Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80401
Title: Por entre rochedos bordados passa um rio: um olhar da Gestalt para efetuar uma leitura do passado
Authors: Lage, Welington 
Orientador: Lopes, Maria da Conceição
Keywords: Gravuras rupestres; Linguagem visual; Estado de conservação; Fenomenologia; Gestalt
Issue Date: 16-Mar-2018
Citation: LAGE, Welington - Por entre rochedos bordados passa um rio : um olhar da Gestalt para efetuar uma leitura do passado. Coimbra : [s.n.], 2018. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/80401
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente trabalho objetivou estudar e documentar as gravuras rupestres existentes no sítio arqueológico Poço da Bebidinha, que se localiza no cânion do rio Poti, município de Buriti dos Montes, centro-norte do Estado do Piauí, região Nordeste do Brasil. O sítio Poço da Bebidinha apresenta grande quantidade de gravuras rupestres figurativas e não figurativas, únicas na região, até o momento. Essas gravuras guardam uma profundidade regular e constante, aspecto característico da técnica de execução do tipo picoteamento indireto, quando se tem mais controle e eficácia no trabalho. A maior concentração de gravuras localiza-se a céu aberto, nos rochedos areníticos às margens do rio Poti, em uma extensão de aproximadamente três Km. A sequência operacional empregada nesse trabalho inicia-se com um estudo para determinar a caracterização do ambiente no qual o sítio está inserido, o povoamento pré-colonial e as populações etno-históricas no Piauí, um breve histórico do município de Buriti dos Montes e da Fazenda Espírito Santo, onde o sítio está localizado. Realizou-se, também, a análise dos principais agentes de degradação presentes no sítio. Executou-se um levantamento arqueológico sistemático em 28 conjuntos, dentre os quais 14 foram selecionados por serem mais significativos. Os dados oriundos do trabalho de campo foram analisados em laboratório, que gerou um acervo fotográfico, fichas de análise dos conjuntos de gravuras e das composições das gravuras individualmente. Para as gravuras utilizou-se um sistema de leitura visual, seguindo métodos da Fenomenologia, a partir dos princípios e características propostos pela Teoria da Gestalt, que apresenta subsídios metodológicos (Princípios Básicos) para proceder à compreensão das imagens, em termos de análise, interpretação e síntese da organização visual da forma, que são: unidade, segregação, unificação, fechamento, continuidade, proximidade, semelhança e pregnância da forma. Esses princípios explicam por que vemos as coisas de uma determinada maneira e não de outra. Em uma área na qual foram encontrados materiais líticos em superfície, realizou-se prospecção e sondagens, na tentativa de correlacioná-los com as gravuras, todavia, isso não foi possível, pois os vestígios indicaram uma associação a ocupações de contato e históricas mais ligadas a grupos de agricultores/ceramistas. Metodologicamente, a Fenomenologia e a Teoria da Gestalt embasaram os estudos realizados, visando a possibilidade de contribuir com uma nova forma de se perceber as representações rupestres do sítio Poço da Bebidinha.
Description: Tese de doutoramento em Arqueologia, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/80401
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Arqueologia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Por entre rochedos bordados passa um rio.pdf39.8 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

213
checked on Oct 14, 2020

Download(s) 20

984
checked on Oct 14, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.