Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/81434
Title: Ressonância magnética com contraste hepatoespecífico para caracterização de lesões focais benignas de uma natureza hepatocelular
Authors: Pedro, Marcos Henrique Fernandes Monteiro Teixeira 
Orientador: Alves, Filipe Caseiro
Semedo, Luís Miguel Catarino Curvo
Keywords: Imagiologia; Adenoma de células hepáticas; Imagem por ressonância magnética; Neoplasias hepáticas
Issue Date: 2011
Abstract: Introdução O ácido gadoxético (Gd-EOB-DTPA) é um contraste usado na ressonância magnética para detecção, caracterização e classificação de lesões hepáticas. Apresenta propriedades extracelulares e de excreção biliar, sendo 50% da dose administrada eliminada por via hepatobiliar. Uma das suas aplicações, portanto, consiste na caracterização de lesões hepáticas focais, nomeadamente de natureza hepatocelular, como por exemplo a hiperplasia nodular focal e o adenoma hepatocelular. Os pacientes com hiperplasia nodular focal geralmente são assintomáticos e estas lesões raramente revelam complicações. Em contraste, o adenoma hepatocelular pode sofrer complicações, de que se destacam a hemorragia intratumoral ou intraperitoneal, por vezes maciça, bem como a possível evolução para malignidade. Objectivos O objectivo deste trabalho é verificar se a utilização do Gd-EOB-DTPA é adequada para a diferenciação entre hiperplasia nodular focal e adenoma hepatocelular. Metodologia Foi feito um estudo retrospectivo através de pesquisa de casos de hiperplasia nodular focal e adenomas hepatocelulares referenciados para execução de ressonância magnética com Gd- EOB-DTPA no Serviço de Imagiologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), entre Agosto de 2009 e Dezembro de 2010. Foram estudados 32 doentes, 24 com hiperplasia nodular focal e 8 com adenoma. Nesses doentes foram calculados os valores de Signal-tonoise ratio (SNR), Contrast-to-noise ratio (CNS) e % de realce. A análise estatística foi efectuada no SPSS, versão 18, e os testes foram avaliados ao nível de significância de 5%. Resultados O CNR e o SNR após contraste é significativamente diferente para os dois tipos de lesão (p < 0.001 e p = 0.03, respectivamente), com valores superiores de ambos os parâmetros no grupo das hiperplasias nodulares focais. Quanto à % de realce, encontra-se diferença estatisticamente significativa entre os grupos (p = 0.006), mais uma vez com o grupo HNF a apresentar valores superiores. Há diferenças estatisticamente significativas em ambos os grupos, entre os estudos pré- e pós- contraste para o CNR (HNF: p < 0.001; adenoma: p = 0.017), mas para o SNR da lesão a diferença está apenas no grupo das HNF (p < 0.001); para o CNR os valores aumentam em HNF e diminuem em adenomas, enquanto que para o SNR da lesão os valores pós-contraste são mais elevados do que pré-contraste, em qualquer um dos grupos. Conclusões A ressonância magnética com contraste hepatoespecífico - ácido gadoxético - é um método de imagem capaz de diferenciar hiperplasia nodular focal de adenoma hepatocelular, tendo por base os padrões diferentes de captação do contraste por parte das lesões mencionadas
Introduction Gadoxetic acid (Gd-EOB-DTPA) is a contrast used in magnetic resonance imaging (MRI) for the detection, characterization and classification of hepatic lesions. It shows properties of extracellular and biliary excretion, with 50% of the administered dose eliminated by the hepatobiliary pathway. One of its applications, therefore, is the characterization of focal hepatic lesions, including those with hepatocellular nature, such as focal nodular hyperplasia and hepatocellular adenoma. Patients with focal nodular hyperplasia (FNH) are usually asymptomatic and rarely reveal complications. In other hand, the adenoma may suffer complications, such as intraperitoneal or intratumoral bleeding, sometimes massive, and the possible progression to malignancy. Objectives The aim of this work is to check if the use of Gd-EOB-DTPA is suitable for the differentiation between focal nodular hyperplasia and hepatocellular adenoma. Methods A retrospective study was done by searching for cases of focal nodular hyperplasia and hepatocellular adenomas referred to do MRI with Gd-EOB-DTPA in the Department of Radiology of the University Hospitals of Coimbra (HUC) between August 2009 and December 2010. We studied 32 patients, 24 with focal nodular hyperplasia and 8 adenoma. We calculated for Signal-to-noise ratio (SNR), Contrast-to-noise ratio (CNS) and % of enhancement. Statistical analysis was performed with SPSS, version 18, and the tests were evaluated at a significance level of 5%. Results The SNR and CNR after contrast is significantly different for the two types of lesion (p <0.001 and p = 0.03, respectively), with higher values of both parameters in the group of focal nodular hyperplasia. As for the % of enhancement, there is statistically significant difference between groups (p = 0.006), again with the FNH group presenting higher values. There are significant differences in both groups among the studies pre-and post-contrast for the CNR (FNH: p <0.001; adenoma: p = 0.017), but for the SNR of the lesion the difference lies in the HNF group (p <0,001); the CNR values increase in FNH and decrease in adenomas, while for the SNR of the lesion post-contrast values are higher than pre-contrast, in both groups. Conclusions Magnetic resonance imaging with hepatobiliary contrast - gadoxetic acid - is an imaging method able to differentiate focal nodular hyperplasia from hepatocellular adenoma, based on the different patterns of contrast uptake by the lesions mentioned
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área científica de Imagiologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/81434
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

111
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

78
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.