Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/739
Title: Ideias Morais e Políticas em Plínio-o-Antigo.
Authors: Oliveira, Francisco de 
Keywords: Literatura Grega; Plínio, o Velho, 23?-72 -- filosofia política
Issue Date: 27-Jun-1986
Abstract: Nesta dissertação são estudadas as ideias morais e políticas de Plínio-o-Antigo em três capítulos : 1. As formas de constituição; 2. A imagem do governante; 3. A acção do governante. Nas 453 p. de texto, que incluem uma centena de p. de notas, o A. procura situar o Naturalista no pensamento político romano, aproximando-o da ideologia do principado, da temática da diatribe clínico-estóica e da influência da retórica escolar. Plínio parece aceitar um regime de ‘monocracia’. Para o governante, propõe um conjunto de virtudes ‘imperatoriae’, que são defenidas por oposição às categorias tradicionais da imagem do tirano. Não é repudiado um regime de sucessão dinástica como o regime dos Flávios. Todavia, o Naturalista não privilegia os grandes lemas da propaganda oficial e as especulações teóricas, revelando um pragmatismo e um sincretismo ideolólogico interclassista, cujos temas preferenciais são a aversão à guerra civil, a aspiração à paz e à segurança. Dotado de um espírito satírico acentuado, Plínio exercita a sua invectiva contra o mau governante, concomitantemente propondo um regresso às virtudes tradicionais.
Description: Tese de doutoramento em Letras (História da Cultura Clássica) apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/739
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Clássicos - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 20

655
checked on Sep 22, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.