Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83982
Title: Rey 15 – Item Memory Test (Rey 15-IMT) e Test of Memory Malingering (TOMM): Contributos para os estudos de validação e normalização para a população portuguesa de jovens adultos e adultos
Other Titles: Rey 15 – Item Memory Test (Rey 15-IMT) and Test of Memory Malingering (TOMM): Contributs to the standardisation and validation for the population of Portuguese young adults and adults
Authors: Lopes, Ana Beatriz Confraria César 
Orientador: Sousa, Liliana Baptista
Vilar, Maria Manuela Pereira
Keywords: Rey 15-IMT; TOMM; testes de validade de sintomas; simulação; esforço insuficiente; Rey 15 – IMT; TOMM; symptom validity tests; malingering; noncredible effort
Issue Date: 24-Jul-2017
Serial title, monograph or event: Rey 15 – Item Memory Test (Rey 15-IMT) e Test of Memory Malingering (TOMM): Contributos para os estudos de validação e normalização para a população portuguesa de jovens adultos e adultos
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação - Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: A presente dissertação tem como princípio basilar o contributo para os estudos de validação e de normalização do Rey 15 – Item Memory Test (Rey 15-IMT) e do Test of Memory Malingering (TOMM) para a população de jovens adultos e adultos portugueses. Prossegue e alarga, deste modo, um conjunto de investigações prévias no âmbito do projeto “Validação de provas de memória e inventários de avaliação funcional e da qualidade de vida”.Método: A amostra de conveniência foi recolhida na comunidade, em Portugal continental, sendo que os critérios de inclusão estabeleceram o recrutamento de participantes com idades compreendidas entre os 18 e os 39 anos, que tivessem o português como língua materna, com pelo menos um ano de escolaridade, sem défice cognitivo significativo, nem sintomatologia depressiva grave. Após a obtenção do Consentimento Informado, o protocolo de avaliação incluiu as seguintes medidas: Questionário/Entrevista Semiestruturada de Dados Sociodemográficos, Rey 15–IMT, ACE-R (Addenbrooke’s Cognitive Examination-Revised), TOMM e BDI-II (Beck Depression Inventory-II).Resultados: A amostra é constituída por jovens e jovens adultos (N=140), com uma média de idades de 28.24 anos (DP=5.693), 44.3% homens e 55.7% mulheres, com uma escolaridade média de 14.05 anos (DP=2.065). No que respeita aos indicadores de validade de constructo do Rey 15-IMT foi encontrada uma correlação positiva alta (r=0.758; p<.01) entre os indicadores evocação imediata e resultado combinado do reconhecimento. Relativamente ao TOMM foram também encontradas correlações significativas entre as pontuações nos ensaios: associação moderada entre o primeiro e o segundo ensaio de aprendizagem (r=0.434; p<.01) e baixa entre o segundo ensaio de aprendizagem e o ensaio de retenção (r=0.282; p<.01), não se observando associação com significado estatístico entre o primeiro ensaio de aprendizagem e o ensaio de retenção. Não se observaram correlações estatisticamente significativas entre os parâmetros do Rey 15-IMT e do TOMM com a pontuação no BDI-II. Contudo, observa-se um coeficiente de correlação com significado estatístico, embora baixa, entre a evocação imediata do Rey 15-IMT e o domínio visuo-espacial do ACE-R (r=0.239; p<.01). No TOMM apenas foi encontrada uma correlação significativa entre o primeiro ensaio de aprendizagem e o MMSE (r=0.183; p<.01). No que diz respeito às variáveis sociodemográficas (género, idade e escolaridade), observou-se uma associação significativa entre a escolaridade e o ensaio de evocação imediata do Rey 15-IMT (r=0.210, p<.01). No TOMM verificou-se uma associação significativa entre a idade e o primeiro ensaio de aprendizagem (t140=2.664; p<.01), embora com efeito pequeno. Apenas se observou uma associação com significância estatística entre o segundo ensaio de aprendizagem do TOMM e as tarefas do Rey 15-IMT (evocação imediata r=0.194; p<.05; ensaio de reconhecimento r=0.244; p<.01), o que significa que não existe elevada associação entre provas.Conclusões: Com as características da amostra que teve por base a investigação não se evidenciou impacto por parte das variáveis em estudo (idade, género, escolaridade, défice cognitivo e sintomatologia depressiva). No que diz respeito aos valores médios obtidos nos parâmetros do Rey 15-MT e do TOMM, os pontos de corte sugeridos pela literatura parecem ajustados para este grupo, validando os pontos de corte internacionais. Em última análise, ao nível da validade convergente entre ambos os TVS aqui estudados, apesar de se constituírem como dois testes de simulação e/ou esforço insuficiente, salienta-se o facto de parecerem medir paradigmas distintos. Assim, aumentando a capacidade de deteção da simulação e/ou esforço insuficiente, para a tomada de decisão o profissional não deve ter em conta o resultado de apenas um TVS, mas de pelo menos dois (Boone, 2007a; Larrabee, 2007), articulando-os ainda com outros dados disponíveis, como avaliações neuropsicológicas, autorrelatos, observação do comportamento, registos clínicos e também com a prática e perícia dos próprios (Simões et al., 2010).
Introduction: This dissertation aims at contributing to the standardisation and validation studies of the Rey 15-Item Memory Test (Rey 15-IMT) and the Test of Memory Malingering (TOMM) for the population of Portuguese young adults and adults. It continues and broadens a set of preliminary investigations in the framework of the project "Validation of Memory and Inventories of Functional Evaluation and Quality of Life".Method: The convenience sample was collected in the community, in continental Portugal. The criteria for recruiting participants was them to be aged between 18 and 39 years, having Portuguese as a mother language, with at least one year of schooling, without significant cognitive deficit, or severe depressive symptoms. After obtaining informed consent, the evaluation protocol included the following measures: Semi-structured Interview/questionnaire of Sociodemographic Data, Rey 15-IMT, ACE-R (Addenbrooke’s Cognitive Examination-Revised), TOMM and BDI-II (Beck Depression Inventory-II).Results: The sample consists of Portuguese young adults and adults (N=140), with an average age of 28.24 years (SD=5,693), 44.3% men and 55.7% women, with an average schooling of 14.05 years (SD= ,065). With regard to indicators of construct validity of the Rey 15-IMT a positive correlation was found (r=0.758; p<.01) between instant recall and combined indicators of recognition. With regard to the TOMM test correlations were also found between the scores in the tests: a moderate association between the first and the second test (r=0.434; p<.01)) and low between the second test of learning and retention test (r=0.282; p<.01). No statistically significant correlation was observed between the first test of learning and retention test, nor between the parameters of the Rey 15-IMT and TOMM with results in the BDI-II. However, there is a correlation coefficient with statistical significance, albeit low, between the instant recall Rey 15-IMT and visual-spacial domain of ACE-R (r=0.239; p<.01). In the TOMM a significant correlation between the first learning test and the MMSE (r=0.183; p<.01) was observed. With regard to socio-demographic variables (gender, age and education), a significant association between schooling and the instant recall Rey 15-IMT (r=0.210, p<.01) was likewise noted. In the TOMM there was significant association between the age and the first learning test (t140=2.664; p<.01), although with small effect size. An association with statistical significance was found only between the second learning test of the TOMM and the tasks of the Rey 15-IMT (immediate recall r=0.194; p<.05; test recognition test r=0.244; p<.01), which means there is no high association between tests.Conclusions: In this sample no impact of the sociodemographic variables was observed (age, gender, education, cognitive deficit and depressive symptoms) due of their characteristics. In regards to the average values in the parameters of the Rey-15 MT and TOMM, the cut-off points suggested by the literature seem to be adjusted to this group, validating the cut-off points. Ultimately, the level of the convergent validity between both symptom validity tests here studied seem to measure different paradigms despite being two tests that measure malingering and/or noncredible effort. Thus, by increasing the capacity of detection of malingering and/or noncredible effort, for making a decision the professional should not take into account the result of just a symptom validity tests, but at least two as noted in the literature (Boone, 2007a; Larrabee, 2007), linking them with other available data, like neuropsychological evaluations, self-reporting, behavior observation, clinical records and also with the practice and skill of the professional (Simões et al., 2010).
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/83982
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ana_Beatriz_Lopes_teses__ (1).pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

811
checked on Oct 12, 2021

Download(s) 50

653
checked on Oct 12, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons