Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/868
Title: Fibrose hepática alcoólica: Contribuição para o estudo do papel do TGF-ß
Authors: Santos, Rui Manuel de Carvalho Marques dos 
Keywords: Medicina Interna
Issue Date: 1995
Abstract: A fibrose hepática é a resposta à agressão crónica do fígado pelas mais variadas etiologias, incluindo o álcool, sobrecarga hereditária de metais, infecções crónicas virais e helmínticas. Os mecanismos celulares subjacentes parecem ser comuns às várias agressões e a resposta hepática um paradigma da cicatrização parenquimatosa dos tecidos. Caracteriza-se por um aumento dos constituintes da matriz extracelular, os quais, colectivamente formam a cicatriz. Actualizam-se os conceitos sobre a matriz extracelular e a composição da matriz no fígado normal e alterações sofridas quando cirrótico, identificam-se as células produtoras da matriz, as transformações necessárias à produção dos seus componentes, com especial destaque para a célula de Ito, e os mecanismos reguladores da sua síntese. O TGF-ß citocina central ao processo fibrótico, aumenta a fibrogénese, produção de matriz extracelular, enquanto reprime a fibrólise, destruição da matriz; existindo em três isoformas distintas, demonstra-se a expressão aumentada de mRNA de todas as isoformas, na doença hepática alcoólica, recorrendo à técnica de RT-PCR e detecção do sinal por imagem fluorescente. Analisadas as diferentes fases da doença hepática alcoólica verificou-se a existência de diferentes padrões para cada uma das isoformas. Estudado pelo mesmo processo o NF-kB, factor de transcrição nuclear, não apresentou diferenças significativas. Demonstra-se a necessidade de considerar a fibrose hepática como quadro nosológico da doença hepática alcoólica, através da análise de casos individuais e uma base de dados com 8032 casos. Revê-se os métodos para o diagnóstico da fibrose hepática e avalia-se a utilidade da determinação sérica do peptídeo aminoterminal do pró-colagénio III (PIIINP). Apresentam-se os resultados de um estudo sobre a eficácia da colchicina na terapêutica da fibrose e concluí-se pela sua utilidade, talvez superior nos doentes que não consigam suspender por completo a ingestão alcoólica.
URI: http://hdl.handle.net/10316/868
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

160
checked on Jul 7, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.