Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83139
Title: Perfil genético em colangiocarcinoma.
Other Titles: Cholangiocarcinoma genetic profile
Authors: Tavares, Inês Moura 
Orientador: Carreira, Isabel Maria Marques
Santos, Paulo Fernando Martins dos
Keywords: Colangiocarcinoma; Variação do número de cópias; Metilação do DNA; Citogenética Convencional; Cholangiocarcinoma; Copy Number Variations; DNA Methylation; Karyotyping
Issue Date: 18-Jul-2017
Serial title, monograph or event: Perfil genético em colangiocarcinoma.
Place of publication or event: FMUC
Abstract: O carcinoma hepatocelular (CHC) e o colangiocarcinoma (CCA) são as duas neoplasias hepáticas primárias mais comuns. A principal diferença na classificação destes tumores prende-se com a localização da sua origem. Enquanto o CHC surge a partir dos hepatócitos, o CCA tem origem nas células epiteliais da árvore biliar, sendo classificado como intra e extra-hepáticos. Este projeto focou-se principalmente no estudo de CCA, uma vez que este é um tumor bastante raro e devido à escassez de estudos relacionados com o mesmo, relegando o CHC a um papel comparativo. O prognóstico não é geralmente muito favorável, principalmente devido ao diagnóstico tardio e à falta de opções terapêuticas curativas. Embora o estudo deste tipo de tumores não esteja ainda completo, sabe-se já que esta doença envolve várias alterações genéticas e epigenéticas, sendo por isso importante encontrar bons biomarcadores de prognóstico e progressão da doença. Neste estudo o objetivo passou pela caraterização genética de duas linhas celulares de CCA, a TFK-1, originária de CCA extra-hepático e a HUCCT-1, de CCA intra-hepático. As linhas celulares estudadas revelaram ser quase triploides, com cerca de 70 cromossomas apresentando algumas alterações cromossómicas em comum, nomeadamente perdas nos cromossomas 18, 6q e 13q e ganhos nos cromossomas 1q, 3q, 5p, 17q e 20q. Para além disso, observaram-se também alterações ao nível da metilação dos genes TP73, MSH6, ESR1, PAX5, PAX6, WT1, CADM1 CDH13 e GATA5. Pretendíamos também com este estudo analisar qual o efeito, ao nível genético e epigenético, da radiação de iodo-131 nas linhas celulares estudadas, uma vez que estudos anteriores revelaram a expressão de um transportador de sódio e iodo numa porção significativa de CCAs. Os resultados obtidos não revelaram, no entanto, grandes diferenças depois de aplicada a radiação. Por último fez-se ainda um estudo preliminar com doentes de CCA, intra e extra-hepático, e de CHC, recorrendo-se a aCGH e MS-MLPA, com o objetivo de estudar as alterações genéticas e epigenéticas, comparando estes dois tipos de tumores hepáticos, que apresentam manifestações clínicas muito semelhantes. Os doentes estudados revelaram alterações cromossómicas comuns, nomeadamente ganho nas regiões 2q37.3, 8p23.1 e 8p11.22, e perda na região 3q26.1, estando os genes MASL1, BCHE e ADAM3A presentes nestas regiões. Uma vez que este foi um estudo preliminar, tendo sido estudados apenas três doentes de cada condição, não foi possível determinar a relevância das alterações detetadas, mas foram encontrados potenciais alvos para futuros estudos.
Hepatocellular carcinoma (HCC) and cholangiocarcinoma (CC) are the two most common primary hepatic neoplasms. The main difference in the classification of these tumors is the location of their origin. While HCC arises from hepatocytes, the CC originates in the epithelial cells of biliary tree and is classified as intra- and extrahepatic. This project focused mainly on the CC study, since this is a very rare tumor and due to the lack of studies related to it, relegating CHC to a comparative role. The prognosis is not usually positive, mainly due to late diagnosis and to the limited curative treatments. Although the study of this type of tumor is not yet complete, it is already known that this disease involves several genetic and epigenetic changes, and it is therefore important to find good biomarkers of prognosis and disease progression. The aim of this study was to characterize two CC cell lines, TFK-1, originating from extrahepatic CC and HUCCT-1 from intrahepatic CC, resorting to aCGH, MS-MLPA and karyotyping. The cell lines were found to be almost triploids, with about 70 chromosomes, showing some chromosomal changes in common, namely losses in chromosomes 18, 6q and 13q and gains in chromosomes 1q, 3q, 5p, 17q and 20q. In addition, changes in methylation of TP73, MSH6, ESR1, PAX5, PAX6, WT1, CADM1 CDH13 and GATA5 genes were also observed. We also intended to study the effect of iodine-131 radiation on the cell lines studied, since previous studies have revealed the expression of a sodium and iodine transporter in a significant portion of CCs. However, there were no major changes after irradiation. A preliminary study in CC, intra and extrahepatic, and HCC patients was also performed resorting to aCGH and MS-MLPA, to study genetic and epigenetic changes and to compare this to types of hepatic cancer which present similar clinical manifestations. The patients showed common chromosomal alterations, namely gain in 2q37.3, 8p23.1 and 8p11.22 regions and loss in 3q26.1 region, in which the MASL1, BCHE and ADAM3A genes are present. Since this was a preliminary study, performed with three patients from each condition it was not possible to determinate the relevance of this results, but potential targets were found for future studies.
Description: Dissertação de Mestrado em Bioquímica apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/83139
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação_ versao final_Inês Tavares.pdf2.68 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s) 50

644
checked on Dec 21, 2021

Download(s) 50

385
checked on Dec 21, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons