Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/744
Title: Luz e trevas no teatro de Sófocles
Authors: Fialho, Maria do Céu Grácio Zambujo
Keywords: Literatura Grega
Sófocles, 496?-406 A.C. -- Teatro
Issue Date: 29-Nov-1988
Citation: FIALHO, Maria do Céu - Luz e trevas no teatro de Sófocles. Coimbra, 1988.
Abstract: A metafísica platónica determinou o destino da simbólica da luz na linguagem e no pensamento ocidental. Esta tese interpreta e recupera as dimensões fundamentais da linguagem da luz e das trevas num tempo anterior ao do pensamento metafísico - especificamente na poesia dramática de Sófocles. Aí, tal linguagem é expressão dos grandes determinantes da existência humana. A finitude do herói sofocliano, experienciada na situação trágica, leva-o a sentir-se como um unicum, marcado por uma referência distorcida à luz e às trevas. Essa distorção toma a forma de um paradoxo tal que as trevas se enchem de luz e a luz de trevas, de modo a que cada um dos contrários se converta em portador e significante do seu oposto. Este paradoxo ganha, no entanto, expressão diferenciada nas várias tragédias do dramaturgo.
Description: Tese de doutoramento em Letras (Literatura Grega) apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/744
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Clássicos - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.