Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/86537
Title: Estudo de diferentes abordagens terapêuticas no cancro do colo do útero
Other Titles: Study of different therapeutic approaches in cervical cancer
Authors: Duarte, Adriana Jesus Martins 
Orientador: Abrantes, Ana Margarida Coelho
Moreira, João Nuno Sereno Almeida
Keywords: cancro do colo do útero; quimioterapia; radioterapia; docetaxel; cisplatina; cervical cancer; chemotherapy; radiotherapy; docetaxel; cisplatin
Issue Date: 28-Feb-2019
Serial title, monograph or event: Estudo de diferentes abordagens terapêuticas no cancro do colo do útero
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia e Instituto de Biofísica da Faculdade de Medicina, da Universidade de Coimbra
Abstract: O cancro do colo do útero tem sido considerado um importante problema de saúde, sendo o quarto cancro mais incidente nas mulheres a nível mundial. A taxa de mortalidade tem diminuído devido aos programas de rastreio e pela deteção da doença em estádios cada vez mais precoces. Para além disso, o acesso a terapias eficazes, nomeadamente a radioterapia externa, a braquiterapia e a quimioterapia contribuem para a diminuição dos casos de morte por este cancro, principalmente nos países desenvolvidos. Em casos de cancro avançado a quimioterapia, com base em cisplatina concomitante com radioterapia, constitui um regime terapêutico padrão amplamente usado e eficaz. No entanto, algumas doentes revelam resistência à cisplatina, que juntamente com os efeitos adversos limitam a sua aplicação clínica nestes casos. O potencial quimioterapêutico do docetaxel tem sido avaliado no cancro do colo do útero, nomeadamente a sua aplicação seguida de radioterapia ou em conjunto com cisplatina concomitante com a irradiação. Com base no seu mecanismo de ação e na sua possível aplicação como radiossensibilizador, devem realizar-se mais estudos de citotoxicidade e de combinações terapêuticas. Neste contexto, o nosso estudo teve como principal objetivo avaliar o efeito citotóxico de diferentes abordagens terapêuticas, nomeadamente da cisplatina, do docetaxel e da radiação ionizante na linha celular HeLa, de adenocarcinoma do colo do útero. Assim, pretendeu-se avaliar o efeito antiproliferativo da cisplatina e do docetaxel, bem como o efeito da radiação ionizante na sobrevivência celular. O efeito na viabilidade e morte celulares, na progressão do ciclo celular, no stresse oxidativo da célula e o efeito do inibidor do radical hidroxilo também foram alvo deste estudo. Para a realização dos vários ensaios recorreu-se a várias técnicas, sendo elas, o ensaio de sulforrodamina B, o ensaio clonogénico, a citometria de fluxo e a microscopia ótica. Os estudos de citotoxicidade demonstram o efeito antiproliferativo tanto da cisplatina como do docetaxel, bem como o efeito da radiação na diminuição da sobrevivência celular de forma dependente da dose. As vias de morte celular ativadas pelos diferentes tratamentos sugerem ser dependentes da concentração e da dose depositada, sendo a apoptose a via de morte preferencial em situações de baixas concentrações, ao invés da morte celular por necrose observada aquando da aplicação de elevadas concentrações de fármacos e de doses de radiação ionizante. Para além disso, o stresse oxidativo surge como efeito de elevadas concentrações de cisplatina e de docetaxel, assim como de radiação, que poderá também sustentar a morte por necrose. Este trabalho contribuiu para o melhor conhecimento do potencial citotóxico da cisplatina, do docetaxel e da radiação ionizante e os seus possíveis mecanismos envolvidos no cancro do colo do útero. De igual forma, sustenta o conhecimento sobre o docetaxel e a sua vantajosa aplicação no tratamento desta neoplasia, pelo que incentiva à realização de mais estudos a fim de melhor avaliar a sua possível eficácia clínica no cancro do colo do útero.
Cervical cancer has been considered an important health problem, being the fourth most frequent cancer among women worldwide. The mortality rate has decreased due to screening programs and detection of the disease at earlier stages. Furthermore, the access to effective therapies, namely extern radiotherapy, brachytherapy and chemotherapy contribute to the decrease of the death numbers by this cancer, mainly in developed countries. In cases of advanced cancer, cisplatin-based chemotherapy followed by radiotherapy is a widely used and effective standard therapeutic regimen. However, some patients report cisplatin resistance, which coupled with the adverse effects limiting their clinical application in these cases. The chemotherapeutic potential of docetaxel has been measured on the cervical cancer, namely its application followed by radiotherapy or with cisplatin plus radiotherapy. Based on its mechanism of action and on their possible application as radiosensitizer, more cytotoxic and therapeutic combinations studies should be carried out. In this context, the main goal of our study was to evaluate the cytotoxic effect of different therapeutic approaches, namely of cisplatin, of docetaxel and of ionizing radiation on HeLa cell line, a cervical adenocarcinoma cell line. Thus, we evaluated the antiproliferative effect of cisplatin and of docetaxel, as well as the effect of ionizing radiation on cell survival. The effect on cell viability and death, the progression of cell cycle, the cell oxidative stress state and the effect of the hydroxyl radical inhibitor were also studied. Some techniques were used to perform the assays, including the sulforhodamine B assay, the clonogenic assay, flow cytometry and light microscopy.Cytotoxic studies demonstrate the antiproliferative effect of both cisplatin and docetaxel as well as the radiation effect on decreasing cell survival in dose dependent manner. The cell death pathways activated by the different treatments suggest to be concentration and dose dependent, where apoptosis is the preferred death pathway in low concentrations, rather than necrotic cell death observed when high drug concentrations and doses of ionizing radiation were used. Furthermore, oxidative stress appears as an effect of high concentrations of cisplatin and docetaxel, as well as of radiation, which may also sustain death by necrosis.This work contributed to a better knowledge of cytotoxic potential of cisplatin, docetaxel and ionizing radiation and their possible mechanisms involved on cervical cancer. In the same way, supports the knowledge about docetaxel and its advantageous application on the treatment of this neoplasia, therefore encourages further studies in order to evaluate its possible clinical efficacy on cervical cancer.
Description: Dissertação de Mestrado em Biotecnologia Farmacêutica apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/86537
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Versão Final_PDF Adriana Duarte.pdf2.19 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

439
checked on Sep 27, 2022

Download(s) 50

345
checked on Sep 27, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons