Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82403
Title: "Impacto de programa de exercícios de estabilização do core na prevenção de lesões em futebolistas seniores, em risco de lesão"
Other Titles: "Impact of a core stabilization exercise program in the prevention of injuries among football players with a high risk of developing sport-related injuries"
Authors: Oliveira, Gonçalo André Rodrigues Simões 
Orientador: Verissimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: Futebol; Lesões desportivas; exercícios de core; prevenção; SEBT; Soccer; athletic injuries; core exercises; prevention; SEBT
Issue Date: 4-Jun-2018
Serial title, monograph or event: "Impacto de programa de exercícios de estabilização do core na prevenção de lesões em futebolistas seniores, em risco de lesão"
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: O Futebol é o desporto mais praticado em Portugal e, cada vez mais, as lesões e sua prevenção são uma preocupação desportiva e económica das equipas. Os exercícios de fortalecimento do core são frequentemente utilizados com intenção preventiva de lesões, ainda que muitas vezes com uma implementação inadequada. Objetivos: Avaliar o impacto de um programa de exercícios de estabilização do core na prevenção de lesões em futebolistas seniores, em risco de lesão. Métodos: 40 jogadores em risco de lesão, definido por um resultado inferior à média da amostra no score total do Star Excursion Balance Test (SEBT) ou por uma diferença entre membros inferiores igual ou superior a 4 cm na direção postero-medial do teste, foram acompanhados durante 4 meses em que se contabilizaram e resgistaram o número e duração de lesões contraídas no membro inferior, com e sem contacto. Enquanto que o grupo de controlo (n=20) prosseguiu a sua temporada sem alterações, o grupo experimental (n=20) realizou, ao longo de 12 semanas, um programa de 3 exercícios de estabilidade do core que já demonstrou ter efeitos positivos na performance do SEBT. Resultados: O grupo de controlo apresentou 8 lesões sem contacto, com uma média de 17,75 dias de paragem desportiva, tendo o grupo experimental apresentado 3 lesões com uma média de 15 dias de inatividade. Apenas o grupo de controlo registou lesões com contacto, num total de 4, com 11 dias de paragem média. Conclusões: Não foram obtidos resultados estatisticamente significativos (p<0,05); no entanto, os dados indicam uma tendência do grupo de controlo para contrair mais lesões e de maior duração, o que leva a crer que serão necessários mais e maiores estudos que comprovem a eficácia deste programa de exercícios na redução de lesões desta população. Palavras-chave: Futebol; lesões desportivas; exercícios; prevenção; SEBT; core.
Introduction: Football/Soccer is the most played sport in Portugal. The importance given to injuries and preventive work grows by the day, because of its sportive and economic impact. Core exercises are commonly used when trying to prevent injuries, but quite often they are poorly implemented. Objectives: Evaluate the impact of a core stabilization exercise program in the prevention of injuries among football players with a high risk of developing sport-related injuries. Methods: 40 football players in risk of injury, defined by a Composite Score inferior to the mean of the sample at the Star Excursion Balance Test (SEBT) or by a difference between lower extremities equal or superior to 4 cm at the posteromedial direction, were followed during 4 months, in which the number of injuries and the time spent in recovery were registered. The control group (n=20) continued its season normally, while the experimental group underwent a 12 weeks 3-exercise protocol, focused on core stability, that has been proven to have positive effects on the performance on SEBT. Results: The control group suffered 8 non-contact injuries with a mean time of recovery of 17.75 days, while the experimental group suffered 3 injuries with a mean time of recovery of 15 days per injury. Only the control group suffered contact injuries, counting a total of 4 with 11 days of mean recovery time. Conclusions: This study didn’t find any statistically significant results (p<0.05); the data, however, implies a tendency of the control group to present more injuries with more days of recovery; therefore, more studies with a bigger sample and follow-up are needed to prove the real capacity of this exercise program in reducing the number and seriousness of injuries in this population. Key words: Soccer; athletic injuries; exercise; prevention; SEBT; core.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82403
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Gonçalo.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

687
checked on Sep 16, 2021

Download(s) 50

656
checked on Sep 16, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons