Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/37843
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMoreira, João Nuno Sereno Almeida-
dc.contributor.authorGonçalves, Tânia Margarida da Silva-
dc.date.accessioned2017-03-22T16:12:53Z-
dc.date.available2017-03-22T16:12:53Z-
dc.date.issued2013-10-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/37843-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Biotecnologia Farmacêutica apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbrapor
dc.description.abstractA Artrite Reumatóide é uma doença auto-imune sistémica desencadeada por múltiplos factores que, em conjunto, desencadeiam e perpetuam uma resposta inflamatória crónica. É uma patologia com um grave impacto na redução da qualidade de vida dos doentes e, por isso, nas últimas décadas, tem sido alvo de muita investigação nomeadamente em termos de tratamento. O metotrexato é considerado o gold standard no tratamento desta patologia. No entanto, uma melhor compreensão da fisiopatologia da inflamação articular permitiu o desenvolvimento de medicamentos dirigidos contra alvos específicos da cascata da inflamação, cujas substâncias activas são obtidas ou derivadas de um organismo vivo, os medicamentos biológicos. Estes medicamentos têm demonstrado, em múltiplos ensaios clínicos randomizados e controlados, uma grande eficácia no tratamento da Artrite Reumatóide, prevenindo as lesões articulares e da cartilagem, quando administrados em combinação com o metotrexato. A terapêutica para a Artrite Reumatóide deve ser continuamente optimizada tendo em conta a actividade da doença e, para isso, existem várias ferramentas que medem essa actividade. Essas ferramentas são utilizadas tanto nos ensaios clínicos como na prática clínica no sentido de perceber qual a resposta à terapia instaurada, sendo a remissão da doença um objectivo realístico em doentes sob tratamento com biológicos. Já existem ensaios clínicos que comparam medicamentos biológicos no sentido de perceber quais os mais eficazes e seguros em doentes que demonstraram uma resposta inadequada ao tratamento com o metotrexato. Em termos de segurança, estes novos medicamentos podem conduzir a eventos adversos importantes sendo que, o conhecimento da segurança a longo prazo apenas é possível com o aumento da experiência na utilização destes medicamentos na prática clínica. A investigação clínica tem como grande objectivo estudar as opções terapêuticas que demonstram um maior benefício e um menor risco no tratamento da Artrite Reumatóide, proporcionando um aumento na qualidade de vida dos doentes. Nesta Dissertação pretende-se comparar os medicamentos convencionais e biológicos, disponíveis no mercado, indicados para o tratamento da Artrite Reumatóide, no que diz respeito à actividade da doença, tendo como base resultados da investigação clínica.por
dc.description.abstractRheumatoid Arthritis is a systemic autoimmune disease initiated by multiple factors, which together, trigger and perpetuate a chronic inflammatory response. It is a disease with a severe impact on the reduction of the patient's quality of life and, therefore, in recent decades, it has been the subject of much research, particularly in terms of treatment. Methotrexate is considered the gold standard for the treatment of this pathology. However, a better understanding of the pathophysiology of joint inflammation has allowed the development of drugs directed against specific targets of the inflammation cascade, whose active substances are generated in a living organism, the biological drugs. These medicines have shown, in multiple randomized controlled trials, to be highly effective in the treatment of Rheumatoid Arthritis, preventing joint and cartilage damage, when administered in combination with methotrexate. The therapy for Rheumatoid Arthritis should be continuously optimized with regard to disease activity and, therefore, there are several tools that measure the activity. These tools are used both in clinical trials and in clinical practice in order to understand what the response to therapy is, with disease remission a realistic goal in patients under treatment with biologics. There are already clinical trials that compare biological medicines in order to understand what are the most effective and safe, in patients who have shown inadequate response to treatment with methotrexate. In terms of safety, these new drugs can lead to significant adverse events and the knowledge of the long-term safety is possible only by increasing the experience in the use of these drugs in clinical practice. The clinical research has as the main objective to study which therapeutic options have a higher benefit and lower risk for the treatment of Rheumatoid Arthritis, resulting in an increase in the patient's quality of life. This dissertation aims to carry out a comparative analysis between biological and conventional medicines, available in the market and indicated for the treatment of Rheumatoid Arthritis, based on clinical research results.eng
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectArtrite reumatóidepor
dc.subjectSistema imunitáriopor
dc.subjectInflamaçãopor
dc.subjectMedicamentos biológicospor
dc.subjectInvestigação clínicapor
dc.titleInvestigação clínica de medicamentos biológicos no tratamento da artrite reumatóidepor
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationCoimbrapor
dc.identifier.tid201654113-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbrapor
thesis.degree.nameMestrado em Biotecnologia Farmacêuticapor
uc.degree.grantorUnit0504 - Faculdade de Farmáciapor
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Investigacao clinica de medicamentos biologicos no tratamento da artrite reumatoide.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

351
checked on Oct 15, 2021

Download(s) 50

771
checked on Oct 15, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.