Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79890
Title: Estatinas: panorama atual e novas indicações terapêuticas
Authors: Patrício, João André Moreira
Orientador: Costa, Saul Campos Pereira da
Keywords: Inibidores de hidroximetilglutaril-CoA redutases; Uso terapêutico
Issue Date: Jul-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: As estatinas são a classe de fármacos de primeira escolha no controlo da dislipidémia. Todas exercem a sua ação farmacológica pela inibição competitiva da redutase da HMG-CoA, diminuindo a síntese endógena de colesterol. Em geral, são bem absorvidas por via oral, têm baixa biodisponibilidade por sofrerem um acentuado efeito de primeira passagem, ligam-se extensamente às proteínas plasmáticas, são hepatosseletivas, são maioritariamente metabolizadas no fígado e a sua principal via de eliminação é a via biliar. As estatinas são eficazes na redução dos níveis plasmáticos de colesterol LDL e de triglicerídeos e no aumento dos níveis de colesterol HDL. Além disso, possuem propriedades pleiotrópicas que lhes conferem efeitos muito benéficos a nível cardiovascular, contribuindo para a redução significativa da morbilidade e da mortalidade causadas por doenças e eventos cardiovasculares. As estatinas revelam ainda efeitos positivos na Doença de Alzheimer e no cancro. São geralmente bem toleradas e possuem um bom perfil de segurança. A rabdomiólise é o efeito mais grave, mas é raro. Os principais efeitos secundários são miopatias, alterações das enzimas hepáticas, risco de Diabetes e AVC hemorrágico. Certos grupos de risco e a toma com alguns alimentos requerem um cuidado especial. Possíveis novas indicações terapêuticas das estatinas incluem a utilização na angiogénese e em período perioperatório.
Statins are the therapy of choice in the management of dyslipedimia. All statins act by competitive inibition of the HMG-CoA reductase, decreasing endogenous synthesis of cholesterol. In geral, statins are absorbed rapidly, possess a low systemic bioavailability due to na extensive first-pass extraction, extensively bound to plasma proteins, are hepatoselective, predominantly metabolized in the liver and and the main route of elimination is via the bile. Statins effectively reduce the plasmatic levels of LDL-C and triglycerides and increase the levels of HDL-C. Beyond that, they have pleiotropic properties which allows many beneficial cardiovascular effects, significantly reducing the morbility and mortality caused by cardiovascular diseases and events. Statins also have positive effects on Alzheimer’s Disease and cancer. Statins are well tolerated with good safety profiles. Rhabdomyolysis is the most severe adverse effect, but it’s rare. The main side effects are myopathy, liver enzyme abnormalities, risk of incident Diabetes and haemorrhagic stroke. Certain risk groups and the concomitante administration of statins with food requires special caution. Possible new therapeutic indications include the use on angiogenesis and perioperative period.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79890
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_joao patricio.pdf798.62 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

262
checked on Sep 10, 2021

Download(s) 20

1,522
checked on Sep 10, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.