Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79668
Title: Perturbações do espectro do autismo : implicações na clínica psiquiátrica
Authors: Loureiro, Diana Rafaela Figueiredo de Albuquerque 
Orientador: Pereira, Frederico Guilherme Sousa Costa
Keywords: Autismo; Síndroma de Asperger; Escalas de avaliação de estados psiquiatricos
Issue Date: Mar-2011
Abstract: Perturbações do Espectro do Autismo: Implicações na Clínica Psiquiátrica O reconhecimento do autismo e da Síndrome de Asperger (SA) como entidades nosológicas, bem como a sua descrição, é relativamente recente (anos quarenta do século passado). Desde então, muita tem sido a investigação conduzida em torno destas e doutras perturbações relacionadas, actualmente designadas como Perturbações do Espectro do Autismo (PEA) ou Desordens Globais do Desenvolvimento. Contudo, em relação às formas menos graves da doença, esta investigação começou há apenas trinta anos. Deste modo, a realização de estudos relativos a adultos autistas só tem sido possível nos últimos anos, havendo agora vários trabalhos centrados na sua trajectória de desenvolvimento, sintomatologia e comorbilidades. Por outro lado, surge a possibilidade de muitos adultos com a doença não terem sido diagnosticados, ou porque esta não tinha ainda sido descrita ou por apresentarem manifestações ligeiras, que apenas se tornam reconhecíveis após a infância, e que muitas vezes se apresentam mascaradas por comorbilidades, levando a erros de diagnóstico. Neste sentido, surgiu recentemente a necessidade de desenvolver instrumentos que permitam diagnosticar estas patologias no adulto, uma vez que a maioria dos existentes se destinam a crianças. Esta dissertação procura apresentar os dados mais relevantes relacionados com 1) as características das PEA nos doentes adultos, 2) as suas comorbilidades e, sobretudo, 3) os instrumentos diagnósticos para a patologia autista nesta idade. Nesse sentido, fez-se uma revisão sistemática da literatura, com particular incidência nas escalas para avaliação destas perturbações, construídas propositadamente para adultos. Foi encontrada bastante informação relativa aos pontos 1) e 2). Quanto ao ponto 3), também foram encontradas diversas escalas diagnósticas apropriadas para adultos, seis das quais lhes são especificamente dirigidas. Entretanto, nenhuma pode ser utilizada isoladamente, sendo indispensável a restante avaliação clínica. A investigação empreendida mostra que estão já disponíveis vários instrumentos adequados para diagnosticar PEA em adultos, sendo patente uma tendência recente para os desenvolver, dado que a informação em que se baseiam também só há pouco tempo foi disponibilizada. Este continua, todavia, a ser um campo aberto em termos de pesquisa, sendo necessários sobretudo estudos em grande escala que permitam validar e aperfeiçoar os instrumentos existentes.
Autism Spectrum Disorders: Clinical Implications for Psychiatry The recognition and description of autism and Asperger’s Syndrome (AS) as nosological entities is relatively recent (1940’s of the last century). Since then, there’s been a lot of investigation conducted around these and other related disorders, currently named Autism Spectrum Didorders (ASD) or Pervasive Developmental Disorders. Yet, for the least severe forms of the disease, this investigation began only thirty years ago. This way, the conduction of studies regarding adult autistic individuals has only been possible in the past few years, with several works centered on their developmental trajectory, symptoms and comorbilities now available. On the other hand, the possibility of many undiagnosed adults with the disease arises, either because the condition had not been described yet, or due to mild symptomatology that has only become apparent after childhood, which often appears masked by comorbilities, leading to diagnostic errors. This way, the need for developing instruments that can diagnose these conditions in adults has recently emerged, since most of the existing ones are meant for children. This dissertation seeks to present the most relevant data related to 1) the description of adult patients, 2) their comorbilities and, most of all, 3) the diagnostic instruments for autistic disorders in this age. For this purpose, a systematic review of the literature has been conducted, with particular focus on the scales to evaluate these disorders that are designed specifically for adults. There’s plenty information available concerning points 1) and 2). As for point 3), several diagnostic scales appropriate for adults have been found, six of which are specifically directed to them. Meanwhile, none can be used by itself, so the remaining clinical evaluation is mandatory. The undertaken investigation shows that there are already several adequate instruments to diagnose ASD in adults, with a recent tendency to develop them, since the data upon which they’re based has also only recently been made available. Even though, this remains an open field in terms of research, with a prominent need for large-scale studies to validate and tune the existing instruments.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina àrea científica de Psiquiatria, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79668
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese-Final.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

218
checked on Sep 17, 2020

Download(s) 50

412
checked on Sep 17, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.