Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82776
Title: Maus tratos em idosos: Caracterização de uma população internada no CHUC
Other Titles: Elderly Abuse: Characterization of a population hospitalized in CHUC
Authors: Dionisio, Antony Soares 
Orientador: Verissimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: Maus tratos; Idosos; Abuse; Elderly
Issue Date: 4-Jun-2018
Serial title, monograph or event: Maus tratos em idosos: Caracterização de uma população internada no CHUC
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Os maus tratos em idosos representam um problema cada vez mais presente nas sociedades atuais, tornando-se essencial conhecer o seu verdadeiro impacto de modo a criar estratégias de intervenção adequadas. Com este estudo pretende-se avaliar a prevalência de indícios de maus tratos numa população de idosos, internada no serviço de medicina interna A do CHUC e relacioná-los com fatores de risco. Os dados foram obtidos através de resposta a um questionário, com a participação de 100 idosos internados no serviço de Medicina Interna A do CHUC. O questionário foi dividido em 5 secções, permitindo a recolha de dados sociodemográficos, informação quanto ao estado emocional através da escala de Yesavage, avaliação do estado funcional do idoso recorrendo ao índice de Katz, prevalência de indícios de maus tratos com o instrumento QEEA e dados relativos à saúde dos participantes. A análise dos resultados permitiu concluir que 36% dos idosos apresentaram pelo menos um indicador de abuso, valor superior ao que seria expectável com base na literatura disponível. Com maior frequência foram detetados indícios de abuso emocional (29%) e negligência (24%), seguindo-se os de abuso financeiro (12%) e por fim os de abuso físico (5%). Ao relacionar os indicadores de maus tratos com as restantes variáveis concluiu-se que existe uma forte associação entre o total de indicadores de maus tratos e indivíduos do género feminino, baixo grau de escolaridade, sintomas depressivos e com o aumento da dependência funcional. Os indicadores de maus tratos revelaram também uma associação positiva com a quantidade de medicamentos tomados por dia, com o número de visitas ao serviço de urgência e internamentos do último ano. Este estudo vem alertar para o elevado número de idosos com indícios de maus tratos em Portugal, mais especificamente internados em hospitais centrais. É importante que a comunidade médica e os restantes profissionais de saúde sejam sensibilizados para o tema e que se desenvolvam políticas que permitam minimizar e reverter a situação.
Mistreatment in the elderly people represents an increasingly problem in today's society, making it crucial to know its true impact in order to create appropriate intervention strategies. This study intends to evaluate the signs of mistreatment in a population of elderly people admitted to the Internal Medicine A services of CHUC and relate them with risk factors.The data were obtained through a questionnaire response, with the participation of 100 elderly people admitted to the Internal Medicine A services of CHUC. The questionnaire was divided into 5 sections, allowing the collection of sociodemographic data, information on emotional status through the Yesavage scale, as well as the evaluation of the functional state of the elderly using the Katz index and the prevalence of evidence of abuse with the QEEA instrument and data on health status.The analysis of the results concludes that 36% of the elderly have submitted at least one indicator of abuse. Emotional abuse (29%) and negligence (24%) were more frequently detected, followed by financial abuse (12%) and physical abuse (5%).When relating the indicators of mistreatment with the other variables, it was concluded that there is a strong association between the total of mistreatment indicators and individuals of the female gender, low educational level, depressive symptoms and with increased functional dependence. The indicators of mistreatment also showed a positive connection with the number of medications taken per day, the number of visits to the emergency service and hospitalizations of the last year.This study is alerting us of the high number of elderly people with signals of mistreatment in Portugal, more specifically in central hospitals. It is important that the medical community and other health professionals become aware of the issue and that policies are developed to minimize and reverse the situation and do something about it.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82776
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 50

403
checked on Jun 10, 2021

Download(s) 50

398
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons