Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85580
Title: Impacto do Projeto «Jardim do Sentir» na Identificação, Compreensão e Regulação de Sentimentos e Emoções por Crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico
Other Titles: The impact of the project “Jardim do Sentir” on the identification, understanding and regulation of feelings and emotions of Elementary School children
Authors: Medeiros, Vanessa Alexandra Costa 
Orientador: Almeida, Ana Cristina Ferreira
Keywords: Programa “Jardim do Sentir"; Literacia Emocional; Competências Socioemocionais; Compreensão das Emoções; Regulação; Program “Jardim do Sentir”; Emotional Literacy; Social-Emotional Competence; Understanding of Emotions; Regulation
Issue Date: 16-Oct-2018
Serial title, monograph or event: Impacto do Projeto «Jardim do Sentir» na Identificação, Compreensão e Regulação de Sentimentos e Emoções por Crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: The following study has a resulting intention to present and analyses the impact that the so-called project “Jardim do Sentir”, which was designed and elaborated by us, to promote the emotional literacy of the Elementary School children. This project was created as a free time activity at one of the local Community Centers, that helps and supports the local population, but generically the less fortuned ones within the economical, social and cultural basis. This program is given as an extra curricular activity for children within the ages of six to ten years old due to their social emotional competence, and their ability of self-care and self-regulation, and consequently their integration and resilience as children. This program was done for 16 sessions and the gathered data for the psychological evaluation of perception, identification and understanding children’s emotions and feelings, specially on the context of school, learning as an individual and as a group and also in the family context, which the information was gathered with individual interviews guide by the semi-projective essay by Bar-Ilan (Itskowitz & Strauss, 1977). The interviews were conducted before and after the program implementation, and all the answers were quoted in terms of affective vocabulary and emotional, and we also compared the number and used terms on both evaluation moments. There were also some observations within the social and affective behaviors associated to certain situations, and analyzed in terms of dimensional poles related to affect (such as satisfaction / discomfort that we coded as positive or negative), perception of passive attitudes / active answers in a degree of control (less control or unpredictability / high control, of reprehension, advertency, indication of orders or instructions and compliments). The situations that implode emotions and feelings as a base of anticipated actions that allows the emotional experience in terms of pleasure (positive affects), self-control of intensity (more / less), and the activation of regulation of potential answers. As a comparison of the speech used before and after the program there was an increase of the number and diversion on their vocabulary, the semantic group as a affective and social, which indicates a growth on the emotional literacy. Now when it comes to the comparison of the “stories” before and after, there are no substantial changes, before we did register a tendency to understand the un-satisfaction and a bigger control (by teachers and by family members). But this isn’t surprising for us, even though we know how dimensionally reduced this was, the instability of the group, how short in tie the program was, the lack of participation methods. It was seen that the program had definitely an impact on the emotional and regulation (e.g., external) experiences, in conformity with the conciseness of the sources of power or behavior control and actions.
O estudo que se apresenta resulta da intenção de analisar o impacto do Projeto designado por «Jardim do Sentir» por nós concebido e implementado, para a promoção da literacia emocional de crianças a frequentar o 1º. Ciclo do Ensino Básico. O projeto decorreu no âmbito de Atividades de Tempos Livres de um Centro Comunitário que apoia a população local, genericamente em situação desfavorecida, económica, social e culturalmente. O programa oferecido em horário extraescolar a crianças com idades compreendidas entre os seis e os dez anos visou a promoção das suas competências socioemocionais, no sentido da capacitação para a autonomia e autorregulação e, consequentemente para a formação integral e resiliência das crianças. O programa desenrolou-se ao longo de 16 sessões e a recolha de dados para a avaliação psicológica da perceção, identificação e compreensão de sentimentos e emoções pelas crianças, concretamente em contexto de escola, de aprendizagem e convívio, e em contexto de família, foi realizada através de entrevistas individuais guiadas pela prova semi-projetiva Bar-Ilan (Itskowitz & Strauss, 1977). As entrevistas foram conduzidas antes e depois da implementação do programa, tendo sido cotadas as respostas em termos do vocabulário de teor afetivo ou emocional utilizado, e comparado o número e termos usados nos dois momentos de avaliação. Foram ainda observadas as perceções do comportamento social e afetivo associadas às situações, e analisadas em termos de eixos dimensionais relativos à tonalidade do afeto (de satisfação / desconforto que codificámos como positivas e negativas), perceção das atitudes passivas / ativas em resposta ao grau de controlo (pouco controlo ou imprevisibilidade / alto controlo, de repreensão, advertência, indicação de ordens ou instruções e elogios). As situações que despoletam emoções e sentimentos na base de ações antecipadas permitem avaliar a experiência emocional em termos de prazer (afetos positivos), de controle de intensidade (muito / pouco), e de ativação de potenciais respostas de regulação. Na comparação do léxico usado antes e depois do programa constatou-se um aumento em número e diversificação de vocábulos no campo semântico de caráter afetivo e social, o que indicia um crescimento na literacia emocional. Já a comparação entre as “histórias” antes e depois, não evidenciam mudanças significativas, antes registando-se uma tendência para perceber mais situações de insatisfação e de maior controlo (pelos professores e pelos familiares). Mas tal não nos surpreende, mesmo estando cientes da reduzida dimensão da amostra, instabilidade do grupo, curta duração do programa, metodologias ainda assim pouco participativas. Inferimos que o programa teve impacto na compreensão das experiências emocionais e regulação (e.g., externa), em conformidade com a tomada de consciência das fontes de poder ou de controlo do comportamento e das ações.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/85580
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese____Vanessa Medeiros.pdf619.18 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

353
checked on Sep 24, 2020

Download(s) 50

318
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons