Title: Intervenção farmacêutica na compliance da antibioterapia
Authors: Correia, Maria da Conceição Duarte 
Keywords: Farmácias;Farmacêuticos;Questionários;Antibióticos;Farmacorresistência bacteriana;Resistência microbiana aos medicamentos
Issue Date: Jul-2014
Abstract: A descoberta dos antibióticos revolucionou a medicina permitindo a cura de milhões de infecções potencialmente fatais até então. No entanto, o seu uso excessivo e inadequado contribuiu para o aumento do número de bactérias resistentes. O crescente desenvolvimento de resistências bacterianas aos antibióticos constitui um problema de saúde pública que merece a atenção de toda a população. Assim, revelou-se pertinente a realização de um estudo que avaliasse o nível de conhecimento sobre antibióticos de utentes de uma farmácia comunitária, bem como avaliar a sua compliance à antibioterapia. O estudo em causa foi de natureza quantitativa, transversal e seguiu uma via descritiva. A amostra foi constituída por 123 utentes da Farmácia Confiança de Viseu, Lda. e a recolha de dados foi realizada através da aplicação de um questionário. Os resultados demonstraram que ainda existe um grande desconhecimento em relação às indicações clínicas dos antibióticos, havendo quem os associe a infecções não bacterianas (gripes, constipações e infecções causadas por parasitas). Por outro lado, verificou-se que a esmagadora maioria dos inquiridos tem consciência que a toma incorrecta do antibiótico pode levar à ineficácia do mesmo. No que toca ao comportamento dos inquiridos em relação à terapêutica com antibióticos, verificou-se que a grande maioria apresentou uma boa compliance, respeitando a duração do tratamento, a dose e horário da toma. Verificou-se, também, que o farmacêutico desempenha um papel importante na educação e orientação dos utentes na antibioterapia.
The discovery of antibiotics revolutionized Medicine, allowing the cure of millions of potentially fatal infections. However, their excessive and inappropriate use has contributed to increase the number of resistant bacteria. The increasing development of bacterial resistance is a public health concern that deserves the attention of the entire population. Therefore, a study to evaluate the level of knowledge about antibiotics was carried out in a community pharmacy, as well as to evaluate the compliance of the antibiotherapy of their patients. The study was quantitative and transversal one, following a descriptive view. A total of 123 patients of the Confiança Pharmacy in Viseu, was inquired by filling an appropriate questionnaire. The results showed that still exists a high level of ignorance on clinical indications for antibiotherapy. The use of antibiotics to treat nonbacterial infections (flu, colds and parasite infections) was commonly admitted by the study population. Nevertheless, the majority of responders know that taking antibiotics improperly can lead to its ineffectiveness. On the other hand, regarding the behavior of responders in relation to the antibiotic therapy compliance, it was observed that the great majority respects the treatment duration, the dose and the administration schedule. It was also observed that the pharmacist plays an important role in patient education and orientation on antibiotherapy.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79725
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
M_conceição correia.pdf765.79 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.