Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/81549
Title: Transição para o contexto profissional em Arquitetura. O papel do estágio na formação do arquiteto
Authors: Batista, Mariana Alves 
Orientador: Moniz, Gonçalo Esteves de Oliveira do Canto
Almeida, Joaquim Carlos Pinto de
Keywords: Primeira experiência profissional; Ensino atual da Arquitetura em Portugal; Estágio; Transição; Prática; First professional experience; Current Architecture Educational Model in Portugal; Internship; Transition; Practise
Issue Date: 2-Feb-2017
Serial title, monograph or event: Transição para o contexto profissional em Arquitetura. O papel do estágio na formação do arquiteto
Place of publication or event: Departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra
Abstract: O Ensino da Arquitetura, tal como a nossa sociedade, vive de mudanças que se desejariam favoráveis e harmoniosas para com as necessidades de cada momento cultural e político. Alterações no modelo de ensino significam, quase sempre, respostas a mudanças da própria sociedade, não se podendo entender um elo sem que se tenha a consciência da intrusão do outro, numa relação de causa efeito ao longo da história do ensino até aos dias de hoje. Assim, surge a necessidade de contextualização inicial da evolução do Ensino de Arquitetura em Portugal, com especial profundidade de abordagem sobre o Ensino da Arquitetura no Departamento de Arquitetura da FCTUC, percorrendo a sua história e tradição de ensino com foco para o momento atual. Questões acerca do Ensino da Arquitetura e da Profissão do Arquiteto são, cada vez mais, colocadas a discussão e alvo de crítica, bem como as questões à volta de um primeiro contacto com a profissão ainda em contexto académico. Por um lado, pelos docentes das instituições de ensino de arquitetura, por outro, pelos próprios alunos, que se questionam numa tentativa de entender a relação entre a esfera Académica e a campo para além da Escola. Ambos com expectativas e percepções daquilo que é a profissão e do que a própria arquitetura implica, num momento de transição de uma realidade académica e para o ingresso efetivo na atividade profissional em Arquitetura, complexa em normas, prazos, obrigações e responsabilidades daquilo que é ser-se Arquiteto. A presente dissertação pretende contribuir para uma reflexão, assente em argumentos, acerca das dicotomias encontradas, neste confronto da passagem de ensino formal teórico-prático ao quotidiano laboral, a partir do caso concreto de uma primeira experiência pessoal profissional numa articulação de aprendizagens do ensino da Arquitetura com um estágio PEPAL, que veio a ser impulsionador para este debate. Este trabalho realiza uma problematização da profissão do Arquiteto e do Ensino atual, incidindo sobre a temática do Estágio enquanto via para uma aprendizagem real do “ser Arquiteto” e enquanto momento de transição para um novo contexto, o profissional.
The teaching of Architecture, such as our society, lives under constant changes which should mostly be favourable and harmonious towards the necessities of each cultural and political moment. Changes in the educational model represent, quite often, an answer to the changes of the society itself, which makes impossible to understand one bond without the awareness of the intrusion of the other, structuring a causal relationship throughout the educational history to date. Therefore, the need of contextualize the primary evolution of the Architecture Educational Model in Portugal arises. With special depth on the approach of the Architecture Educational Model of the Architecture Department of FCTUC across its educational history and tradition focusing the present moment. Questioning the Architecture Education Model and the Architect Professional Life is recurrent and, every day more, a criticised discussion, as well as questioning the first contact with the profession in academic context. On one hand, by the university architecture lecturers. On the other hand, by the students which are questioning in an attempt of understanding the relation between the academic sphere with the professional expectations and perceptions of what architecture implies beyond the school, in a transition momento of an Academic reality to the efective professional activity in Architecture which is complex by its norms, deadlines, obligations and responsibilities. This dissertation intends to contribute for a reflection trough arguments about the dichotomies found on this confrontation from the theoretical/practical education to the labour daily life. Based on the concrete first personal professional experience amid the articulation of architecture educational knowledge with the PEPAL internship which pushed forward this debate. This work refers to the problematization of the architect profession and the current Educational model, focusing on the Internship topic as a route to the knowledge of the real “Architect life” as well as a transition to the new professional context.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/81549
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Mariana Batista.pdf123.19 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

434
checked on Jul 2, 2020

Download(s) 50

404
checked on Jul 2, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons