Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/38579
Title: Análise da rentabilidade económica de janelas em edifícios residenciais existentes
Authors: Tavares, Cátia Alexandra Graça 
Orientador: Simões, Nuno Albino Vieira
Keywords: Desempenho energético de edifícios; Envidraçados em edifícios
Issue Date: 9-Sep-2015
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O estabelecimento dos níveis ótimos de um edifício e suas componentes tem sido cada vez mais debatido, devido não só às exigências da diretiva europeia 2010/31/EU, como também à procura de um maior retorno financeiro por parte do investidor ao optar por melhores medidas de melhoria. Nesse sentido, com esta dissertação pretende-se analisar o desempenho energético de diferentes envidraçados aplicados na envolvente de um edifício de referência e avaliar a sua viabilidade económica através de uma metodologia para determinação dos níveis ótimos de rentabilidade. Será aplicado o novo regulamento de desempenho energético de habitações por forma a caracterizar a eficiência energética do edifício de referência existente, representativo da época de 1961 a 1990. Este regulamento baseia-se no Método Sazonal descrito na norma ISO 13790, que nem sempre traduz os consumos reais energéticos de edifícios. Optou-se por assumir que as necessidades energéticas correspondem a uma fração de 20% das necessidades nominais, calculadas através do referido método. O método proposto no regulamento delegado da comissão europeia nº244/2012 será utilizado na avaliação da rentabilidade económica. Este servirá para determinar o nível ótimo das soluções, ou seja aquele que apresenta, em simultâneo, o menor consumo de energia primária e custo global. Com esta abordagem metodológica pretende-se comparar soluções de envidraçados de diversas tipologias, com características térmicas e solares distintas e para diferentes dados climáticos. Tendo como objetivo principal a identificação do custo ótimo em termos de rentabilidade económica.
The establishment of the cost-optimal on buildings and their elements have been increasingly debated due to the requirements of European Directive 2010/31/EU as well as the research on a higher financial return for the investor to choose the best improvement measures. Subsequently, this thesis is intended to analyse energy performance of different glazing, applied in reference buildings envelope. Evaluating their economic viability through a methodology to determine the profitability optimum levels. The new energy performance regulations of dwellings will be applied in order to characterize energy efficiency of existing reference buildings, constructed between 1961 and 1990. This regulation is based on the seasonal method described in ISO 13790, which doesn’t always reflect the real energy consumption of buildings. It was decided to assume that energy requirements correspond to a fraction of 20% of nominal needs, calculated by the method referred. The proposed method in the European commission delegated regulation nº244/2012 will be used in the evaluation of economic profitability assessment. This will serve to determinate the solutions optimal levels, in other words the one that presents, simultaneously, the lowest primary energy consumption and overall cost. With this methodological approach is intended to compare glazing solutions of multiple types, with distinct thermal and solar characteristics and different climatic data. Having as main goal the identification of the optimal cost in terms of profitability assessment.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia Civil apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/38579
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Civil - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
Show full item record

Page view(s)

184
checked on Nov 21, 2022

Download(s) 50

435
checked on Nov 21, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.