Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82378
Title: Religião e Alimentação: estudo numa população de crianças e adolescentes
Other Titles: Religion and Feeding: study of a population of children and adolescents
Authors: Almeida, Diana Raquel Mota 
Orientador: Teixeira, Maria Del Carmen Bento
Oliva, Mónica Santos Brito
Keywords: Religião; Nutrição; Crianças; Adolescentes; Questionário de frequência alimentar; Religion; Nutrition; Children; Adolescents; Food frequency questionnaire
Issue Date: 22-Mar-2017
Serial title, monograph or event: Religião e Alimentação: estudo numa população de crianças e adolescentes
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: As crianças e os adolescentes têm necessidades nutricionais diferentes das dos adultos, que evoluem por diferentes fases, cada qual com as suas próprias características e suscetibilidade a erros alimentares. Estes erros podem acarretar consequências para a saúde, a curto e a longo prazo. Os pais desempenham um papel fulcral na alimentação das crianças. Assim, é muito importante perceber os fatores que influenciam as decisões dos pais relativamente à alimentação dos seus filhos. Estudos têm sido realizados com vista à caracterização destes fatores. No entanto, pouca atenção tem sido dada, nomeadamente em Portugal, ao papel da religião dos pais. O objetivo deste trabalho é, portanto, caracterizar o impacto que a religião dos pais tem na alimentação das crianças e adolescentes portugueses.Materiais e Métodos: Análise transversal e descritiva das respostas fornecidas a um questionário, preenchido pelos pais e outros cuidadores de crianças com 2 a 18 anos de idade, no período compreendido entre 1 de março e 31 de outubro de 2016. O questionário foi baseado no “Questionário De Frequência Alimentar e Hábitos Saudáveis. Dirigido a crianças dos 3-7 anos” da Plataforma Contra a Obesidade, da Direção-Geral da Saúde, sendo ainda incluídas questões sociodemográficas, como a religião praticada pelos pais ou cuidadores. Foi utilizado o programa SPSS v.21 para a análise estatística. O nível de significância foi de 5%.Resultados: Foram obtidos 316 inquéritos válidos. Os pais eram católicos em 77,21% dos casos, em 16,46% dos casos eram adventistas do sétimo dia e 6,33% pertenciam a outros grupos. A média de idades das crianças/adolescentes era 8,10±4,790 anos, e 52,22% eram do género masculino. Doze crianças/adolescentes (3,80%) eram magros, 14,87% tinham excesso de peso e 9,66% eram obesos, não sendo observadas diferenças estatisticamente significativas entre as religiões. O grupo de alimentos ingerido mais frequentemente e em maior quantidade foi a “Fruta” e o menos ingerido foi o das “Bebidas Vegetais” (que incluía as bebidas de soja, arroz e amêndoa). Verificou-se que, de forma significativa, os filhos de pais católicos consumiram em maior quantidade “Leite e produtos lácteos”, “Carne” e “Peixe”, e os filhos de pais adventistas, “Fruta”, “Hortaliças e legumes” e “Proteínas vegetais”. Não foram encontradas diferenças nos “Doces e pastelaria”, nem nos “Óleos” entre os diferentes grupos religiosos.Discussão/conclusões: Neste estudo verificou-se que a religião dos pais pode ter um impacto significativo nas escolhas alimentares dos filhos, especialmente em casos de religiões com dietas restritivas. Estas escolhas podem condicionar a ingestão exagerada ou deficitária de certos nutrientes, o que poderá ter implicações importantes para a saúde das crianças/adolescentes, a curto e longo prazo.
Introduction: Children and adolescents have unique nutritional needs, which go through different phases, each one of them with their own features and susceptibility to nutritional errors. These errors can lead to both short and long term outcomes in health. Parents play a key role in their children´s nutrition. Therefore, it is really important to understand the factors that influence parents’ decisions regarding their children’s nutrition. Studies have been carried out with the purpose of characterizing these factors. However, little attention has been given, namely in Portugal, to parents’ religion. The objective of this study is, therefore, to characterize the impact of parents’ religion in Portuguese children/adolescents’ nourishment.Methods: Transversal descriptive analysis of the answers given to a questionnaire, by parents and other caretakers of children aged 2 to 18 years, from 1st March to 31st October 2016. The questionnaire was based on the “Questionário De Frequência Alimentar e Hábitos Saudáveis. Dirigido a crianças dos 3-7 anos” (“Food frequency and healthy habits questionnaire. Aimed at children aged 3-7”) from the “Plataforma Contra a Obesidade – Direção-Geral da Saúde”, and also included sociodemographic issues, such as religion practiced by parents or caretakers. SPSS v.21 was used for the statistical analysis. The significance level was 5%.Results: Three hundred and sixteen valid questionnaires were obtained. The parents were Catholics in 77.21% of the cases, in 16.46% of the cases were Seventh-Day Adventists and 6.33% belonged to other groups. The average age of children/adolescents was 8.10±4.790 years, and 52.22% were male. Twelve children/adolescents (3.80%) were thin, 14.87% overweight and 9.66% obese, and no statistically significant differences were observed between religious groups. The group of foods eaten more frequently and in greater quantity was "Fruit" and the less ingested was that of "Vegetable Drinks" (which included soy, almond and rice drinks). In a significant manner, the children of catholic parents consumed more “Milk and dairy products”, “Meat” and “Fish”, and the children of Adventist parents, consumed more “Fruit”, “Vegetables” and “Vegetable proteins”. No differences were found in “Sweets and pastries” or in “Oils and fats” among different religious groups.Discussion/conclusions: In this study it was observed that parents’ religion may play an important role in the food choices of their children, especially in cases of religions with restrictive diets. These choices may condition the excessive or deficient intake of certain kinds of nutrients, which may have an important role in short and long-term implications in children’s/adolescent’s health.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82378
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese final.pdf1.2 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s) 50

454
checked on Sep 27, 2022

Download(s) 50

373
checked on Sep 27, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons