Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85612
Title: A cobertura mediática da violência contra as mulheres: o caso do Correio da Manhã
Other Titles: Media coverage of violence against women: the case of Correio da Manhã
Authors: Margato, Sofia Oliveira 
Orientador: Silveirinha, Maria João Rosa Cruz
Keywords: Violência contra as mulheres; jornalismo; media; género; Violence against women; journalism; media; gender
Issue Date: 12-Jul-2017
Serial title, monograph or event: A cobertura mediática da violência contra as mulheres: o caso do Correio da Manhã
Place of publication or event: Faculdade de Letras
Abstract: A violência contra as mulheres em ambiente doméstico possui uma série de características específicas que a diferenciam de outros tipos de agressão e abuso. Dentro dessas características, pode-se incluir o espaço em que ela ocorre, os sujeitos envolvidos, e o conjunto de fatores psicológicos que estão em questão e que contribuem para a complexidade do problema, podendo obscurecer o seu significado e perceção. A maior parte das agressões sofridas pelas mulheres é decorrente de conflitos interpessoais, o que acaba por merecer pouca atenção da generalidade da sociedade e a sua exposição causa embaraço às próprias mulheres que a sofrem.Apesar dos progressos legislativos, as mulheres ainda continuam restritas no exercício dos seus direitos devido à resistência ideológica que perpetua a discriminação passada e que, portanto, impede a afirmação dos direitos existentes hoje.O papel dos media na erradicação da violência de género é valorizado, assim como o seu contributo para tornar visíveis e socialmente pertinentes, as experiências mais complexas vividas pelas mulheres em privado. Ao denunciarem os maus tratos e agressões a mulheres, os media incorporam o problema no discurso público, podendo dar voz não apenas às autoridades mas também a especialistas e pessoas envolvidas, e sobretudo às mulheres agredidas, o que encorajará outras vítimas a denunciar essas situações e a procurar ajuda junto das entidades competentes. No entanto, muitas vezes este tema é também tratado de uma forma superficial, banal e mesmo sensacionalista, levando à naturalização da violência e transmitindo a ideia de que este problema continua a acontecer apenas em casos particulares e privados e não é uma questão da sociedade em geral.
Violence against Women in the home environment has a number of specific features that differentiates it from other types of aggression and abuse. Within these features, you can include the space in which it occurs, the subjects involved, and the set of psychological factors in question and that contribute to the complexity of the problem, and may obscure its meaning and perception. Most of the assaults suffered by women come from interpersonal conflict, which ultimately has earned little attention from the general society.Despite legislative progress, women are still restricted in the exercise of their rights due to ideological resistance perpetuating past discrimination and, therefore, preventing the existing rights.The role of the media in eradicating gender violence is valued, as well as its contribution to make visible and socially relevant, the complex experiences lived by women in private. When denouncing mistreatment and assaults on women, the media place the problem the public discourse, giving voice not only to the authorities but also to experts in the field, as well as battered women, encouraging other victims to report this situation and to seek help from the authorities. However, often this issue is covered in a superficial, banal and even sensacionalist, leading to the naturalization of violence and conveying the idea that this problem continues to be personal and not of society in general.It's so important to study the role of the media in transmitting the violence against women, as well as the way they are presented these news.
Description: Dissertação de Mestrado em Jornalismo e Comunicação apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/85612
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
SofiaMargato_VersãoFinal.pdf1.21 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

302
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

276
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons