Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36501
Title: Avaliação da citotoxicidade de dois cimentos endodônticos: estudo in vitro
Authors: Silva, Ana Patrícia Pagaime da 
Orientador: Ferreira, Manuel Marques
Laranjo, Mafalda
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: O estudo dos materiais dentários tem recebido crescente atenção pela possibilidade dos seus componentes afetarem os tecidos circundantes, interferirem no processo de cicatrização e/ou causarem reações alérgicas. Devem ser tomados cuidados especiais quanto aos materiais utilizados nos procedimentos endodônticos uma vez que os mesmos são colocados em contato direto com tecidos vivos como o ligamento periodontal e o osso alveolar. Objetivo: O objetivo deste estudo experimental consistiu na avaliação e comparação da citotoxicidade de dois cimentos endodônticos in vitro, nomeadamente o Top Seal® e o MTA Fillapex®. Materiais e Métodos: As células foram incubadas com várias concentrações de Top Seal®, considerado um “gold standard”, e MTA Fillapex®, tendo em conta as diretivas da norma ISO10993-5, durante 24, 72 e 120 horas, tendo sido realizados controlos negativos em todas as experiências. A avaliação da atividade metabólica foi realizada através do ensaio MTT, a avaliação do conteúdo proteico foi realizada através do ensaio da sulforrodamina B e a avaliação dos tipos de morte celular foi realizada por citometria de fluxo. Resultados: Para ambos os materiais foi verificada uma diminuição da atividade metabólica com o aumento da concentração dos meios condicionados. Na diluição de 1:8 observou-se uma ligeira diminuição da atividade metabólica, semelhante nos dois materiais às 24h, seguida de uma diminuição no MTA Fillapex® às 72h e 120h, com diferenças significativas (p<0,001 e p<0,05, respetivamente) quando comparado ao Top Seal®. Quanto à viabilidade celular, na diluição de 1:8 foi verificada uma diminuição às 24h para ambos os materiais. No entanto, às 72h e 120h ocorreu uma diminuição, com diferença significativa (p<0,01 e p<0,001, respetivamente), para o MTA Fillapex® quando comparado ao Top Seal® que recuperou, para valores próximos do controlo. Na avaliação dos tipos de morte celular foi observada uma menor citotoxicidade por parte do MTA Fillapex® às 24h, com um valor de células viáveis bastante superior ao verificado com o Top Seal® (82% e 36,6%, respetivamente). Às 72h foi verificada uma alteração dos resultados, com o Top Seal® a apresentar valores de viabilidade superiores ao MTA Fillapex (51,4% e 22,8%, respetivamente). Conclusão: Dentro das limitações deste estudo in vitro podemos concluir que a citotoxicidade dos materiais é dependente da diluição do meio condicionado e do tempo de exposição. O cimento MTA Fillapex® foi associado a uma citotoxicidade significativamente maior. O Top Seal® mostrou ser um material biocompatível, com níveis baixos de citotoxicidade. Este material tende a ser menos citotóxico ao longo do tempo, aumentando a atividade metabólica e a viabilidade celular. Introduction: The study of dental materials has received increasing attention since its toxic compounds may affect the surrounding tissues, interfere with the healing process and/or cause allergic reactions. Special attention must be taken regarding the materials used in endodontic procedures since they are placed in direct contact with living tissues, like periodontal ligament and alveolar bone. Objective: The aim of this experimental study is to evaluate and compare the cytotoxicity of two root canal sealers in vitro, in particular Top Seal® and MTA Fillapex®. Materials and Methods: Cells were incubated with various concentrations of Top Seal®, considered a "gold standard" and MTA Fillapex®, taking into account the guidelines of the standard ISO10993-5 for 24, 72 and 120 hours and negative controls were performed in all experiments. The assessment of metabolic activity was performed using the MTT assay, assessment of protein content was performed using the sulforhodamine B assay and assessment of the types of cell death was performed by flow cytometry. Results: A decrease in metabolic activity was observed in both materials with higher extracts concentrations. At 1:8 dilution there was a slight decrease in metabolic activity, similar in both materials at 24h, followed by a decrease in MTA Fillapex® at 72h and 120h, with significant differences (p <0.001 and p <0.05 respectively) compared to the Top Seal®. Cell viability, at a dilution of 1:8 suffer a decrease at 24h for both materials. Although, at 72h and 120h was verified a decrease, with significant differences (p <0.01 and p <0.001, respectively), to the MTA Fillapex® compared with Top Seal® which recovered. In the evaluation of types of cell death, lower cytotoxicity was observed by the MTA Fillapex® at 24h, with a value of viable cells significantly higher than the Top Seal® (82% and 36.6%, respectively). At 72h was observed a change in the results with Top Seal® presenting viability values higher than the MTA Fillapex® (51.4% and 22.8%, respectively). Conclusion: Within the limitations of this in vitro study, we conclude that the cytotoxicity of the materials is dependent on the extract dilution and exposure time. MTA Fillapex® was associated with a significantly higher cytotoxicity. Top Seal® proved to be a biocompatible material, with lower levels of cytotoxicity. This material tends to be less cytotoxic over time, increasing the metabolic activity and cell viability. Avaliação da citotoxicidade de dois cimentos endodônticos: estudo in vitro Ana
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/36501
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Ana Pagaime MD.pdfTese Ana Pagaime MD558.76 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

296
checked on Nov 23, 2021

Download(s) 10

1,528
checked on Nov 23, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.