Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/851
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTárrago, Jorge Fernández-
dc.contributor.authorParanhos, António Henrique da Silva-
dc.date.accessioned2008-12-04T14:40:10Z-
dc.date.available2008-12-04T14:40:10Z-
dc.date.issued1998en_US
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/851-
dc.description.abstractEmbora por vezes nocivas para os compartimentos celulares, as espécies activas de oxigénio (AOS) podem ter um efeito benéfico em vários processos metabólicos. Neste sentido, tem sido proposto que as AOS constituem um sinal que activa a síntese de certos metabolitos secundários (fitoalexinas) em culturas de células tratadas com agentes bióticos ou abióticos. A ausência de cálcio em suspensões celulares de D. thapsi e o tratamento com LiCl ou elevadas concentrações de Mn2+ estimulam a produção de cardenólidos e induzem a acumulação extracelular de H2O2. A geração de AOS não parece provocar sintomas de danos oxidativos, como o testemunham os baixos níveis de produtos de peroxidação lipídica (MDA), encontrados. A adição de H2O2 exógeno aumenta consideravelmente a produção de cardenólidos, sendo a intensidade de resposta bastante elevada nos tratamentos de 24 h com uma concentração 1 mM. Por outro lado, a inclusão de CAT ou SOD no meio de cultura também afecta a acumulação dos referidos compostos, inibindo-a no primeiro caso e activando-a no segundo. A eliminação do Ca2+ extracelular não provoca alterações significativas nas actividades APX, CAT e POX constitutivas. Pelo contrário, a actividade SOD aumenta, enquanto que a da GR regista uma inibição considerável. A redução da actividade GR é acompanhada por um acentuado decréscimo de GSH, não se tendo verificado alterações significativas nos níveis de GSSG; consequentemente, observa-se, nas condições ensaiadas, uma elevada relação GSSG/GSH. A relação entre a formação de H2O2 e a redução dos níveis de GSH é confirmada pelo tratamento de culturas controlo com BSO, um agente inibidor da biossíntese de glutationa. A inclusão de EGTA ou de La3+ nos meios de cultura provoca, em todos os parâmetros avaliados, as mesmas alterações que a supressão do cálcio, o que confirma a sua estricta dependência da disponibilidade do Ca2+ extracelular. Dos resultados apresentados nesta tese, pode inferir-se uma relação clara entre a produção de AOS, a alteração do estado redox e a acumulação de cardenólidos.en_US
dc.language.isoporpor
dc.rightsembargoedAccesseng
dc.subjectFarmacognosia e Fitoquímicaen_US
dc.titlePapel do Cálcio no Controlo da Produção de Cardenólidos em Suspensões Celulares de Digitalis Thapswi L.en_US
dc.typedoctoralThesisen_US
item.grantfulltextnone-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextSem Texto completo-
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento
Show simple item record

Page view(s)

111
checked on Dec 23, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.