Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82020
Title: Evidence from the evaluation of athletes aiming the exclusion of sudden cardiac death
Other Titles: Evidência decorrente da avaliação de atletas com vista à exclusão de morte súbita cardíaca
Authors: Quadros, João Gonçalo Duarte 
Orientador: Gonçalves, Lino Manuel Martins
Paiva, Luís Manuel de Vilardouro e
Keywords: morte súbita cardíaca; atleta; rastreio pré-participação; sudden cardiac death; athlete; preparticipation screening
Issue Date: 13-Mar-2018
Serial title, monograph or event: Evidence from the evaluation of athletes aiming the exclusion of sudden cardiac death
Place of publication or event: Área Científica de Cardiologia
Abstract: Introdução: A morte súbita cardíaca (MSC) em atletas jovens é um evento devastador e altamente discutido, hoje em dia. O objetivo do rastreio de pré-participação é identificar os atletas com doença cardiovascular subjacente que podem estar em maior risco de MSC durante o desporto. Este artigo de revisão pretende fornecer uma extensa análise crítica do assunto e tentar apelar a um consenso quanto à melhor abordagem médica.Métodos: A pesquisa bibliográfica foi realizada na base de dados da PubMed usando as palavras-chave: morte súbita, morte súbita cardíaca, paragem cardíaca, atleta, atleta jovem, rastreio. A partir de uma pesquisa inicial de 525 artigos, apenas 65 artigos foram selecionados, aos quais foram adicionados mais 20 após a análise das referências bibliográficas de cada um, resultando numa base de dados com 85 artigos para revisão.Resultados: Atualmente, existem dois modelos distintos na avaliação de atletas, com ou sem o uso do eletrocardiograma (ECG). Embora a baixa sensibilidade e especificidade na detecção de anomalias cardiovasculares subjacentes baseadas exclusivamente na história e no exame físico já tenha sido comprovada, os benefícios da adição de ECG ao rastreio de pré-participação (RPP) para reduzir a morte súbita não são evidentes. A introdução de novos critérios de interpretação de ECG reduziu a taxa de falsos positivos (6%) e, portanto, aumentou a sua relação custo-eficácia, embora tenha resultado num elevado número de desqualificações desnecessárias de atletas. O diagnóstico de patologias cardiovasculares silenciosas é considerado benéfico por muitos atletas, podendo tomar a sua própria decisão de continuar praticando desporto com pleno conhecimento dos riscos.Conclusão: A incidência de morte súbita cardíaca está a aumentar à medida que os estudos se tornam mais robustos e com menor número de vieses. A avaliação de um atleta não pode ser limitada à realização de uma história e exame físico. É fundamental chegar a um consenso sobre a educação adequada para médicos do desporto e uma avaliação adequada dos atletas. É importante compreender a necessidade de transformar décadas de informação e inovação em ações práticas voltadas para um bem comum: a qualidade de vida do atleta.
Introduction: Sudden cardiac death (SCD) in young athletes is a devastating and highly discussed event, nowadays. The aim of the preparticipation screening is to identify athletes with underlying cardiovascular disease who may be at increased risk of SCD during sports. This review article aims to provide an extensive critical analysis of the subject and tries to appeal to consensus regarding the best medical approach. Methods: A literature search was performed in PubMed database using the keywords: sudden death, sudden cardiac death, sudden cardiac arrest, athlete, young athlete, screening. From an initial search of 525 articles, only 65 articles were left, to which 20 more were added after analysis of the bibliographical references of each, resulting in a database with 85 articles for review.Results: Currently, there are two distinct models in the evaluation of athletes, with or without using the electrocardiogram (ECG). Although low sensitivity and specificity in detecting underlying cardiovascular anomalies based solely on history and physical examination has already been proven, the benefits of adding ECG to pre-participation screening (PPS) for reducing sudden death lacks evidence. The introduction of new ECG interpretation criteria has reduced the false-positive (6%) rate and thus increased its cost-effectiveness, although resulting in a high number of unnecessary disqualifications of athletes. The diagnosis of silent cardiovascular conditions is considered beneficial by many athletes, being able to make their own decision of keep practising sports with full knowledge of risks.Conclusion: The incidence of sudden cardiac death is increasing as studies become more robust and with fewer bias. The evaluation of an athlete can not be limited to the H&P. It is fundamental to reach a consensus on proper education for sports physicians and proper evaluation of athletes. It is important to understand the need to transform decades of information and innovation into practical action aimed at a common good: Athlete’s quality of life.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82020
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese de Mestrado 2017 Cardio_LP ultima versão 2.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

395
checked on Aug 4, 2022

Download(s) 50

394
checked on Aug 4, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons