Title: 1917 : percepções de uma revolução : identidades, conflitos e paradigmas na revolução soviética
Authors: Machaqueiro, Mário Artur Borda 
Orientador: Santos, Boaventura de Sousa
Keywords: Sociologia Histórica e Económica
Issue Date: 12-Jun-2006
Abstract: Esta dissertação parte de motivação central, que se prende com o desejo de analisar os processos cognitivos desenvolvidos pelos actores sociais em períodos de transição histórica. Procura-se, assim, identificar as estratégias que os actores criam no seu esforço de dar inteligibilidade aos processos de transformação global das sociedades quando estes estão a decorrer. Nesse sentido, a escolha da Revolução Russa de 1917 como objecto de análise justifica-se precisamente pelo facto de essa revolução se ter desenvolvido como uma transformação histórica fortemente investida pela vontade de saber dos actores sociais. A dissertação assenta em duas teses principais. A primeira considera que o processo revolucionário russo, de Fevereiro a Outubro de 1917, não assistiu à definição e à imposição de um paradigma societal inequivocamente dominante. Esta ideia pressupõe que o colapso do paradigma czarista-autocrático ocorreu sem que houvesse, na Rússia, um modelo sócio-político equipado com soluções duradouras e consensuais. Entende-se também que os acontecimentos posteriores à tomada do poder pelos bolcheviques acabaram por revelar todas as fragilidades e insuficiências de um suposto paradigma leninista. A segunda tese da dissertação considera que este desfecho só pode ser cabalmente entendido se for perspectivado à luz dos processos identitários, de média e de longa duração, inscritos na sociedade russa. Tais processos relevam de identidades de fronteira, em parte explicáveis como reacções cognitivas à posição semiperiférica da Rússia no sistema mundial e à sua inserção ambivalente entre a Europa e a Ásia, o Ocidente e o Oriente. A dissertação procura mostrar que, nesse país, semelhante ambivalência moldou a percepção dos acontecimentos históricos ao longo dos dois últimos séculos e condicionou uma boa parte das opções políticas.
Description: Tese de doutoramento em Sociologia, especialização em Sociologia Histórica e Económica, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/488
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.