homeostasia. Em ordens de magnitude, o microbioma humano é muito maior do que o genoma humano, influenciando profundamente os estados de saúde e doença de diversas formas. Os avanços na compreensão da dinâmica do microbioma e a crescente evolução nos métodos de sequenciação do DNA têm levado à descoberta do seu impacto em diversas patologias, incluindo a Doença Inflamatória Intestinal (DII).A DII caracteriza-se por um estado de inflamação crónico e recorrente no trato gastrointestinal (TGI). Embora a etiologia seja desconhecida, sabe-se que a microbiota intestinal em associação com o sistema imunitário, desempenham um papel crucial no desenvolvimento da doença. Os fatores genéticos e ambientais podem potenciar a transição entre a homeostasia e a patologia. As alterações em termos de composição e número de bactérias, definido como disbiose, é comum entre os doentes com DII, sendo atualmente reconhecido como um elemento chave no processo inflamatório. Dada a importância do microbioma no contexto da DII, a maior parte das investigações tem-se focado na compreensão das variações das comunidades microbianas quando expostas a diversos fatores. Estudos mais recentes têm estendido a sua pesquisa ao componente não bacteriano, isto é, fungos e vírus. A constante inefetividade das terapêuticas convencionais eleva a necessidade do desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas. Nesse sentido, a modulação do microbioma poderá constituir uma nova era no tratamento da DII.
Throughout its entire life cycle, humans are colonized by several commensal microorganisms, which combined with their genes, constitute the microbiome. The functions and metabolic pathways encoded by the microbiome core are essential in maintaining homeostasis. In orders of magnitude, the human microbiome is much bigger than the human genome, profoundly influencing health and disease status in many ways. Advances in understanding the dynamics of the microbiome and the increasing evolution in DNA sequencing methods have led to the discovery of its impact on various pathologies, including inflammatory bowel disease (IBD).IBD is characterized by a state of chronic and recurrent inflammation in the gastrointestinal tract. Although the etiology is unknown, it is known that the intestinal microbiota in association with the immune system, play a crucial role in the development of the disease. Genetic and environmental factors may enhance the transition between homeostasis and pathology. Changes in bacterial composition and number, defined as dysbiosis, are common among IBD patients and are currently recognized as key elements in the inflammatory process.Given the importance of the microbiome in the context of IBD, most investigations have focused on understanding the variations of microbial communities when exposed to various factors. More recent studies have extended their research to the nonbacterial component, i.e. fungi and viruses.The constant ineffectiveness of conventional therapies raises the need for the development of new therapeutic approaches, hence microbiome modulation may constitute a new era in the treatment of IBD.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/88345
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Melany Pereira Leal.pdf2.77 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

163
checked on Oct 14, 2021

Download(s)

25
checked on Oct 14, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons