Title: Kinismo: fragmentos de uma crítica
Authors: Loureiro, João Diogo 
Keywords: kinismo;Diógenes de Sínope;razão e vontade;vida de acordo com a natureza;autarkeia
Issue Date: 2013
Publisher: Imprensa da Universidade de Coimbra
Abstract: Este artigo é composto por dois ensaios. O primeiro centra-se na oposição kínica à razão e à filosofia. Defendemos que, apesar do kinismo ter correctamente intuído a inevitável incapacidade da razão para apreender o todo da realidade, não conseguiu perceber que a mundivisão kínica, com a sua concepção atada de natureza, também deixa de lado parte importante da nossa experiência fenomenológica. A ideia kínica de escolher viver de acordo com a natureza é também alvo fértil de críticas, pondo-se a nu a imagem errónea da vontade humana que lhe subjaz. O segundo ensaio questiona o ideal de auto-suficiência que o kínico quer atingir. Mostra-se que não consegue cumprir com ele, pelo contrário: ele procura o público e depende dos mesmos códigos sociais que desrespeita. A autarkeia, defendemos, é fundamentalmente falsa, porque ignora as pessoas como elas são: seres relacionais, dependentes e frágeis.
URI: http://hdl.handle.net/10316/43205
ISBN: 978-989-721-042-6
Other Identifiers: 10.14195/978-989-721-042-6_13
DOI: 10.14195/978-989-721-042-6_13
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CECH - Capítulos (ou partes) de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Doshomens_artigo13.pdf223.95 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons