Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79670
Title: Meios de diagnóstico usados em imunoalergologia
Authors: Santos, Alexandre Calisto dos
Orientador: Rama, Ana Cristina
Keywords: Hipersensibilidade; Diagnóstico; Alergénios
Issue Date: Jul-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Introdução: As doenças alérgicas estão em crescimento. Os seus mecanismos nem sempre são bem conhecidos e não são simples. O diagnóstico preciso de uma alergia é fundamental para o tratamento. Objetivo: Identificar e descrever os meios de diagnóstico usados na prática clínica em Imunoalergologia, com especial enfoque nos métodos, técnicas e medicamentos usados para os testes in vivo; propor um modelo de abordagem e aconselhamento farmacêutico com medidas de prevenção e de educação para a saúde. Métodos: Revisão bibliográfica; integração no Serviço de Imunoalergologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC); apoio documental dos Serviços Farmacêuticos. Resultados: As alergias são reações de hipersensibilidade de Tipo I ou de Tipo IV. As mais importantes, de Tipo I, são mediadas por IgE. Entre os métodos de diagnóstico, os testes cutâneos são os mais usados. Os testes de provocação são pouco usados, pelo risco de reação grave ou mesmo anafilaxia. Os medicamentos alergénios são de origem natural ou obtidos por tecnologia de ADN recombinante. Os alergénios principais são pólenes, ácaros, fungos e alguns alimentos. A sua produção consiste na extração e na inclusão numa formulação estável para conservar a capacidade alergénica. A padronização global é uma necessidade, mas os padrões desenvolvidos por múltiplas entidades ainda não têm aceitação internacional, seguindo critérios individuais. A sua aquisição pelos hospitais carece de autorização do Infarmed por não serem comercializados em Portugal. A evicção específica de cada tipo de alergénios é o principal meio de controlo da doença alérgica, havendo aqui uma oportunidade para aconselhamento farmacêutico. Conclusão: O teste cutâneo por picada é o que tem âmbito de aplicação mais largo. Os medicamentos alergénios usados carecem de padronização internacional, ficando comprometida a comparabilidade dos alergénios provindos de diversos produtores, e assim, a sensibilidade e a fiabilidade dos testes. O modelo de abordagem e aconselhamento desenvolvido disponibiliza ao farmacêutico uma ferramenta para o aconselhamento do doente alérgico.
Abstract Introduction: Allergic diseases are on the rise. Its mechanisms are not always well known and are not simple. The accurate diagnosis of an allergy is essential for the treatment. Objective: Identify and describe the means of diagnosis used in clinical practice in Immunoallergology, with special focus on methods, techniques and medications used for in 4 vivo tests; propose a model of approach and pharmacist counseling with preventive measures and health education. Methods: Literature review; Immunoallergology Service integration of Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC); documentary support of pharmaceutical services of the CHUC. Results: Allergies are type I or type IV hypersensitivity reactions. The most important, of type I, are mediated by IgE. Among the methods of diagnosis, the skin prick tests are the most used. Provocation tests are little used, due to the risk of severe reaction or even anaphylaxis. The allergen medicines are of natural origin or derived by recombinant DNA technology. The main allergens are pollens, dust mites, fungi, and some foods. Its production consists in the extraction and then inclusion in a stable formulation to conserve its allergenic capacity. Global standardization is a necessity, but the standards developed by multiple entities do not yet have international acceptance, following individual criteria. Its acquisition by hospitals lacks Infarmed's authorization because they are not marketed in Portugal. The specific eviction of each allergen type is the primary means of control of the allergic disease, and there is an opportunity here for pharmaceutical counseling. Conclusion: The skin prick test is the one with wider scope. The allergen medicines used lack international standardization, getting compromised the comparability of allergens from several producers, and thus, the sensitivity and the reliability of the tests. The model of approach and advice developed offers the pharmacist a tool for allergic patient counseling.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79670
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_alexandre santos.pdf5.3 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

127
checked on Sep 10, 2021

Download(s) 20

1,332
checked on Sep 10, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.