Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/47810
Title: Aconselhamento para prática de actividade física em diabéticos seguidos no centro de saúde
Authors: Caetano, Inês Rosendo Carvalho e Silva 
Orientador: Verissimo, Manuel Teixeira
Santiago, Luis Miguel
Keywords: Actividade motriz; Exercício; Diabetes mellitus; Saúde familiar
Issue Date: Dec-2012
Abstract: Introdução: A diabetes é um problema de grande magnitude e a actividade física (AF) é parte da sua terapêutica. Há poucos estudos em condições reais versando, especificamente, o aconselhamento baseado no estádio motivacional. Fez-se um estudo para verificar o impacto metabólico, vascular e antropométrico e na qualidade de vida nos diabéticos do aconselhamento breve para o exercício físico baseado no estado motivacional, na consulta de diabetes no Centro de Saúde versus grupo controlo. Pretendeu-se também caracterizar os hábitos de actividade física das pessoas com diabetes seguidas em Centro de Saúde e verificar o impacto no tempo de consulta de diabetes da aplicação do instrumento PACE (Provider Assessment and Counseling for Exercise) de aconselhamento de exercício físico versus grupo controlo. Métodos: Estudo prospectivo, randomizado, controlado. População-alvo: diabéticos seguidos em consulta de diabetes no Centro de Saúde (CS) em estudo. Amostra: todos os diabéticos de dois ficheiros em consulta entre 15/9/09 e 15/11/10. Randomização em grupo de intervenção e controlo após estratificação por género e idade. Intervenção: instrumento de motivação para AF validado em Portugal - instrumento PACE. Informação recolhida por médicos investigadores em 5 consultas ao longo de 1ano. Estatística descritiva e inferencial (t de Student, Man-Whitney, Wilcoxon, Qui2, riscos relativos (RR) por análise de intenção de tratar). Resultados: Amostra de 88 diabéticos, idade média 64,06 anos, 50% género feminino. Grupo de intervenção (n=44) e controlo com diferença inicial apenas no perímetro abdominal (PA) (p=0,041). Inicialmente 69,9% dos diabéticos praticavam AF. Após a intervenção, a AF não se alterou significativamente, com um RR de aumentar o nível de AF no grupo de intervenção vs. controlo aos 6 meses de 1.80 (0.82-3.95, NNT de 5,88) e aos 9 meses de 0.40 (NNH 3,33). A glicémia em jejum não se alterou significativamente (RR 6 meses 0.93 (0.60-1.45) e aos 9 meses 0.81 (0.48-1.38)), assim como a HbA1c, que aumentou em ambos os grupos e tempos de avaliação (RR 6 meses 0.51 (0.24-1.07) e 9 meses 0.54 (0.24-1.20)). O peso, Índice de Massa Corporal (IMC), PA e tensão arterial (TA) diminuíram em ambos os grupos aos 6 e 9 meses de intervenção. A pressão de pulso (PP) diminuiu significativamente apenas no grupo de intervenção aos 6 meses. Quanto às variáveis lipídicas, avaliadas no início e final do estudo, apenas houve diminuição significativa dos triglicerídeos no grupo controlo. Não houve diferenças estatisticamente significativas no tempo de duração das consultas entre o grupo de intervenção e o grupo controlo a não ser no tempo 2 (3 meses de avaliação) de medição, em que o tempo foi maior no grupo controlo (p=0,025). Discussão: Uma limitação foi a amostra reduzida e retirada de dois ficheiros apenas, não se podendo generalizar à população diabética local. Apesar das limitações, foi um estudo importante para perceber que este instrumento pode ser aplicável nos Cuidados Primários, apesar de não ter ficado claro o seu benefício. Foi um estudo inovador aplicando metodologia motivacional em consulta de diabetes no CS e pode ajudar na procura de uma metodologia eficaz para promover AF nos diabéticos em Portugal.
Introduction: Diabetes is a major health problem and physical activity (PAc) is part of its therapeutics. There are few studies in real life addressing motivational counselling. This trial aim is to verify the diabetic vascular, anthropometric, metabolic and quality of life impact of brief motivational counselling in regular consultation in primary care versus control group. The characterization of PAc habits of diabetic patients with primary care follow up was also made. It also measured the consultation time impact of PACE instrument application in primary care consultation for motivational counselling. Methods: Prospective, randomized, controlled study. Target population: diabetic patients followed up in primary care consultation in Eiras health centre. Sample: every type 2 diabetic patient followed up by two family physicians between 15/09/09 and 15/11/10. Intervention and control group randomization after age and gender stratification. Intervention: PACE instrument (Provider Assessment and Counseling for Exercise) of PAc motivation validated in Portuguese. Five consultation information collecting during 1 year. Descriptive and inferential statistics (t Student, Man-Whitney, Wilcoxon, Qui2, relative risks (RR) through intention to treat analysis). Results: 88 diabetic patients sample, mean age 64,06 years old, 50% female. Intervention group (n=44) and control group different only in abdominal circumference (AC) (p=0,041). At the beginning, 69,9% of the diabetic patients practised PAc. After the intervention, PAc didn’t change with statistical significance, with a relative risk of increasing PAc level after 6 months in the intervention group vs. control of 1.80 (0.82-3.95, NNT de 5,88) and 0.40 (NNH 3,33) at 9 months. Fasting glucose levels didn’t change with significance (RR 6 months 0.93 (0.60-1.45) and 9 months 0.81 (0.48-1.38)) and HbA1c levels raised in both groups (RR 6 months 0.51 (0.24-1.07) and 9 months 0.54 (0.24-1.20)). The weight, body mass index, AC and blood pressure decreased in both groups after 6 and 9 months. The pulse pressure decreased with significance only in the 6 months intervention group. The lipids, measured at the beginning and end of the trial, only decreased with statistical significance in the control group (triglycerides). There were no significant differences in the consultation time between the intervention and control group, except for the 3 months evaluation that was higher in the control group (p=0,025). Discussion: One of the limitations, was the small size sample only taken by two family doctors consultations what limits its generalization to the local population. It was an important trial to understand that this tool can be used in primary care, although it’s not clear if it’s effective. It was an innovative study applying motivational methodology in diabetes consultation in primary care and can help looking for an effective way to promote PA in diabetic patients in Portugal.
Description: Dissertação de mestrado em Medicina do Desporto, apresentada á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/47810
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Inês Rosendo.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

121
checked on Sep 24, 2020

Download(s) 20

724
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.