Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/35382
Title: Validação da Escala da Compaixão em adolescentes com perturbações do comportamento
Authors: Sousa, Rúben José Abrantes de 
Orientador: Rijo, Daniel Maria Bugalho
Keywords: Escala da Compaixão; Análise fatorial confirmatória; Propriedades psicométricas; Adolescentes; Perturbações do comportamento
Issue Date: 2016
Serial title, monograph or event: Validação da Escala da Compaixão em adolescentes com perturbações do comportamento
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A compaixão tem sido associada a baixos níveis de psicopatologia e é entendida como a capacidade de estar aberto e disponível ao sofrimento (do self e do outro), mantendo uma atitude de aceitação e de bondade, de tolerância e de não julgamento e atuando com o objetivo de aliviar esse sofrimento. Apesar da relevância da compaixão no estudo da psicopatologia e na compreensão de estruturas evolucionárias em comportamentos de ataque ao outro, a compaixão nunca tinha sido estudada em adolescentes com Perturbações do Comportamento. A Escala da Compaixão (EC), desenvolvida por Pommier (2010) com base no modelo conceptual da auto-compaixão (Neff, 2003), é uma medida da compaixão pelos outros. O presente estudo propôs-se a validar e a estudar as propriedades psicométricas da EC numa amostra de 120 adolescentes portugueses (masculinos e femininos), com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos e com diagnóstico de Perturbação de Comportamento e/ou Perturbação de Oposição (realizados através de uma entrevista clínica estruturada). Testou-se a estrutura fatorial da EC com recurso a Análise Fatorial Confirmatória. Os resultados suportam um modelo de seis fatores principais para a Escala da Compaixão nesta população clínica (Bondade; Humanidade Comum; Mindfulness; Indiferença; Desligado; Não Envolvimento), contemplados no modelo conceptual da Escala da Auto-Compaixão (Neff, 2003) e na EC original (Pommier, 2010). No estudo da validade de constructo, os resultados sugerem associações da compaixão com a tranquilização do self e com sentimentos de ligação e proximidade aos outros. Deste modo, a EC parece ser uma medida de autorrelato válida e fidedigna nesta população clínica, ficando disponível uma medida que permite estudar este constructo em populações adolescentes, nomeadamente em adolescentes com Perturbações do Comportamento.
Compassion has been associated with low levels of psychopatology and it's conceptualized has the capacity of being open and available to suffering (of the self and the others), keeping an attitude of acceptance and kindness, tolerance and non judgment and taking actions to relieve that suffering. Although the relevance of studying compassion in psychopatology and in evolutionary structures underlying attack behaviours towards others, compassion had never been studied in adolescents with Disruptive Disorders. Compassion Scale, developed by Pommier (2010), based in the conceptual model of self-compassion (Neff, 2003), is a measure of compassion for others. The present study was conducted with the goal of validating and study the psicometric properties of the Compassion Scale (CS) in a sample of 120 portuguese adolescents (both male and female), with ages ranging from 14 to 18 years old and with the clinical diagnose of Disruptive Disorders (made with clinical structured interview). The factorial structure of the CS was tested using a Confirmatory Factor Analisys. Results support the six-factor model to the Compassion Scale in this clinical sample (Kindness; Comum Humanity; Mindfulness; Indifference; Separation; Disengagement), contemplated both in the conceptual model of the Self-Compassion Scale (Neff, 2003) and in the original CS (Pommier, 2010). In the study of the construct validity, results suggest associations between compassion and self reassurance, as well as with feelings of social safeness. The CS seems to be a valid and reliable self report measure in this clinical population. Thus, a relevant measure is now available, that allows the study of this construct in adolescent populations, namely in adolescents with Disruptive Disorders.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas e Saúde), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/35382
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Rúben José Sousa - 2016.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

650
checked on Sep 14, 2022

Download(s) 50

677
checked on Sep 14, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.