Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/37744
Title: Desenvolvimento do método para identificação e quantificação de fitosteróis no suplemento alimentar sob a forma de comprimido
Authors: Silva, Ana Patrícia Ferreira Vicente da
Orientador: Ramos, Fernando Jorge
Castilho, Maria da Conceição Gonçalves Barreto Oliveira
Keywords: Fitosteróis; Alimentação; Suplementos dietéticos; Segurança
Issue Date: 3-Oct-2013
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: As doenças cardiovasculares assumem a principal causa de mortalidade e morbidade no mundo, estando nitidamente associadas a elevados níveis de colesterol total e colesterol da lipoproteína de baixa densidade (LDL). Por esse motivo, a investigação científica focou-se em estratégias que visem a redução do colesterol, surgindo assim os fitosteróis que são constituintes naturais de plantas estruturalmente semelhantes ao colesterol animal, e que apresentam capacidade de reduzir a hipercolesterolemia. No trabalho de dissertação apresentado pretendeu-se contribuir para a melhoria e o desenvolvimento da qualidade de produtos enriquecidos com fitosteróis, nomeadamente sob a forma de comprimido, por ainda ser uma matriz “desconhecida”. A execução deste objectivo centrou-se no desenvolvimento e validação de uma metodologia analítica para a determinação de fitosteróis num suplemento alimentar sob a forma de comprimido. O método utilizado para a análise de fitosteróis foi a cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa (GC-MS), desenvolvido com base nas metodologias de Santos et al. (2007) e Saraiva et al. (2011b). No suplemento analisado foram identificados e quantificados cinco fitosteróis, designadamente o campesterol (49,87 μg mg-1), campestanol (19,76 μg mg-1), estigmasterol (7,71 μg mg-1), β-sitostanol (133,29 μg mg-1) e β-sitosterol (298,26 μg mg-1), destacando-se este último como o mais abundante. Para além dos compostos que se pretendiam analisar, identificou-se a vitamina α-tocoferol, com a metodologia utilizada. Relativamente ao controlo de qualidade, verificou-se que a quantidade determinada pelo método analítico desenvolvido é concordante com a quantidade rotulada, confirmando assim que o suplemento alimentar analisado com a adição de fitosteróis apresenta-se como um produto seguro, uma vez que não ultrapassa os 3 gramas de consumo diário. Este estudo demonstra que importa assegurar a segurança alimentar dos produtos enriquecidos com fitosteróis, uma vez que o mercado deste tipo de produtos está em constante crescimento.
Cardiovascular diseases take the primary cause of mortality and morbidity in the world and are associated with clearly higher levels of total cholesterol and low density lipoprotein (LDL). For this reason, scientific research has focused on strategies to reduce cholesterol, thus appearing, phytosterols which are natural constituents of plants structurally similar to cholesterol animal, and having capacity to reduce hypercholesterolemia. Presented in the dissertation sought was to contribute towards the improvement and development of the quality of products enriched with phytosterols, particularly in the form of tablet, for being a matrix still "unknown." The accomplishment of this objective focused on the development and validation of an analytical methodology for the determination of phytosterols in a food supplement in the form of tablet. The method used to analyse the phytosterols was gas chromatography-mass spectrometry, (GC-MS) methodology developed by Santos et al. (2007) and Saraiva et al. (2011b). In the examined supplement were identified and quantified five phytosterols, including campesterol (49.87 μg mg-1), campestanol (19.76 μg mg-1), stigmasterol (7.71 μg mg-1), β- sitostanol (133 , 29 μg mg-1) and β-sitosterol (298.26 μg mg-1), especially the latter as the most abundant. In addition to the compounds that sought to analyze, we identified a vitamin, the α-tocopherol, with the methodology used. Concerning the quality control, it was found that the amount determined by the analytical method is consistent with the labeled amount, thereby confirming that the food supplement analyzed is presented as safe, since it does not exceed 3 grams daily intake. This study evidences the importance of ensuring the safety of food products enriched with phytosterols, since the market for this type of products is constantly growing.
Description: Dissertação de Mestrado em Segurança Alimentar apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/37744
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

190
checked on Dec 5, 2022

Download(s)

330
checked on Dec 5, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.