Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/36540
Title: Caracterização orofacial de adolescentes com perturbações do comportamento alimentar
Authors: Travassos, Raquel 
Orientador: Xavier, Maria
Rosa, Sara
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: As perturbações do comportamento alimentar estão associadas a alterações psicológicas e caracterizam-se por padrões de comportamento alimentar anormais, controlo patológico do peso e alterações na perceção da forma e do peso corporal. A incidência e a prevalência na adolescência têm aumentado, significativamente, nas últimas décadas, sendo consideradas como o terceiro grupo de doenças crónicas mais frequentes entre adolescentes do sexo feminino. O complexo orofacial pode apresentar alterações resultantes das perturbações do comportamento alimentar. Objetivo: Este trabalho objetiva, com base numa revisão da literatura, caracterizar as manifestações orofaciais encontradas em adolescentes com perturbações do comportamento alimentar, complementada com a observação de pacientes seguidos no Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e alertar o médico dentista para o seu papel no diagnóstico precoce, encaminhamento e tratamento. Metodologia: A pesquisa bibliográfica foi efetuada na PubMed/Medline, contemplando-se como critérios de inclusão: anos de publicação compreendidos entre 2003 e 2013, publicações em língua inglesa e portuguesa, com resumo disponível e análise do respetivo conteúdo científico, complementada com consulta manual. Através dos conetores booleanos “AND” e “OR”, recorreu-se à combinação das palavras-chave: “eating disorders”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa”, “oral health”, “oral complications”, “mouth”, “dental erosion” e “adolescents”, das quais são termos MeSH “eating disorders”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa”, “oral health” e “mouth”. Resultados: Foram encontradas 457 referências, resultando numa seleção final de 30 referências no decurso da aplicação dos critérios de inclusão. Foram ainda adicionadas, por pesquisa cruzada, 17 referências, perfazendo um total de 47 publicações (25 revisões da literatura, 6 estudos clínicos, 2 estudos in vitro, 3 casos clínicos, 1 guideline, 1 manual de diagnóstico, 6 sítios da internet e 3 livros). Discussão: As manifestações orofaciais das perturbações do comportamento alimentar dependem do comportamento alimentar/purgativo específico associado e resultam de défices nutricionais e das suas consequências metabólicas, dos hábitos de higiene oral e da medicação prescrita. A erosão dentária constitui a principal manifestação em pacientes com comportamentos purgativos. Outros sinais frequentemente encontrados são as alterações salivares, quantitativas e qualitativas, e a hipertrofia das glândulas salivares. O exame oral e perioral revela muitas vezes lesões traumáticas das mucosas oral, perioral e faríngea resultantes de episódios de compulsão alimentar e/ou de vómito auto-induzido. No que se refere aos tecidos moles podem ser encontradas alterações resultantes de défices nutricionais, tais como, queilite angular, candidíase, mucosite e lábios secos e gretados. A relação entre as perturbações do comportamento alimentar e as periodontopatias e a cárie dentária ainda permanece discutível, uma vez que dependem, em grande parte, da higiene oral do paciente. Os adolescentes com perturbações do comportamento alimentar referem alguns sintomas orais, tais como: ardor bucal, glossodinia, disgeusia, xerostomia e hipersensibilidade dentinária. Conclusão: Uma vez que as primeiras lesões resultantes das perturbações do comportamento alimentar podem surgir na cavidade oral, a integração do médico dentista na equipa multidisciplinar de tratamento destes adolescentes é crucial não só para o auxílio no diagnóstico precoce, como também no seu encaminhamento e monitorização, permitindo uma adequada prevenção secundária e tratamento das lesões em causa. Introduction: Eating desorders are associated with psychological changes and are characterized by patterns of abnormal eating behavior, pathological weight control and alterations in perception of body shape and weight. The incidence and prevalence in adolescence have increased significantly in recent decades and it is considered as the third most common group of chronic diseases among female adolescents. The orofacial complex may undergo changes resulting from eating disorders. Objective: This paper aims, based on a literature review, to characterize orofacial manifestations found in adolescents with eating disorders, complemented with the observation of adolescents followed in the Pediatric Hospital of Coimbra, and alert the dentist for their role in early diagnosis, referral and treatment. Methodology: The literature search was performed in PubMed/Medline and through the boolean connectors "AND" and "OR", resorted to a combination of keywords: "eating 6 disorders", "anorexia nervosa," "bulimia nervosa", "oral health", "oral complications", "mouth", “dental erosion” and "adolescentes", these are MeSH terms "eating disorders", "anorexia nervosa," "bulimia nervosa", "oral health" and “mouth” and supplemented by manual query. The following inclusion criteria were contemplated: publication years included between 2003 and 2013, publications in english and portuguese, with abstract available and analysis of the respective scientific content. Results: Were found 457 references, resulting in a final selection of 30 publications during application of the inclusion criteria. Were also added for cross-searching, 17 references, for a total of 47 publications ( 25 literature reviews, 6 clinical studies, 2 in vitro studies, 3 clinical cases, 1 guideline, 1 diagnostic manual, 6 sites on the Internet and 3 books ). Discussion: The orofacial manifestations of eating disorders depend on the specific feeding/purging behavior associated and result from nutritional deficiency and its metabolic consequences, from oral hygiene habits and prescribed medication. Dental erosion is the main manifestation in patients with purging behaviors. Other signs often found are salivary changes, quantitative and qualitative, and hypertrophy of the salivary glands. The oral and perioral examination often reveals traumatic lesions of the oral, perioral and pharyngeal mucosa resulting from episodes of binge eating and/or self-induced vomiting. Regarding to soft tissue, changes resulting from nutritional deficiency, such as, angular cheilitis, candidiasis, mucositis and dry and cracked lips can be found. The relationship between eating disorders and dental caries and periodontal disease remains debatable, since they depend largely on the oral hygiene of the patient. Adolescents with eating disorders can also refer some oral symptoms such as: burning mouth, glossodynia, dysgeusia, dry mouth and tooth sensitivity. Conclusion: Once the first lesions resulting from eating disorders can arise in the oral cavity, the integration of a dentist in the multidisciplinary treatment team of those adolescents is crucial, not only to aid in early diagnosis, but also in its referral and monitoring, allowing a more adequate secondary prevention and treatment of the injuries in question.
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/36540
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese raquel.pdftese raquel1.08 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

324
checked on Feb 27, 2024

Download(s) 50

467
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.