Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79410
Title: O efeito da berberina na sensibilidade à insulina num modelo animal de diabetes tipo 2
Authors: Rego, Daniel Tavares 
Orientador: Sena, Cristina Maria Tristão
Seiça, Raquel Maria Fino
Keywords: Berberina; Diabetes mellitus do tipo 2; Animais de laboratório
Issue Date: Mar-2013
Abstract: A diabetes mellitus tipo 2 é uma doença cuja incidência tem vindo a aumentar em todos os países desenvolvidos, de tal forma que é tida como uma verdadeira epidemia. É uma patologia crónica associada a graves morbilidades macro e microvasculares que incluem patologia retiniana, renal e neurosensitiva, e que resulta de alterações da célula β pancreática e insulinorresistência. A berberina é um alcalóide natural com propriedades anti-hiperglicémicas e no aumento da sensibilidade à insulina, tendo sido proposto, em diversos estudos, que a ativação da enzima AMPK fosse um dos seus principais mecanismos de ação. O objetivo deste trabalho consistiu em estudar os efeitos da berberina no fígado de ratos Goto-Kakizaki, um modelo animal de diabetes tipo 2 não obeso, e perceber melhor o mecanismo de ação deste composto. Criámos dois grupos de animais, um grupo controlo de ratos Wistar e Goto-Kakizaki e um grupo de ratos Wistar e Goto-Kakizaki tratados durante 3 meses com berberina. Avaliámos o peso corporal, diversos parâmetros metabólicos e os níveis de AMPK, IRS-1 e Akt no tecido hepático. Apesar da melhoria dos parâmetros metabólicos, não observámos ativação daquelas proteínas, no tecido hepático, após o tratamento com berberina. Sugere-se que possam existir outras vias moleculares que também contribuam para o efeito metabólico da berberina na diabetes.
Type 2 diabetes mellitus is a growing disease in developed countries. Its incidence is increasing in such a way that it is considered as a real epidemic. Type 2 diabetes is a chronic disease, caused by pancreas β-cell dysfunction and insulin resistance, with severe morbidity due to its macro and microvascular complications that include retinal, renal and neurosensitive alterations. Berberine is a natural alkaloid, capable of improving insulin sensitivity, with anti hyperglycemic properties. The activation of AMPK was proposed as an important action mechanism to explain berberine's effects. This work intends to study the hepatic effects of berberine treatment on Goto-Kakizaki rats, a non obese type 2 diabetes animal model, and to understand berberine's molecular mechanism of action. Two groups were studied, a control group comprising Wistar and Goto-Kakizaki rats and a second group with Wistar and Goto-Kakizaki rats treated with berberine during 3 months. Animal weight was analyzed, as well as various metabolic parameters and AMPK, Akt and IRS-1 hepatic expression. In spite of improving the metabolic parameters, berberine did not activate these proteins on the hepatic tissue. We suggest that other molecular pathways could be involved in the action mechanism of berberine in type 2 diabetes mellitus.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina àrea científica de Fisiologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79410
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

231
checked on Sep 21, 2020

Download(s) 50

564
checked on Sep 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.