Title: Classificação da informação arquivística segundo métodos filomeméticos: metadados como unidades fenotípicas?
Other Titles: Phylomemetic methods applied in archival information classification: are metadata phenotypic traits?
Authors: Macedo, L. S. Ascensão de 
Keywords: classificação arquivística;metáfora biológica;filomemética;metadados;traços fenotípicos;archival classification;biological metaphor;phylomemetics;phenotypic traits;metadata
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade de Coimbra. Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX - CEIS20
Citation: MACEDO, Laureano Secundino Ascensão de. Classificação da informação arquivística segundo métodos filomeméticos: metadados como unidades fenotípicas?(poster). In: III Congresso ISKO Espanha-Portugal/XIII Congresso ISKO Espanha. 2017.
Abstract: Este artigo explora métodos filogenéticos aplicados à classificação da informação arquivística. Analisam-se paralelismos discursivos baseados na ‘metáfora biológica’ existente na literatura arquivística e na CI, bem como as aplicações deste método nas Humanidades Digitais, conhecida como filomemética. Para obter resultados que nos permitam analisar do ponto de vista evolucionista a estrutura de um sistema de informação arquivístico, analisamos uma amostra descrita numa matriz de distâncias/similaridade baseada em propriedades do Records in Context. Em resultado disto, efetua-se neste artigo uma análise em torno dos outputs das aplicações utilizadas no âmbito da análise filogenética. O contributo deste estudo exploratório visa contrapor os modelos top-down (base funcional) de representação da informação arquivística face a um modelo de representação científica e evolucionista dos conjuntos informacionais. Conclui-se que os metadados podem constituir-se como unidades fenotípicas por permitirem apresentar padrões de (dis)similaridade entre as unidades informacionais analisadas.
This paper explores phylogenetic methods applied to archival information and knowledge classification. We analyse discourses about the “biological metaphor” in the archival and information science litterature, and their methodological applications in the Digital Humanities, known also as phylomemetics. We adopt an exploratory method using metadata as phenotypic traits and RiC properties to build distance/similarity matrices with dendrific visualizations based on set of taxa (typological records). This study analyses the outputs of phylogenetic tools to support our interpretation of the data.The importance of this study shows us alternative methods to functional analysis in archival classification theory to an evolutionary classification of archival information systems.
Description: Dados de investigação/research data: Macedo, L. S. Ascensão de, 2017, "Matriz binária RiC: classificação filogenética da informação arquivística", https://doi.org/10.7910/DVN/ERE8HL, Harvard Dataverse, V1
URI: http://hdl.handle.net/10316/82833
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CEIS20 - Artigos e Resumos em Livros de Actas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ISKO_i_2017_LSAM_P.pdfTexto de suporte ao poster1.62 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons