Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82736
Title: Sarcopenia na Cirurgia Ortopédica: Um Trabalho de Revisão
Other Titles: Sarcopenia in Orthopedic Surgery: A Literature Review
Authors: Oliveira, Jessica Miranda 
Orientador: Judas, Fernando João Monteiro
Mariano, João Cura
Keywords: sarcopenia; fractura da anca; ortopedia; envelhecimento; osteoporose; sarcopenia; hip fracture; orthopedics; aging; osteoporosis
Issue Date: 12-Jun-2017
Serial title, monograph or event: Sarcopenia na Cirurgia Ortopédica: Um Trabalho de Revisão
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Introdução: A sarcopenia é definida como uma sindrome caracterizada pela perda progressiva e generalizada de massa muscular esquelética, e da sua função (perda de força e/ou deterioração do desempenho físico), associada ao envelhecimento, que leva a um risco aumentado de resultados desfavoráveis, nomeadamente, limitação funcional, baixa qualidade de vida e morte precoce. A sarcopenia é um termo recente no glossário médico, e pouco se sabe, em concreto, sobre esta síndrome geriátrica, não só na área de Ortopedia, como também nas outras especialidades cirúrgicas e médicas. No entanto, sabe-se que os doentes sarcopénicos são mais propensos a quedas, fracturas e a comprometimento da mobilidade, o que torna a sarcopenia num tema de estudo prioritário na especialidade de Ortopedia. Estima-se que 44% dos doentes que são submetidos a cirurgia ortopédica, padeçam desta condição, e que possa ter repercurssões a nível de complicações pós-cirúrgicas e da reabilitação funcional. Assim, este trabalho de revisão da literatura tem como objectivo, abordar a prevalência e as repercurssões da sarcopenia nos idosos com lesões ortopédicas, nomeadamente fracturas, incidindo também na mortalidade associada à sarcopenia, no diagnóstico, prevenção e tratamento da mesma. Materiais: Recorreu-se a uma pesquisa de artigos cientificos e de revisão, relacionados com o tema "sarcopenia in orthopedic surgery", na base de dados, PubMed, entre Junho de 2016 e Fevereiro de 2017. Os termos de pesquisa pré-definidos utilizados foram, entre outros, ‘sarcopenia’, ‘orthopedics’, ‘surgery’, ‘diagnosis’, ‘prevalence’, ‘complication’, ‘intervention’, ‘treatment’, ‘mortality’, ‘nutrition’ e ‘exercise’.Resultados: Apesar de ainda não se encontrarem completamente aceites os critérios e métodos de diagnóstico de sarcopenia, vários estudos têm sido publicados, seguindo as recomendações da EWGSOP. Estas recomendações especificam que 2 de 3 critérios – baixa massa muscular, diminuição da força e do desempenho físico – devem estar presentes para diagnosticar um individuo com sarcopenia, em que um deles, a massa muscular, deve estar obrigatoriamente presente. Também categorizaram a sarcopenia em 3 estadios, pré-sarcopenia, sarcopenia e sarcopenia severa. Vários estudos comprovam a associação da sarcopenia com a mortalidade (de causas não especificadas) dos doentes que apresentam esta síndrome, havendo maior taxa de mortalidade nos sarcopénicos, comparativamente a grupos de controlo. A osteoporose, apesar de já se saber ser uma das causas de fracturas de osso frágil, também foi demonstrado que está associada à sarcopenia, sendo que, diversos estudos confirmam que os sarcopénicos apresentam um aumento do risco de padecer de osteoporose, e que a própria sarcopenia é um factor de risco independente para fracturas de osso frágil. Alguns estudos demonstram que há uma alta prevalência de sarcopenia, em doentes com fracturas da anca e fracturas vertebrais. O tratamento/prevenção da sarcopenia, ainda não foi sujeito a muitos estudos, não havendo ainda um consenso sobre a nutrição e exercícios a prescrever, apesar de que alguns estudos mostraram bons resultados quando combinaram alterações dietéticas e de exercício físico. Discussão: Verificou-se que existe uma forte associação entre sarcopenia e mortalidade, entre sarcopenia e osteoporose, e que a sarcopenia aumenta o risco de fracturas de osso frágil, independentemente da presença concomitante de osteoporose ou não. Também foi demonstrado que a sarcopenia é muito prevalente em doentes com fracturas da anca, de vértebras e distais do rádio. Um artigo confirmou que a taxa de complicações e de tempo de internamento foi superior em doentes sarcopénicos após cirurgia da coluna toracolombar, além de que os mesmos também não foram de capazes de atingir a mesma capacidade funcional que os não sarcopénicos.Conclusão: Mais investigações sobre formas de prevenir e/ou tratar a sarcopenia são imprescindiveis, mas, em primeiro lugar, é necessário definir os critérios e métodos de diagnóstico. Mais investigação é necessária, no âmbito das complicações pós-operatórias de cirurgia ortopédica, em doentes sarcopénicos, pois é um tema de investigação muito pouco abordado. É preciso perceber quais são as repercurssões da sarcpenia na cirurgia ortopédica, pois como se pode verificar pela literatura, os doentes sarcopénicos apresentam várias patologias do foro da Ortopedia.
Introduction: Sarcopenia is defined as a syndrome characterized by the progressive and widespread loss of skeletal muscle mass, and its function (loss of strength and / or deterioration of physical performance), associated with aging, leading to an increased risk of unfavorable outcomes, such as functional disability, low quality of life and early death. Sarcopenia is a recent term in the medical glossary, and little is known, specifically, about this geriatric syndrome, not only in the area of Orthopedic Surgery, but also in other surgical and medical specialties. However, it is known that sarcopenic patients are more prone to falls, fractures and impaired mobility, which makes sarcopenia a priority topic in the Orthopedic specialty. It is estimated that 44% of patients undergoing orthopedic surgery suffer from this condition, and that it may have repercussions on postoperative complications and functional rehabilitation. Thus, this literature review aims to address the prevalence and repercussions of sarcopenia in the elderly with orthopedic injuries, namely fractures. This review of the literature also addresses the mortality associated with sarcopenia, the diagnosis, prevention and treatment.Materials: A review of scientific and review articles related to the topic "sarcopenia in orthopedic surgery" was used in the PubMed database between June 2016 and February 2017. The pre-defined research terms used Were 'sarcopenia', 'orthopedics', 'surgery', 'diagnosis', 'prevalence', 'complication', 'intervention', 'treatment', 'mortality', 'nutrition' and 'exercise'.Results: Although the criteria and methods of diagnosis of sarcopenia have not yet been accepted, several studies have been published, following the recommendations of the EWGSOP. These recommendations specify that 2 out of 3 criteria - low muscle mass, decreased strength and physical performance - should be present to diagnose an individual with sarcopenia, one of which, muscle mass, must be present. They also categorized sarcopenia in 3 stages, pre-sarcopenia, sarcopenia and severe sarcopenia. Several studies have shown a higher mortality rate (all-cause mortality) in sarcopenic patients than in control groups. Although osteoporosis is known to be one of the causes of fragility fractures, it has also been shown to be associated with sarcopenia. Several studies confirm that sarcopenic individuals have an increased risk of osteoporosis and that sarcopenia Is an independent risk factor for fragility fractures. Some studies have shown that there is a high prevalence of sarcopenia in patients with hip fractures and vertebral fractures. The treatment / prevention of sarcopenia has not yet been subjected to many studies, and there isn´t a consensus on nutrition and exercise interventions yet, although some studies have shown good results when combined with dietary and physical exercise changes.Discussion: There has been a strong association between sarcopenia and mortality, between sarcopenia and osteoporosis, and that sarcopenia increases the risk of fragility fractures, regardless of the concomitant presence of osteoporosis or not. It has also been shown that sarcopenia is more prevalent in patients with fractures of the hip, vertebrae and distal radius. A study confirmed that the rate of complications and hospitalization time was higher in sarcopenic patients after thoracolumbar spine surgery, and that they were not able to achieve the same functional capacity as non-sarcopenic patients.Conclusion: More research on ways to prevent and / or treat sarcopenia is essential, but first, it is necessary to define diagnostic criteria and methods. More research is needed, in the scope of postoperative complications of orthopedic surgery, in sarcopenic patients, since it is a subject of investigation very little approached. It is necessary to understand what are the repercussions of sarcpenia in orthopedic surgery, because as can be verified in the literature, sarcopenic patients present several pathologies of the Orthopedic forum.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82736
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
tese final.pdf1.21 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

404
checked on Jul 9, 2020

Download(s) 50

360
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons