Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/84649
Title: Antibioterapia empírica das infeções do trato respiratório inferior: sucesso clínico e resistência antimicrobiana
Other Titles: Empirical antibiotic therapy of lower respiratory tract infections: clinical outcomes and antimicrobial resistance
Authors: Domingues, Vanessa Andréa Santos 
Orientador: Oliveira, Ana Margarida Sousa de
Cardoso, Olga Maria Antunes Rodrigues Carvalho
Keywords: Infeções do trato respiratório inferior; Pneumonia adquirida na comunidade; Recomendações; Terapêutica empírica; Lower respiratory tract infections; Community-acquired pneumonia; Guidelines; Empirical treatment
Issue Date: 14-Sep-2018
Serial title, monograph or event: Antibioterapia empírica das infeções do trato respiratório inferior: sucesso clínico e resistência antimicrobiana
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Barros Pombal e FH -Erasmus
Abstract: As Infeções do Trato Respiratório Inferior (ITRI) são, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma das principais causas de morte no mundo, tendo sido responsáveis por cerca de 3 milhões de mortes no ano de 2016. Com uma incidência variável nos países da europa, a Pneumonia Adquirida na Comunidade (PAC) é a ITRI mais comum e é uma das principais causas de admissão de doentes nos cuidados primários de saúde. O seu diagnóstico, tratamento e internamento geram custos significativos nos sistemas de saúde, representando na Europa um custo anual de 10 mil milhões de euros. A sua terapêutica é, por norma, empírica e rege-se sobretudo por recomendações de entidades oficiais, tendo por esta razão um papel-chave no sucesso clínico da PAC. Apesar de Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae serem os microrganismos de origem bacteriana mais frequentemente identificados, diversos estudos epidemiológicos indicam uma larga variação etiológica consoante a zona geográfica e a sazonalidade. Entre os países da Europa, estudos demonstram diferenças significativas no que diz respeito à incidência destes microrganismos. Também alguns estudos apontam para um aumento de resistências a antibióticos, nomeadamente aos macrólidos, fator que pode estar relacionado com as elevadas taxas de mortalidade. Portugal é o país da União Europeia (UE) com maior taxa de mortalidade, representando mais do dobro da média europeia. Com foco nas recomendações da Infectious Diseases Society of America/American Thoracic Society (IDSA/ATS), da European Society of Clinical Microbiology and Infectious Diseases (ESCMID) e da Sociedade Portuguesa de Pneumologia/Comissão de Infeciologia Respiratória (SPP/CIR), a presente monografia pretende avaliar a atualidade das recomendações e os fatores que podem determinar o sucesso clínico no tratamento empírico da PAC.
According to the World Health Organization (WHO), Lower Respiratory Tract Infections (LRTI) are one of the leading causes of death in the world, accounting for about 3 million deaths in 2016. With a widely varying incidence in the European countries, Community-Acquired Pneumonia (CAP) is the most common LRTI and is one of the main causes of patient admission to primary health care. Diagnosis, treatment and hospitalization generate significant costs in healthcare systems, representing an annual cost of 10 billion euros in Europe. Its therapy is essentially empirical and is governed mainly by guidelines from official entities, playing a key role in the clinical outcome of CAP. Although Streptococcus pneumoniae and Haemophilus influenzae are the most frequently identified microorganisms from bacterial origin, several epidemiological studies indicate a wide aetiological variation according to the geographical area and seasonality. Among Europe countries, studies have shown significant differences in the incidence of these microorganisms. Some studies indicate an increase in resistance to antibiotics, especially macrolides, a factor that may be related to the high mortality rates. Portugal is the European Union (EU) country with the highest mortality rate, more than double the european average. With the focus on the guidelines of the Infectious Diseases Society of America/American Thoracic Society (IDSA/ATS), European Society of Clinical Microbiology and Infectious Diseases (ESCMID) and the Portuguese Society of Pulmonology/Respiratory Infectious Diseases Commission (PSP/RIDC), present monograph intends to evaluate the actuality of these recommendations and the factors that can determine the clinical outcome in the empirical treatment of the CAP.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/84649
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Documento único_Vanessa_Final.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

443
checked on Sep 23, 2020

Download(s) 50

397
checked on Sep 23, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons