Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83382
Title: COMPRESSIBILIDADE E RESISTÊNCIA AO CORTE DE AREIAS CONTAMINADAS
Other Titles: COMPRESSIBILITY AND SHEAR STRENGTH OF CONTAMINATED SANDS
Authors: Louro, Raquel Alexandra Afonso Sabino de Sousa 
Orientador: Coelho, Paulo Alexandre Lopes Figueiredo
Keywords: Solos contaminados; Ensaio edométrico; Ensaio com caixa de corte; Contaminated soils; Oedometer test; Direct shear test
Issue Date: 27-Sep-2017
Serial title, monograph or event: COMPRESSIBILIDADE E RESISTÊNCIA AO CORTE DE AREIAS CONTAMINADAS
Place of publication or event: DEC - FCTUC
Abstract: Ao longo dos anos, a vertente ambiental está cada vez mais presente em todas as áreas em desenvolvimento da sociedade, particularmente as que envolvem as áreas das engenharias. Apesar das crescentes preocupações ambientais, continuam a existir casos em que, por acidente ou por ações humana consciente, os solos são contaminados com materiais derivados do petróleo. Assim, o tema dos solos contaminados é não só atual como uma emergência, quer do ponto de vista ambiental quer do ponto de vista da decisão sobre como utilizar estes materiais.Para ajudar a resolver este tipo de problemas, é necessário conhecer as características de um solo não-contaminado, e de um solo contaminado, através de ensaios laboratoriais. Realizaram-se ensaios de compressibilidade, através de testes com o edométrico, e resistência ao corte, realizados com a caixa de corte. As amostras eram preparadas por camadas de areia limpa intercaladas com os vários contaminantes: óleo novo de motor de carro (10W40), mistura de óleos usados de motores de carros e crude. No estudo da intervenção destes contaminantes nas propriedades da areia, foram tidas em conta a contaminação das percentagens de 6% e de 10% do peso seco da areia.Com base nos resultados dos ensaios realizados verificou-se que a presença de óleos, de uma maneira geral, aumenta a compressibilidade e diminui a resistência ao corte. Sendo por isso importante conhecer o tipo de solo que vai ser utilizado numa construção, de forma a prever a sua reação às cargas a que o solo vai estar sujeito, ou para o poder descontaminar da melhor maneira possível.
Over the years, the environmental dimension is increasingly present in all developing areas of society, particularly those involving engineering areas. Despite growing environmental concerns, there are still cases where, by accident or by conscious human actions, soils are contaminated with petroleum-derived materials. Thus, the issue of contaminated soils is not only current but also an emergency, from an environmental point of view and from the point of view of the decision on how to use these materials.To help solve this type of problem, it is necessary to know the characteristics of an uncontaminated soil, and contaminated soil, through laboratory tests. Tests of compressibility, through tests with the oedometric, and resistance to the cut, were carried out with the direct shear test. The samples were prepared by layers of clean sand interspersed with the various contaminants: new car engine oil (10W40), blend of used oils from car engines and crude oil. In the study of the intervention of these contaminants in the sand properties, contamination of the percentages of 6% and 10% of the dry weight of the sand was taken into account.Based on the results of the performed tests it has been found that the presence of oils, in general, increases compressibility and decreases the shear strength. It is therefore important to know the type of soil that will be used in a construction, in order to predict its reaction to the loads to which the soil will be subjected, or to be able to decontaminate in the best possible way.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/83382
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
COMPRESSIBILIDADE E RESISTÊNCIA AO CORTE DE SOLOS CONTAMINADOS.pdf3.85 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

410
checked on Jul 9, 2020

Download(s) 50

468
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons