Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82006
Title: Bullying, Cyberbullying e Psicopatologia: estudo numa amostra de adolescentes
Other Titles: Bullying, Cyberbullying and Psychopathology: study on a sample of adolescents
Authors: Rocha, Luís Miguel Cardoso da 
Orientador: Teixeira, Maria Del Carmen Bento
Fonseca, Paulo Alexandre da Silva
Keywords: Bullying; Cyberbullying; Psicopatologia; Adolescência; Bullying; Cyberbullying; Psychopathology; Adolescence
Issue Date: 24-Jan-2018
Serial title, monograph or event: Bullying, Cyberbullying e Psicopatologia: estudo numa amostra de adolescentes
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introduction: Bullying consists in acts of intentional and repeated physical or psychological violence, practiced by an individual or a group of individuals, provoking pain and anguish, often made on an unequal relation of power. The development of Information and Communications Technologies transposed Bullying into the virtual world, creating a new way of violence, Cyberbullying. The objectives of this work are to analyse the Bullying and Cyberbullying phenomena and verify their relationship with sociodemographic factors (gender, age) and psychopathology (anxiety, depression, stress and perfectionism), in a sample of adolescents. Methods: The sample is made by 548 young students from basic and secondary education (5th to 12th grades) from some public and private schools of the city of Coimbra. 271 individuals are female and 272 are male, with ages between 10 and 18 years old. It is a cross-sectional, observational and descriptive study, which data were collected through the implementation of a questionnaire. It contained sociodemographic questions and the Portuguese versions of the scales: Bullying (Silva et al., 2010); Cyberbullying (Pinto et al., 2011); Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (Pais-Ribeiro et al., 2004); and Escala de Perfecionismo de Crianças e Adolescentes (Bento et al., 2014). Data were processed using SPSS Statistics, version 24, through the implementation of the most suitable statistic methods. Results: Bullying had a prevalence of 4,86% and Cyberbullying 41,61%. Globally, female gender and early adolescence (10-13 years old) revealed higher scores for anxiety, depression and stress in all types of Bullying and Cyberbullying. When a Bullying victim was a male, it presented higher scores for anxiety, depression and stress. Perfectionism revealed no relationship with Bullying and Cyberbullying. Discussion: Results corroborate many studies that already exist and complete an emptiness in this topic, with differentiation between gender and age, and implementation in a Portuguese sample. Conclusion: Bullying and Cyberbullying are a current and global problem, which need to be solved. Adolescents of today are the adults of tomorrow. In a growth and physical and metal maturation phase, it is necessary to avoid which leads to psychopathology. If this psychopathology is not properly followed and solved, it will accompany this adolescents through all life.
Introdução: O Bullying consiste em atos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, provocando dor e angústia, muitas vezes executados dentro de uma relação desigual de poder. O desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação fez com que o Bullying fosse também perpetrado num mundo virtual, criando uma nova forma de violência, o Cyberbullying. Este trabalho tem como objetivo analisar, numa amostra de adolescentes, os fenómenos de Bullying e Cyberbullying e verificar a sua relação com fatores sociodemográficos (género, idade) e psicopatologia (ansiedade, depressão, stress e perfecionismo). Métodos: A amostra é constituída por 548 jovens estudantes do ensino básico e secundário (5º ao 12º anos de escolaridade) de algumas escolas públicas e privadas da cidade de Coimbra. Do total de indivíduos, 271 são do género feminino e 272 do género masculino, com idades compreendidas entre os 10 e os 18 anos. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e observacional, tendo os dados sido recolhidos através do preenchimento de um questionário que contém questões sociodemográficas, assim como as versões portuguesas das escalas: Bullying (Silva et al., 2010); Cyberbullying (Pinto et al., 2011); Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (Pais-Ribeiro et al., 2004); e Escala de Perfecionismo de Crianças e Adolescentes (Bento et al., 2014). Os dados foram tratados utilizando o programa SPSS, versão 24, através da aplicação dos métodos estatísticos mais adequados. Resultados: O Bullying apresentou uma prevalência de 4,86% e o Cyberbullying 41,61%. Globalmente, o género feminino e a adolescência precoce (10-13 anos) revelaram pontuações mais elevadas para a ansiedade, depressão e stress, em todos os tipos de Bullying e Cyberbullying. O género masculino, quando vítima de Bullying, também apresentou pontuações mais altas para a ansiedade, depressão e stress. O perfecionismo não revelou nenhuma relação com o Bullying e Cyberbullying. Discussão: Os resultados obtidos vêm corroborar muita da literatura já existente e completar um vazio existente neste tema, com diferenciação entre género e idade e aplicação numa amostra portuguesa. Conclusão: O Bullying e o Cyberbullying são um problema atual e global, que urge ser resolvido. Os adolescentes de hoje são os adultos de amanhã. É essencial permitir que, numa fase de crescimento e maturação física e mental, não hajam disruptores que levem à psicopatologia, que, se não for devidamente seguida e resolvida, irá acompanhar estes adolescentes durante toda a vida.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82006
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
TrabalhoFinal_LuísRocha.pdf1.55 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s) 20

709
checked on Dec 5, 2022

Download(s) 50

414
checked on Dec 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons