Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80537
Title: A infertilidade na mulher obesa
Authors: Aveiro, Nídea Mafalda Pacheco
Orientador: Castilho, Maria Conceição G. B. O.
Keywords: Infertilidade feminina; Obesidade
Issue Date: Jul-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A obesidade é um problema de saúde cada vez mais prevalente em todo o mundo, atingindo cerca de 10% da população mundial. Esta patologia está associada a inúmeros efeitos adversos na saúde reprodutiva feminina, nomeadamente ausência de ovulação, irregularidades menstruais, infertilidade, complicações na gravidez e aborto. O tecido adiposo branco apresenta um papel importante no desenvolvimento normal da função reprodutiva feminina, atuando como um órgão endócrino ao secretar adipocinas que podem ser indicativas do estado ou da condição dessa função. O excesso de gordura no tecido adiposo causa distúrbios hormonais, principalmente nas adipocinas que, por sua vez, irá comprometer a fisiologia dos tecidos e órgãos reprodutivos, incluindo o hipotálamo, o ovário, o embrião e o endométrio. As mulheres obesas são mais suscetíveis à infertilidade. Uma das causas mais comuns de infertilidade feminina é a Síndrome dos Ovários Poliquísticos e afeta 5-10% das mulheres em idade fértil. O tratamento de primeira linha para melhorar o desempenho reprodutivo em mulheres obesas é a perda de peso.
Obesity is a health problem increasingly prevalent worldwide, achieving about 10% of the world’s population. This pathology is associated with numerous adverse effects on the female reproductive health, namely anovulation, irregular menses, infertility, pregnancy complications and miscarriage. The white adipose tissue plays an important role in the normal development of the female reproductive function, acting as an endocrine organ by secreting adipokines that may be indicative of the state or condition of this function. Excess fat in the adipose tissue causes hormonal disorders, particularly in adipokines, which in turn will compromise the physiology of the reproductive organs and tissues, including the hypothalamus, the ovary, the embryo and the endometrium. Obese women are more prone to infertility. One of the most common causes of female infertility is Polycystic Ovary Syndrome and affects 5-10% of women of reproductive age. The first line of treatment to enhance reproductive performance in obese women is weight loss.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/80537
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_Nidea Aveiro.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

583
checked on Sep 10, 2021

Download(s) 50

430
checked on Sep 10, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.