Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/81847
Title: Doença de Alzheimer e homocisteína A dieta mediterrânica como possível fator modificador
Other Titles: Alzheimer's disease and homocysteine Mediterranean diet as a possible modifying factor
Authors: Carteiro, Jorge Miguel Ramalho 
Orientador: Silva, Hugo Alexandre Clemente da
Santos, Lélita Conceição
Keywords: Doença de Alzheimer; Homocisteína; Vitamina B12; Ácido fólico; Dieta mediterrânica; Alzheimer's disease; Homocysteine; Vitamin B12; Folic acid; Mediterranean diet
Issue Date: 4-Apr-2017
Serial title, monograph or event: Doença de Alzheimer e homocisteína A dieta mediterrânica como possível fator modificador
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Nas últimas décadas tem-se assistido a um aumento considerável da esperança média de vida, tendo o envelhecimento um risco aumentado de alterações não fisiológicas, incluindo o declínio cognitivo e demência. A doença de Alzheimer é a forma mais frequente de demência, a sua incidência aumenta com a idade e a hiperhomocisteinemia é um fator de risco modificável e independente, estando associada a lesões da substância branca, atrofia cerebral e deposição de emaranhados neurofibrilares. Além disso, a hiperhomocisteinemia poderá ser um fator causal facilmente identificado e corrigido, pois decorre maioritariamente do défice de ácido fólico e/ou vitamina B12, pelo que uma dieta saudável poderá ser uma arma terapêutica para combater esse fator de risco, uma vez que o ácido fólico e vitamina B12 estão facilmente acessíveis e sem custos adicionais nos alimentos que podemos ingerir diariamente.Neste artigo de revisão procurou-se reunir a informação científica mais relevante e atualizada no sentido de perceber se a dieta mediterrânica, enquanto modelo de alimentação saudável, consegue fornecer a quantidade necessária de ácido fólico e vitamina B12 que permite manter as concentrações séricas destes micronutrientes em níveis que assegurem uma homocisteinemia normal e, por conseguinte, diminuir o risco de desenvolvimento de doença de Alzheimer. Concluiu-se que as concentrações séricas de ácido fólico e vitamina B12 potencialmente obtidas através da adoção da dieta mediterrânica, permitem assegurar uma homocisteinemia dentro dos valores normais e, desta forma, modificar este reconhecido fator de risco para o desenvolvimento de doença de Alzheimer.
In the last decades there has been a considerable increase in average life expectancy, with an increased risk of non-physiological changes, one of which is cognitive decline and dementia. Alzheimer's disease is the most common form of dementia, its incidence increases with age and hyperhomocysteinemia is a modifiable and independent risk factor, being associated with white matter lesions, cerebral atrophy and deposition of neurofibrillary tangles. In addition, hyperhomocysteinemia is a causal factor that is easily identified and corrected, since this condition arises mainly from folic acid and/or vitamin B12 deficiency. Thus, a healthy diet may be a therapeutic weapon to combat this risk factor, since folic acid and vitamin B12 are easily accessible and have no additional cost in the food we can eat on a daily basis.In this review article sought to gather the most relevant and up-to-date scientific information in order to understand whether the Mediterranean diet, as a healthy eating model, can provide the necessary amount of folic acid and vitamin B12 that allows the maintenance of the serum concentrations of these micronutrients at levels that ensure normal homocysteinemia and therefore decrease the risk of developing Alzheimer's disease. It was concluded that the serum concentrations of folic acid and vitamin B12 potentially achieved through the adoption of the Mediterranean diet, allow homocysteinemia to be ensured within the normal values and,in this way, modify this recognized risk factor for the development of Alzheimer's disease.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/81847
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho final.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

971
checked on Sep 13, 2022

Download(s) 20

1,382
checked on Sep 13, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons