Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83663
Title: Medicamentos Biológicos na Doença de Crohn
Other Titles: Biological Medicines in Crohn's Disease
Authors: Fernandes, Fátima Sofia Anjos Silva Vaz 
Orientador: Pereira, Ana Rita Santos
Pina, Maria Eugénia Soares Rodrigues Tavares de
Rocha, Marília João da Silva Pereira
Keywords: Doença de Crohn; Medicamentos Biológicos; anti-TNF-α; anti-integrina; Biossimilares; Crohn's disease; Biological Medicines; anti-TNF-α; anti-integrin; Biosimilar
Issue Date: 25-Jul-2017
Serial title, monograph or event: Medicamentos Biológicos na Doença de Crohn
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
Abstract: Nowadays our society is facing more and more, a paradigm shift in the way we deal with the disease. Instead of treatments that only aim to improve the symptoms of a certain disease, what is intended is the effective cure era by biotechnology. This requires understanding the mechanisms and genetic origin of the disease.The biological medicines appeared with this change, which have been demonstrating their valences and advantages in many pathologies, like Crohn's Disease. It is safe despite of some initial doubts from the consumer community. The quality of life of many patients with Crohn's disease has been improving thanks to the use of this class of medicines.Crohn's disease has no cure and your development depends on multiple factors: a dysfunctional immune system, a genetically susceptible individual, and an extravagant inflammatory response to common antigens and enteric bacteria. The biological medicines developed to fight this disease will try to reduce the constant inflammation in the intestine. There are three tumor necrosis factor antagonist agents (infliximab, adalimumab and certolizumab pegol) and two integrin antagonists (natalizumab and vedolizimab). The most successful ones are infliximab and adalimumab.Biosimilars are cheaper alternatives for these original biological medicines and have allowing a greater access to this type of therapy - that has as main disadvantage the cost. There are still adjustments needed in the way the extrapolation of indications of the original biological medicines to the biosimilar drugs are carried out. For this reason, there is a lesser degree of confidence on the part of health professionals. With this work, I intend to describe the existing biological drugs for the treatment of Crohn’s disease and highlight the importance of your usage, as they represent a valid and beneficial alternative to conventional therapy.
Hoje em dia, cada vez mais, estamos perante uma mudança de paradigma em relação à maneira como lidamos com a doença. Em vez de tratamentos que apenas têm como objetivo melhorar os sintomas de determinada doença, o que se pretende com a era biotecnológica é a cura efetiva. Para tal é necessário compreender os mecanismos e a origem genética da doença.Com esta mudança de paradigma surgiram os medicamentos biológicos, que têm vindo a demonstrar as suas valências e vantagens em inúmeras patologias, entre elas a doença de Crohn. Apesar de inicialmente se ter duvidado da sua segurança e eficácia, a qualidade de vida de vários doentes com doença de Crohn tem vindo a melhorar graças à utilização desta classe de medicamentos.A doença de Crohn não tem cura e o seu desenvolvimento depende de múltiplos fatores: um sistema imunológico disfuncional, um indivíduo geneticamente suscetível e uma resposta inflamatória exagerada a antigénios comuns e bactérias entéricas. Assim sendo, os medicamentos biológicos desenvolvidos para esta doença vão tentar diminuir a inflamação constante existente no intestino. Existem três agentes antagonistas do fator de necrose tumoral (infliximab, adalimumab e certolizumab pegol) e dois antagonistas da integrina (natalizumab e vedolizimab). Destes os que têm vindo a ser utilizados com mais sucesso são o infliximab e adalimumab. O aparecimento de biossimilares, ou seja, alternativas mais baratas para estes medicamentos biológicos originais, permitiu um maior acesso a este tipo de terapêutica que tem como principal desvantagem o seu custo elevado. Ainda são necessários ajustes na maneira como é realizada a extrapolação de indicações dos medicamentos biológicos originais para os biossimilares para assim, existir um maior grau de confiança por parte dos profissionais de saúde. Com este trabalho, pretendo descrever os medicamentos biológicos existentes para o tratamento da doença de Crohn e evidenciar a importância da sua utilização, pois estes representam uma alternativa válida e benéfica à terapêutica convencional.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/83663
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
MB na DC final 1.3.pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

474
checked on Jul 9, 2020

Download(s) 50

406
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons