Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79779
Title: A acumulação (muito mais do que) primitiva como elo entre capitalismo, colonialismo e patriarcado
Other Titles: The (much more than) primitive accumulation as a link between capitalism, colonialismo and patriarchy
Authors: Hashizume, Maurício 
Keywords: Capitalismo; Colonialismo; Patriarcado; Capitalism; Colonialism; Patriarchy
Issue Date: 2017
Publisher: UFRPE
Project: info:eu-repo/grantAgreement/EC/FP7/269807/EU 
Serial title, monograph or event: Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE
Volume: 2
Issue: 11
Place of publication or event: Recife
Abstract: Como parte de uma poderosa engrenagem crítica de desconstrução do modo de produção capitalista com base no materialismo histórico e dialético, Marx formulou, em sua obra mais conhecida (O Capital), a concepção de “acumulação primitiva”, considerada como o ponto de partida da produção capitalista, isto é, como uma espécie de “pecado original” do sistema capitalista. Intelectuais e militantes como Rosa Luxemburgo e, mais recentemente, Silvia Federici e David Harvey, entre muitas/oss outras/os analistas, têm apontado para aspectos complementares que envolvem um senso mais alargado e contínuo dessa ideia de “acumulação”. Para além dos cercos de sua condição “primitiva” (quando da sua formação histórica a partir da expansão colonial do final dos séculos XV e XVI) ou somente “capitalista” (em sua fase mais “desenvolvida” na esteira da Revolução Industrial), o conceito tem sido submetido a distintas abordagens mais ampliadas que reforçam a conexão intrínseca entre capitalismo, colonialismo e patriarcado.
The concept of “primitive accumulation”, considered by Marx as the starting point of capitalist mode of production, has been recaptured by thinkers such as Rosa Luxemburg, Silvia Federici and David Harvey in a broader and continuous sense that does not necessarily dissociate it from the “capitalist accumulation”. Through a postcolonial/decolonial critical analysis, it is possible to glimpse through it a powerful, continuous and infuential connection between capitalism, colonialism and patriarchy.
URI: http://hdl.handle.net/10316/79779
ISSN: 2316-977X
2446-6662
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Artigos em Revistas Internacionais

Show full item record

Page view(s)

181
checked on Oct 4, 2022

Download(s) 50

261
checked on Oct 4, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons