Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/739
Title: Ideias Morais e Políticas em Plínio-o-Antigo.
Authors: Oliveira, Francisco de
Keywords: Literatura Grega
Plínio, o Velho, 23?-72 -- filosofia política
Issue Date: 27-Jun-1986
Abstract: Nesta dissertação são estudadas as ideias morais e políticas de Plínio-o-Antigo em três capítulos : 1. As formas de constituição; 2. A imagem do governante; 3. A acção do governante. Nas 453 p. de texto, que incluem uma centena de p. de notas, o A. procura situar o Naturalista no pensamento político romano, aproximando-o da ideologia do principado, da temática da diatribe clínico-estóica e da influência da retórica escolar. Plínio parece aceitar um regime de ‘monocracia’. Para o governante, propõe um conjunto de virtudes ‘imperatoriae’, que são defenidas por oposição às categorias tradicionais da imagem do tirano. Não é repudiado um regime de sucessão dinástica como o regime dos Flávios. Todavia, o Naturalista não privilegia os grandes lemas da propaganda oficial e as especulações teóricas, revelando um pragmatismo e um sincretismo ideolólogico interclassista, cujos temas preferenciais são a aversão à guerra civil, a aspiração à paz e à segurança. Dotado de um espírito satírico acentuado, Plínio exercita a sua invectiva contra o mau governante, concomitantemente propondo um regresso às virtudes tradicionais.
Description: Tese de doutoramento em Letras (História da Cultura Clássica) apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/739
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Clássicos - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.