Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/47897
Title: Cirurgia convencional versus cirurgia endovascular no tratamento de aneurismas da aorta abdominal
Authors: Fernandes, Júlio Miguel Martins 
Orientador: Almeida, Carlos Manuel Costa
Keywords: Aneurisma aórtico abdominal; Aorta abdominal; Cirurgia
Issue Date: Apr-2011
Abstract: A- Introdução O aneurisma da aorta abdominal é uma situação clínica associada a um elevado risco de mortalidade pela possibilidade de rotura, quer pela sua história natural quer a qualquer momento. Apesar dos avanços no apoio peri e pós-operatório ao tratamento cirúrgico desta patologia, nas últimas quatro décadas ocorreu um progresso muito restrito no desfecho dessas situações de rotura, com taxas de mortalidade operatória globalmente superiores a 60%. Há, pois, todo o interesse em intervir precocemente, isto é, antes da rotura, em período geralmente assintomático. O tratamento gold-standard para esta patologia tem sido a abordagem cirúrgica convencional, isto é, por laparotomia e interposição de enxerto. No entanto, recentemente, a técnica menos invasiva de abordagem endovascular tem registado maior preferência em muitos Centros de Cirurgia Vascular do mundo inteiro. Urge então avaliar se o tratamento endovascular apresenta uma melhoria nos resultados a curto e longo prazo, reduz a ocorrência de efeitos colaterais adversos, complicações e recorrências, apresenta critérios válidos para a selecção de doentes de acordo com a população em maior risco de desenvolvimento desta patologia, reduz o número de dias de internamento necessários, assim como se apresenta vantagens na relação custo/benefício, tudo isto em comparação com aquele tratamento cirúrgico convencional. B- Objectivos Com este trabalho, vai ser realizada uma revisão teórica sobre os princípios clínicos da terapia cirúrgica convencional e da terapia cirúrgica endovascular, analisando os riscos inerentes, as populações-alvo, critérios de selectividade e taxas de ocorrência de efeitos adversos e mortalidade, bem como os resultados a médio e longo prazo e os cuidados pós-operatórios a ter e a manter, recolhendo os dados de diversos estudos efectuados em diferentes Centros Cirúrgicos. Por último, como objectivo maior deste trabalho, pretende-se analisar e obter uma conclusão quanto à existência de uma abordagem terapêutica de eleição para tratamento de aneurismas da aorta abdominal. C- Conclusão Embora com menores taxas de mortalidade e morbilidade a curto prazo, a elevada taxa de reintervenções, de complicações a longo prazo e os elevados custos associados não possibilitam a adopção da cirurgia endovascular como terapêutica de eleição. As suas indicações devem limitar-se a doentes idosos, doentes com baixa esperança média de vida ou que apresentem critérios de risco cirúrgico major. Nos restantes doentes propostos para intervenção cirúrgica de reparação de AAA, a abordagem convencional permite atingir um estado de cura definitiva, não sendo necessária formação específica das equipas clínicas para a sua realização com sucesso. A esta abordagem cirúrgica estão também associados menores custos interventivos e de follow-up. Além desses factos, permite uma adequada cobertura territorial e interventiva a nível nacional.
A- Introduction The abdominal aortic aneurysm is a clinical condition associated with high mortality risk due to the possibility of rupture, either by their natural history or at any time. Despite advances in peri and postoperative support after surgical treatment of this disease in the last four decades, there was a very limited progress in the outcome of situations of rupture, with operative mortality rates of above 60%. Therefore, there is every interest in intervening early, i.e. before the rupture in a usually asymptomatic period. The gold-standard treatment for this disease has been the conventional surgical approach, with laparotomy and graft interposition. Recently, however, the less invasive technique of endovascular approach has been favored in many vascular surgery centers worldwide. So, it is very important to assess whether the endovascular treatment has improved outcomes in the short and long term, reduces the occurrence of adverse side effects, complications and recurrences, has valid criteria for selecting patients according to the population at greatest risk of developing this pathology, reduces the length of hospital stay and if it has advantages in cost-effectiveness, all in comparison to the conventional surgical treatment. B- Objectives The main objective is to perform a literature review of the clinical principles of conventional surgical therapy and endovascular surgical therapy, analyzing the risks involved, the target population, selection criteria and rates of adverse effects and mortality, as well as results in the medium and long term and the post-operative cares needed, collecting data from several studies conducted on various Surgical Centers. Finally, I intend to obtain a conclusion regarding the existence of a therapeutic approach of choice for treatment of abdominal aortic aneurysms. C- Conclusion Although with lower rates of mortality and morbidity in the short term, the high rate of reinterventions, long-term complications and high costs associated do not allow the adoption of endovascular surgery as the treatment of choice. This intervention should be limited to elderly patients, patients with low life expectancy or those with major surgical risk criteria. In the remaining patients proposed for surgical repair of AAA, the conventional approach achieves a state of permanent cure, not requiring specific training for clinical teams to carry them out successfully. To this surgical approach are also associated lower surgery and follow-up costs. Besides these facts, it allows an adequate territorial coverage and intervention at national level.
Description: Trabalho final de projecto de mestrado integrado em Medicina àrea científica de Cirurgia Vascular, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/47897
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
6 ano MIM - Trabalho Final - Capa.pdf66.07 kBAdobe PDFView/Open
trabalho_final.pdf803.36 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

461
checked on Oct 19, 2021

Download(s) 5

2,263
checked on Oct 19, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.